Partilhar

Como detectar a dispraxia

Como detectar a dispraxia

A dispraxia é um distúrbio no desenvolvimento que se manifesta com uma dificuldade no movimento do corpo, em relação ao espaço e ao tempo. A dispraxia, também conhecida como "Síndrome da criança desastrada", tem a ver com uma dificuldade ou incapacidade para realizar movimentos que pedem certa coordenação, por exemplo amarrar o cadarço, usar talheres, escrever, etc. Se ela for tratada adequadamente tem um bom prognóstico, no entanto não é reversível porque se trata de um amadurecimento inadequado dessa área, mas a criança pode ter um rendimento adequado e uma boa adaptação.

Também lhe pode interessar: Como detectar a disgnosia
Passos a seguir:
1

Aprendizagem tardia. As crianças dispráxicas aprendem mais tarde do que as outras determinadas ações como falar, sentar, ir ao banheiro, gatinhar.

2

Dificuldades na realização de movimentos. À medida que a criança cresce, ficam mais evidentes os sinais do síndrome da criança desajeitada, por isso aparecem dificuldades na realização de movimentos subtis como amarrar os cadarços, usar os talheres, escrever, entre outros.

3

Falta de equilíbrio e coordenação. Não têm noção das dimensões espaciais, é por isso que fazem movimentos desajeitados e sem cuidado.

4

Dificuldades de aprendizagem. Inadequada coordenação nos movimentos com o uso de tesoura, lápis e desenho. Também aparecem problemas na fala.

5

Problemas de concentração. As crianças dispráxicas costumam ter grandes dificuldades para se concentrar em uma única tarefa, com tendência a se distrair com facilidade.

6

Inquietude. Estas crianças costumam estar em constante movimento, com dificuldades para ficar quietas.

7

Habilidades sociais. As crianças com dispraxia têm grandes dificuldades para fazer amizade. São crianças que se aborrecem facilmente.

8

Memória a curto prazo e organização. Têm dificuldades em lembrar das instruções e recomendações recebidas recentemente. Também apresentam má organização na hora de realizar tarefas.

Este artigo é meramente informativo, no umCOMO não temos capacidade de receitar nenhum tratamento médico nem realizar nenhum tipo de diagnóstico. Convidamos você a recorrer a um médico no caso de apresentar qualquer tipo de condição ou mal-estar.

Se pretende ler mais artigos parecidos a Como detectar a dispraxia, recomendamos que entre na nossa categoria de Saúde Mental.

Conselhos
  • É importante ir a um psicomotricista para a reeducação, pois a dispraxia permanece ao longo da vida. Quanto mais cedo começar com o tratamento, melhor prognóstico.
  • A manifestação dos sintomas depende da idade e das características da criança.

Escrever comentário sobre Como detectar a dispraxia

O que lhe pareceu o artigo?
1 comentário
Claudia de Paula Gomes
Como detectar a dispraxia. Gostaria de saber todas as novidades sobre o assunto, como administra-la, se a ritalina é indicada,etc

Como detectar a dispraxia
Como detectar a dispraxia

Voltar ao topo da página