Alimentos que mais causam alergia

Alimentos que mais causam alergia

Há uma série de alimentos que são mais propensos que outros a causar alergias alimentares. Os sintomas desta alergia ocorrem quando o organismo reconhece algumas moléculas dos produtos como algo estranho e cria as substâncias conhecidas como anticorpos que induzem aos sintomas comuns das alergias alimentares. O motivo por que alguns produtos causam alergia e outros não continua sendo um mistério na comunidade científica mas é verdade que há grupos de alimentos que são mais propensos a provocar estas reações. Neste artigo de umComo, revelamos os alimentos que mais causam alergia.

Passos a seguir:
1

Os amendoins e as nozes. Por norma, é verdade que muitos frutos secos podem provocar alergias alimentares. No entanto, entre todos eles os amendoins e as nozes são os mais comuns; há pessoas também alérgicas à avelã ou às amêndoas mas o número de alérgicos é maior nos primeiros.

As pessoas que são alérgicas a estes alimentos têm sempre que verificar a composição dos produtos que compram para evitar uma intoxicação. De modo geral, os pacientes com esta alergia devem evitar comer:

  • Óleo de amendoim;
  • Pistache;
  • Proteínas vegetais.
2

Alergia ao trigo. Quando falamos deste tipo de alergia, não nos referimos à doença celíaca já que uma coisa é ser intolerante a um alimento e outra coisa é ser alérgica (para conhecer a diferença, leia nosso artigo onde explicamos qual é a diferença entre alergia e intolerância). A alergia ao trigo é quando o seu corpo reage organicamente produzindo os sintomas típicos da alergia para proteger o seu corpo das moléculas que ele considera como "estranhas".

Se tiver alergia ao trigo, tenha em atenção à sua alimentação e não consuma os seguintes alimentos:

  • Pão ralado de trigo
  • Cereais ou extratos de cereais
  • Cuscuz
  • Farinha
  • Glúten
  • Kant
  • Glutamato de sódio
  • Seitan
  • Sêmola
  • Sorgo
  • Trigo vermelho
  • Germén de trigo e farelo de trigo
3

Alergia aos frutos do mar. Também são alimentos comuns que causam alergia e muitas pessoas não só sofrem os sintomas quando ingerem frutos do mar, mas quem pesca pode também desenvolver os efeitos desta doença. Para saber exatamente que ingrediente causa a alergia é importante consultar o médico e fazer um exame detalhado que indique o que pode e não pode ser ingerido.

As pessoas que sofrem este tipo de alergia alimentar podem ter a reação de seu organismo ainda que, à primeira vista, acredite não ter consumido frutos do mar. Por exemplo, em muitos bares usam o mesmo óleo para fritar as batatas e para fritar os croquetes e se estes forem feitos com frutos do mar, aqui já tem um fator de risco para que apareça a alergia.

4

Alergia ao leite. Tal como ocorria antes com o caso do trigo, no caso do leite, não devemos confundir a alergia com a intolerância à lactose porque são reações diferentes. Quando falamos da alergia ao leite não nos referimos só à procedente da vaca, mas qualquer tipo de animal que produza leite também pode causar alergia (leite de ovelha, de cabra, etc.)

De qualquer forma, as pessoas que são alérgicas ao leite também o são à lactose já que estes produtos são elaborados com derivados do leite. De modo que se você tiver este tipo de alergia, deve evitar o consumo de produtos lácteos como:

  • Iogurte
  • Queijo
  • Manteiga
  • Nata
  • Kefir

Também devemos prestar especial atenção às etiquetas dos produtos e nos certificar que não contenham leite; observe que muitos alimentos embalados, como bolos ou doces costumam conter algo elaborado com leite. Preste especial atenção na hora de comprar para poder ter uma alimentação saudável e adequada.

5

Os ovos. Muitas pessoas têm alergia aos ovos e a produtos preparados com este ingrediente. Além de uma reação alérgica aos ovos de galinha, os sintomas podem ser ocasionados por qualquer outro ovo, como de codorniz, de ganso, etc.

As proteínas que fazem parte do ovo são a causa das reações alergênicas, por isso, devemos ter um cuidado especial na hora de fazer compras, evitando aqueles produtos que contenham na etiqueta algum destes compostos:

  • Albumia
  • Lecitina animal
  • Ingredientes que contenham o nome de ovo
  • Conalbumina
  • Globulina
  • Livetina
  • Lisozima
  • Vitelina

Do mesmo modo, também deve ser evitado o consumo de produtos preparados, como maionese ou merengue já que são elaborados com ovos.

6

Alergia ao gergelim. A cozinha de origem asiática costuma usar o gergelim em suas receitas, por isso, se você for alérgica a este ingrediente, preste uma atenção especial na hora de ir a um restaurante ou de fazer compras. É importante observar que no supermercado podemos encontrar uma grande variedade de biscoitos que contêm sementes de gergelim, bem como alguns pães de leite.

Os hamburguers vegetarianos também costumam ser feitos com este ingrediente, bem como muitos pratos desta cozinha. Por isso, sempre avise antes de pedir um prato para evitar uma reação alérgica.

7

Alergia à soja. Este produto tem sido muito usado ultimamente, mas inclui-se entre os alimentos mais comuns que provocam alergia. A soja, além de ser consumida em sua forma natural como brotos de soja, também é encontrada em outros produtos preparados, como, por exemplo, o leite de soja, o óleo de soja, a farinha de soja, etc. Se uma pessoa é alérgica a este alimento, deve saber que terá uma reação alérgica com todos os derivados da soja e não poderá consumir nada que a contenha.

Também é preciso ter cuidado na hora de consumir outros produtos que possam conter soja como o tofu, a lecitina vegetal (costuma ser de soja), tamari, óleo vegetal (também costuma ser de soja), o missô, etc. Aconselhamos que, para evitar a intoxicação alimentar, você leia bem os rótulos dos produtos e, em caso de qualquer dúvida, pergunte à pessoa responsável.

8

As alergias alimentares desenvolvem-se de uma maneira específica, já que seu corpo apresenta diferentes reações que lhe causarão mal-estar, prurido, entre outros sintomas. Se você acha que pode ter alergia a algum produto, é importante consultar imediatamente um médico para fazer os exames específicos e, assim, identificar o que está produzindo a alergia.

Também é importante consultar um especialista em nutrição caso identifique algum tipo de alergia, para que ele faça um planejamento alimentar adaptado às suas necessidades e prescreva uma alimentação equilibrada. Não há nenhum tipo de medicamento que cure a alergia. Por isso, o melhor é cuidar de seu corpo com a alimentação e saber o que pode ser ingerido sem colocar sua saúde em risco.

Este artigo é meramente informativo, no umCOMO não temos capacidade de receitar nenhum tratamento médico nem realizar nenhum tipo de diagnóstico. Convidamos você a recorrer a um médico no caso de apresentar qualquer tipo de condição ou mal-estar.

Se pretende ler mais artigos parecidos a Alimentos que mais causam alergia, recomendamos que entre na nossa categoria de Saúde Familiar.