Partilhar

Alimentos prejudiciais ao fígado - saiba o que evitar!

Por Sara Viega. Atualizado: 3 julho 2017
Alimentos prejudiciais ao fígado - saiba o que evitar!

O fígado é um órgão que desempenha um papel fundamental no nosso organismo, uma vez que está encarregue de filtrar e liberar as toxinas que entram no nosso corpo através do sistema digestivo. Contudo, não é apenas essa a sua função, o órgão hepático também leva a cabo a síntese de proteínas ou do colesterol.

Os danos no fígado como o fígado gordo ou doenças como a hepatite e a cirrose afetam a sua capacidade de eliminar as toxinas, colocando a nossa saúde em risco. É por isso que, no seguinte artigo do umCOMO, falamos sobre os alimentos prejudiciais ao fígado para que você possa manter este órgão saudável e nas melhores condições.

Também lhe pode interessar: Alimentos para limpar o fígado

O álcool afeta o fígado?

Como você, seguramente, sabe, as bebidas alcoólicas são uma das piores coisas que você pode dar ao seu fígado. Não está incluído nos alimentos porque não aporta qualquer valor nutritivo mas tem capacidade de provocar diferentes doenças hepáticas e de prejudicar o trabalho deste órgão.

Em excesso, o álcool prejudica as células do fígado, fazendo que finalmente seja incapaz de produzir todas as substâncias que deveria, de sintetizar vitaminas ou minerais ou de fazer com que o nosso corpo funcione normalmente.

O tabaco também é uma substância muito prejudicial ao fígado. Os cigarros não interferem apenas com os pulmões e com as vias respiratórias, mas também possuem consequências nefastas a nível hepático e em todos os outros pontos do nosso corpo.

Alimentos prejudiciais ao fígado - saiba o que evitar! - O álcool afeta o fígado?

Alimentos ruins para o fígado: gorduras

Gorduras de origem animal

O fígado sofre muito para poder digerir os alimentos gordurosos, mais ainda quando estes são de origem animal. Qualquer pessoa que sofra de problemas hepáticos ou qualquer pessoa saudável que queira proteger o seu fígado de problemas deve limitar a ingestão de alimentos gordurosos ao máximo. Dentro deste grupo de alimentos, encontramos alguns muito populares como:

  • Carnes vermelhas
  • Manteiga
  • Creme de leite
  • Doces de padaria
  • Alguns produtos lácteos

No caso de você querer consumir carnes ou produtos lácteos, deve sempre optar pelos produtos com o mínimo de gordura como as carnes magras ou os produtos lácteos desnatados. Nesse caso, recomendo que você procure comprar sempre produtos naturais e de origem ecológica que não são fruto de uma produção extensiva de animais, uma vez que contêm uma grande quantidade de químicos e tóxicos que o nosso fígado tem de filtrar posteriormente.

As gorduras boas

Contudo, nem todas as gorduras são más! Na verdade, em muitos casos são essenciais e indispensáveis para ter uma boa saúde. Entre as gorduras saudáveis que você deve incluir na sua dieta sem medo, encontramos:

  • Azeite de oliva
  • Abacate
  • Peixe azul
  • Sementes
  • Frutas secas

Dieta para o fígado: o sal

Quando uma pessoa tem algum problema no fígado, é habitual apresentar retenção de líquidos. Se tivermos em conta que o sódio é um elemento que favorece o aparecimento deste problema, chegamos à conclusão de que, para tratar deste órgão, é essencial limitar a quantidade de sal ingerida. Isto não inclui apenas o sal adicionado à comida pois, na verdade, a maior parte do sal ingerido não é deliberado, mas sim junto com algum produto processado. Logo, é essencial ter cuidado com os seguintes alimentos:

  • Embutidos
  • Carnes processadas
  • Produtos conservados em sal
  • Frutas secas salgadas
  • Alcaparras
  • Azeitonas
Alimentos prejudiciais ao fígado - saiba o que evitar! - Dieta para o fígado: o sal

Alimentos que prejudicam o fígado

Contudo, não devemos apenas considerar a origem e a natureza do produto, existem outros aspetos que influenciam muito a hora de saber se um alimento é mau ou bom para o nosso fígado. Entre estas coisas, destacamos o método de preparação, uma vez que um produto originalmente bom pode tornar-se perigoso de acordo com o método usado para cozinhá-lo:

Produtos pré-cozinhados

Como explicado anteriormente, tanto os alimentos pré-cozinhados como os processados são ruins para a saúde do fígado. Este tipo de produtos levam uma grande quantidade de conservantes, açúcares, gorduras e outros aditivos que necessitam de ser filtrados e eliminados pelo fígado depois de entrarem no organismo. Dentro deste grupo, podemos incluir produtos tão populares e variados como:

  • Bolos
  • Bolachas e biscoitos
  • Doces de padaria
  • Chocolates e balas
  • Pratos pré-cozinhados
  • Produtos enlatados
  • Sopas instantâneas

Como você pode comprovar, nesta lista também surgem muitos produtos com uma grande quantidade de açúcar refinado, um produto muito ruim para o fígado, onde necessita de ser sintetizado. Além dos danos hepáticos, estes produtos também provocam alterações na insulina e são muito perigosos para pessoas com obesidade, problemas metabólicos, hipertensão ou diabetes.

