Partilhar

Canelite: causas e tratamento

 
Por Diana Oliveira. Atualizado: 16 janeiro 2017
Canelite: causas e tratamento

A canelite, também conhecida por síndrome de estresse do medial tibial, é uma inflamação que agride a tíbia, que é o principal osso da sua canela. É comum que ela também atinja os tendões e os músculos desta região. A dor aguda que esta inflamação provoca é uma das suas principais características, sendo também um dos mais fortes sintomas. A canelite é muito comum em quem pratica exercício físico sem se proteger corretamente ou mesmo em atletas corredores e saltadores, que trabalham as pernas ao limite. Fique a conhecer um pouco mais este problema. Em umComo vamos mostra-lhe quais são as principais causas e tratamento para esta inflamação.

Também lhe pode interessar: Qual é o tratamento para a gangrena

Causas e Sintomas

A canelite é uma inflamação bastante comum, que afeta sobretudo os atletas. Apesar de surgir devido a vários factores, a causa mais habitual das canelites é o uso abusivo das pernas. Os atletas por fazerem exercícios físicos com bastante regularidade acabam por ser os mais afetados por este sintoma. Apesar de menos comuns existem outras causas que originam esta inflamação como o inchado ou inflação de tecidos junto à tíbia, pés chatos ou mesmo fraturas. Nos atletas é comum aparecerem canelites quando os músculos estão fracos e há falta de alongamentos ou quando existe um aumento repentino da intensidade dos treinos. Erros de treinamento e alteração do calçado ou do piso onde treinam, são também motivos que podem levar à criação de canelites.

No início a dor que sente na região interna da perna, junto à tíbia alivia quando repousa, mas piora quando está em atividade. Este é um dos sintomas iniciais de que algo na sua canela não está bem. Com a evolução da inflamação a dor pode se tornar constante e difícil de atenuar. Em alguns casos é ainda possível sentir o edema na perna, caracterizado por uma espécie de caroço. Nessa altura a dor aparece mesmo sem estar praticando qualquer atividade e você pode mesmo reconhecer a vermelhidão e o inchaço da sua perna.

Canelite: causas e tratamento - Causas e Sintomas

Tratamentos para canelite

Muitos atletas já estão familiarizados com esta inflamação e já sabem quais os procedimentos que devem tomar para o tratamento de canelites. Mas se é a primeira vez que sente estes sintomas o ideal é procurar um médico. É importante que repouse e que não force a área que está inflamada, ela vai estar inchada e sensível. Para aliviar a dor e diminuir a inflamação coloque gelo sobre a perna. Até ir ao médico evite grandes aventuras.

Sempre que possível, o ideal é acompanhar o tratamento com fisioterapia. O médico com certeza que irá receitar um anti-inflamatório e medicamentos para as dores mas é importante que trabalhe ativamente a zona afetada. Durante cerca de 10 dias deve evitar correr e saltar e optar por atividades físicas dentro de água. O gelo é um excelente elemento para ajudar no alívio da dor e da inflamação.

Quando os sintomas começarem a regredir, deve iniciar atividades que ajudem a fortalecer a zona envolvente da tíbia. Progressivamente é importante reabituar as pernas à sua atividade física habitual.

Nos atletas de alta competição, para quem é difícil baixar os níveis de treino e fazer grandes pausas para tratamentos é comum se usar tratamentos mais agressivos. As canetites criam pequenos microtraumas nas canelas, caracterizados por uma espécie de caroços debaixo da pele. Então em atletas que precisam recuperar rápido é comum se rebentar esses pequenos caroços que se encontram na zona inflamada. Com a ajuda de gelo eles massageiam os microtraumas, aplicando força para que estes rebentem. É um tratamento bastante doloroso, mas que para muitos é um solução para se verem livres deste problema.

A acupuntura é também um método eficaz no tratamento da canelite, principalmente se ainda estiver nos primeiros estágios dos sintomas.

Canelite: causas e tratamento - Tratamentos para canelite

Este artigo é meramente informativo, no umCOMO não temos capacidade de receitar nenhum tratamento médico nem realizar nenhum tipo de diagnóstico. Convidamos você a recorrer a um médico no caso de apresentar qualquer tipo de condição ou mal-estar.

Se pretende ler mais artigos parecidos a Canelite: causas e tratamento, recomendamos que entre na nossa categoria de Doenças e Efeitos Secundários.

Escrever comentário sobre Canelite: causas e tratamento

O que lhe pareceu o artigo?

Canelite: causas e tratamento
1 de 3
Canelite: causas e tratamento

Voltar ao topo da página