Partilhar

Como detectar uma apendicite

Como detectar uma apendicite

Quando o nosso apêndice se inflama é quando sofremos de apendicite, uma condição que devemos tratar de imediato antes do órgão piorar e começarmos a sofrer de peritonite. Um pequeno pedaço do intestino grosso que está próximo ao cólon e ao intestino delgado é o que se conhece como apêndice e se este se inflamar começaremos a ter todos os sintomas desta condição que podem chegar a ser muito dolorosos. No entanto, alguns dos sintomas são bastante idênticos aos de outras condições como dores de barriga ou gastroenterites, por isso é fundamental que saiba como detectar uma apendicite e poder assim tratá-la o quanto antes. Neste artigo de umComo damos-lhe algumas chaves que lhe ajudarão a detetá-la e informamos sobre o tratamento para eliminar a dor.

Também lhe pode interessar: Como saber se tenho apendicite
Passos a seguir:
1

Para poder detectar uma apendicite é fundamental que saiba reconhecer os sintomas que o seu corpo demonstrará. Deve saber que, dependendo do paciente, os sinais podem ser uns ou outros, de seguida contamos para você os mais frequentes:

  • Dor ao redor do umbigo: é o primeiro sintoma da apendicite e que a maioria das pessoas costumam sofrer. No entanto, ao ser um incômodo tão comum, muitas vezes pode chegar a passar despercebida. A diferença encontra-se em que a dor costuma mover-se da parte inferior direita da bariga concentrando-se no ponto McBurney, que é como se conhece esta zona.
  • Calafrios e tremores: a mudança da temperatura corporal ou a sensação de frio pode aparecer devido à apendicite, embora nem sempre seja assim.
  • Mudanças no trânsito intestinal: uma vez que o intestino grosso fique inflamado, pode ser que as nossas fezes fiquem afetadas e fiquem mais duras do que o normal, quase como se estivéssemos com prisão de ventre, ou pode acontecer o contrário, ficarmos com diarreia.
  • Náuseas ou vômitos e pouca vontade de comer: também pode aparecer algumas destas duas sensações ao sofrer de inflamação do apêndice porque afeta diretamente a gestão dos alimentos.
  • Febre: é também um sintoma frequente que indica que a condição piorou, por isso se sofreu algum dos efeitos anteriores e a febre subiu para os 38 graus ou mais, o melhor é consultar o seu médico de imediato pois é possível que se tenha perfurado.
Como detectar uma apendicite - Passo 1
2

Quando se sofre de apendicite, a dor sente-se de uma forma concreta e com uma evolução muito similar entre todos os pacientes. Se o órgão se inflamar e não se tratar de imediato corre-se o risco de se romper, ou seja, de sofrer de peritonite e o irónico é que quando isto ocorre, a dor caraterística da condição (incômodos junto ao umbigo) parece desaparecer. Mas com o passar das horas a dor se tornará mais intensa e alcançará o cume, até ao momento em que a pessoa sentirá dor ao caminhar ou ao estar de pé.

Pode detectar a apendicite se perceber que a dor que senta na zona da barriga se torna maior quando faz determinadas ações como tossir ou caminhar. Pense que uma gastroenterite ou uma dor de ovários (no caso das mulheres) não é aumentada ao tossir, por exemplo, mas a apendicite sim, por isso, esta é uma boa forma de poder estar alerta e analisar a dor que sente. Neste artigo de umComo explicamos de maneira concreta como saber se tenho apendicite.

Como detectar uma apendicite - Passo 2
3

Em umComo recomendamos que se sente algum destes sintomas vá de imediato ao médico para que o examine e trate da condição o quanto antes. A forma de tratar esta inflamação é uma: removendo o apêndice, pelo que é fundamental que vá ao seu médico para que lhe indique quando lhe farão a intervenção.

Tenha em conta que, dependendo da inflamação, podem operá-lo de urgência ou dar-lhe uma data diferente e, para reduzir os incômodos, irão dar-lhe uma série de recomendações que conseguirão aliviar os incômodos. Recomendações como estas:

  • Cataplasma de argila: aplicando-a em cima da zona inflamada conseguirá reduzir os incômodos e a intensidade da dor.
  • Compressas frias: para diminuir o inchaço também se aconselha que aplique compressas frias na zona e que as vá mudando à medida que vão ficando à temperatura do seu corpo. O frio atua como um analgésico, pelo que irá contribuir para que se sinta melhor.
  • Tomilho: as infusões feitas com esta planta medicinal conseguirão regular o trânsito intestinal, permitir que a inflamação da barriga diminua e que as dores minimizem. Por isso, tome 1 xícara de infusão de tomilho ao dia e conseguirá aproveitar ao máximo os seus benefícios.

Neste artigo de umComo contamos-lhe de forma específica como tratar a apendicite mas deve saber que a única cura consiste na cirurgia.

Como detectar uma apendicite - Passo 3

Este artigo é meramente informativo, no umCOMO não temos capacidade de receitar nenhum tratamento médico nem realizar nenhum tipo de diagnóstico. Convidamos você a recorrer a um médico no caso de apresentar qualquer tipo de condição ou mal-estar.

Se pretende ler mais artigos parecidos a Como detectar uma apendicite, recomendamos que entre na nossa categoria de Doenças e Efeitos Secundários.

Escrever comentário sobre Como detectar uma apendicite

O que lhe pareceu o artigo?
2 comentários
Ana Meira
Embora o conteúdo seja de extrema relevância o vocabulário empregado dificultou o entendimento para pessoas leigas, principalmente ao empregar termos de anatomia específicos de profissionais ou estudantes da área de saúde , como a seguir: "região epigástrica que se irradia em poucas horas para a fossa ilíaca direita" e "O ponto máximo de dor situa-se no ponto médio da linha que une o umbigo com a espinha ilíaca ântero-superior (ponto de MacBurney", o que dificultou a compreensão do texto.
Rosangela
Adorei ter recebido notícias. obrigada

Como detectar uma apendicite
1 de 4
Como detectar uma apendicite

Voltar ao topo da página