Alimentos assados

Quer seja na brasa, na chapa ou no forno, assar demasiado os alimentos faz com que a carne gere umas toxinas que o fígado tem muita dificuldade em eliminar. Quando um alimento se queima, o libera acrilamida, uma substância que pode provocar câncer. As melhores formas de cozinhar são a vapor, fervendo ou na prancha.

Carne crua

Assim como cozinhar demasiado pode deixar a carne perigosa, a verdade é que não cozinhar ou cozinhar pouco também não é uma boa solução. Nunca devemos comer peixe ou carne cru ou, no mínimo, devemos fazê-lo tendo plena consciência da origem e salubridade da mesma. A carne semi-crua ou crua pode conter micro-organismos que provocam infecções.

Atividades más para o fígado

­

Além de existirem produtos que, por si só, são ruins, a forma com que comemos também é muito importante. A forma com que o produto é tratado, cozinhado e ingerido é essencial para que o nosso fígado não trabalhe demasiado, evitando que desenvolva alguma alteração:

Comer demasiado

Independentemente do tipo de comida, por muito saudável que seja, comer demasiado prejudica o fígado uma vez que ele é obrigado a fazer um esforço extra que pode acabar por afetar o órgão. A recomendação é comer pouco a cada refeição mas fazê-lo com muita frequência ao invés de comer muito em cada prato.

Não mastigar

Engolir ao invés de mastigar é uma atividade muito ruim para o fígado, provocando muitas indigestões e transtornos digestivos. Mastigar adequadamente antes de engolir a comida não só facilita o trabalho do fígado como também o dos demais órgãos envolvidos na digestão, cortando também os seus tempos e melhorando a absorção de nutrientes.

Comidas reutilizadas

Desde que existem eletrodomésticos como a geladeira ou o microondas, cozinhar uma quantidade superior à necessária, conservar e comer mais tarde é algo muito comum. Contudo, reutilizar a comida pode fazer com que esta se contamine e afete o nosso fígado. Sempre que possível, é preferível cozinhar o necessário.

Não lavar frutas e verduras

Muitas vezes não estamos conscientes da quantidade de pesticidas, herbicidas e outros produtos químicos que costumam ser adicionados às frutas e verduras. Se não lavamos estes produtos antes de comê-los, assim como não lavar as mãos, os químicos entram no nosso trato digestivo, devendo ser filtrados pelo fígado.

Manipulação de produtos químicos

Os perigos dos produtos químicos não ocorrem apenas por ingestão, podendo também estar no nosso próprio corpo. Se você trabalha com metais pesados ou algum elemento potencialmente tóxico, deve lavar sempre as mãos antes de comer ou manusear alimentos.

Alimentos prejudiciais ao fígado - saiba o que evitar! - Atividades más para o fígado

Atividades prejudiciais ao fígado

Além da alimentação, existe uma série de aspetos no nosso dia a dia que podem ser prejudiciais para o fígado e que devemos ter em conta se queremos manter este órgão essencial em boas condições. Alguns dos fatores que podem ser mais perigosos são:

  • A automedicação ou a ingestão não controlada de fármacos e drogas.
  • Ter relações sexuais sem proteção.
  • Compartilhar seringas ou utensílios de uso pessoal como escovas de dentes ou lâminas de barbear

Este artigo é meramente informativo, no umCOMO não temos capacidade de receitar nenhum tratamento médico nem realizar nenhum tipo de diagnóstico. Convidamos você a recorrer a um médico no caso de apresentar qualquer tipo de condição ou mal-estar.

Se pretende ler mais artigos parecidos a Alimentos prejudiciais ao fígado - saiba o que evitar!, recomendamos que entre na nossa categoria de Doenças e Efeitos Secundários.

Escrever comentário sobre Alimentos prejudiciais ao fígado - saiba o que evitar!

O que lhe pareceu o artigo?
1 comentário
Tamiles iveira silva
Batata doce faz mal pro figado inflamado?

Alimentos prejudiciais ao fígado - saiba o que evitar!
1 de 4
Alimentos prejudiciais ao fígado - saiba o que evitar!

Voltar ao topo da página