Partilhar

Como ajudar um familiar com transtorno de personalidade esquizoide

Como ajudar um familiar com transtorno de personalidade esquizoide
Imagem: taringa.net

Em umComo.com.br falamos-lhe sobre como identificar o transtorno de personalidade esquizoide (TPE). Mas, o que acontece quando é o nosso filho quem sofre disso? Ou um familiar próximo? É importante saber como ajudar uma pessoa com transtorno de personalidade esquizoide para poder manter uma relação saudável com esta pessoa e, sobretudo, para poder ajudá-la a melhorar o seu dia a dia. Por isso queremos-lhe dar orientações sobre como ajudar uma pessoa com transtorno de personalidade esquizoide. É muito importante lembrar que é fundamental procurar um profissional para o orientar se você se sentir incapaz e para que possa tirar todas as suas dúvidas.

Passos a seguir:
1

Procure informação a respeito do transtorno da personalidade esquizoide, entenda o que é e tente compreender. Para poder ajudar, primeiro é preciso entender.

2

Entenda os sintomas do transtorno, bem como as crises que o ocasiona e quais são os comportamentos mais comuns.

3

É importante saber como agir. Procure a ajuda de profissionais que o possam orientar e tirar suas dúvidas.

4

Caso a pessoa com transtorno de personalidade esquizoide seja seu filho adolescente, a intervenção educativa, tanto em casa como na escola, deve ser coordenada. Bem como as atuações com o profissional de psiquiatria.

5

Acompanhe-o em suas sessões com o psiquiatra para que sinta seu apoio. Tenha uma boa relação com o profissional que o trata e fique a par da evolução. Preocupe-se se toma suas doses de medicação receitadas pelo psiquiatra de forma correta.

6

Ajude nas tarefas cotidianas do lar, como fazer compras, por exemplo.

7

Não sinta culpa se for difícil manter uma relação social ou afetiva adequada com a pessoa com transtorno de personalidade esquizoide, não tem nada a ver. Compreenda que é o transtorno esquizoide o que faz com que a pessoa aja dessa maneira.

8

Se achar necessário, procure grupos de apoio. Falar com pessoas que sofrem de transtorno de personalidade esquizoide e passam pela mesma situação ajuda a ver as coisas de outra perspectiva.

Este artigo é meramente informativo, no umCOMO não temos capacidade de receitar nenhum tratamento médico nem realizar nenhum tipo de diagnóstico. Convidamos você a recorrer a um médico no caso de apresentar qualquer tipo de condição ou mal-estar.

Se pretende ler mais artigos parecidos a Como ajudar um familiar com transtorno de personalidade esquizoide, recomendamos que entre na nossa categoria de Saúde Mental.

Escrever comentário sobre Como ajudar um familiar com transtorno de personalidade esquizoide

O que lhe pareceu o artigo?
5 comentários
Aurinete de o alves
No momento estou tentando descobrir se meu filho e portador
Dr. Villela
"Acompanhe-o em suas sessões com o psiquiatra para que sinta seu apoio" Isso é uma piada? Se um paciente esquizoide adolescente descobrir que os pais estão se intrometendo em sua terapia ele vai largar a terapia NA HORA. Um paciente com este transtorno possui uma dificuldade grande de se expressar e se comunicar com o terapeuta quando está sozinho com ele. Imagine quando está acompanhado de sua família, que é justamente de onde ele está fugindo! Um conselho para conviver com pessoas com este transtorno é bem simples. Deixem-as em paz, mas não abandonadas. Forçar uma proximidade só irá gerar conflito e drama. Principalmente em caso de terapia onde o paciente vai largar a terapia se sentir que seu espaço e privacidade não está sendo respeitado pelos pais. O pior erro que pais podem cometer com filhos com este transtorno é não respeitar seu espaço e principalmente sua privacidade. Isso gera um estresse gigantesco para o paciente e muitas vezes leva ao suicídio. Para eles ser solitários e não falarem com ninguém e tão natural quanto respirar. Apenas é preciso respeitar isso e não forçar uma interação social sem conhecimento.
José Edgar
Olá, sou o Agnaldo e tenho um amigo de 21 anos e mostra fortes sinais deste transtorno, não sou profissional da área e gostaria de saber como proceder para ajudar pois a família parece ser negligente e opressiva. Obrigado. PS.: Gostaria que alguém por favor me respondesse.
denise
Eu acho que tenho esse transtorno,to pesquisando vários ,e juntando com os meus sintomas e sinais... Esse eh o mais parecido
Usuário anônimo
Continuo não sabendo como agir com meu filho, este tem 25 anos.

Como ajudar um familiar com transtorno de personalidade esquizoide
Imagem: taringa.net
Como ajudar um familiar com transtorno de personalidade esquizoide

Voltar ao topo da página