Partilhar

Como diferenciar o síndrome de Asperger do Autismo

Por Sara Viega. Atualizado: 26 junho 2017
Como diferenciar o síndrome de Asperger do Autismo
Imagem: sindromeasperger.net

Ultimamente ouve-se falar bastante a respeito do síndrome de Asperger. Parece que estão aumentando os casos desta condição em todo o mundo. Este síndrome é considerado como uma forma de autismo, denominando-se inclusive "autistas de alto rendimento", mas não é o mesmo e é importante saber diferenciar um do outro.

Provavelmente, embora ainda seja pouco conhecida, podemos ter ouvido falar deste síndrome na escola dos nossos filhos ou em algum outro lugar, mas poderíamos diferenciá-la? Por isso em umComo.com.br queremos orientá-lo a respeito de como diferenciar a síndrome de Asperger do Autismo mediante alguns sinais pontuais.

O que é?

Quando nos referimos ao síndrome de Asperger, estamos falando sobre um transtorno do desenvolvimento de caráter neurobiológico, isto é, os fatores sociais não têm nada a ver. Apresentam anormalidades nas seguintes áreas de desenvolvimento:

  • Habilidades sociais
  • Linguagem comunicativa
  • Interesse pelo meio
  • Comportamento repetitivo
  • Área motora

As pessoas que apresentam o síndrome de Asperger têm uma inteligência normal, em alguns casos acima da média, mas com problemas em relacionar-se e com comportamentos impróprios. Costumam ter um pensamento lógico e concreto; seu síndrome, ao não ser aparente, manifesta-se nos seus comportamentos.

Qual é a incidência?

O síndrome de Asperger ocorre em cada 3 a 7 habitantes de cada 1.000 nascidos; costuma apresentar-se mais em meninos.

Como a diferencio do autismo?

A principal característica das pessoas com síndrome de Asperger, comparadas com outras formas de autismo, é que elas podem chegar à vida adulta tornando-se seres independentes e levar uma vida normal. Sendo isto mais provável quando sua profissão tem a ver com suas áreas de interesse, áreas que desenvolvem de forma excepcional. É necessário saber que cada criança, e cada pessoa é diferente, e duas pessoas diagnosticadas com o transtorno do Síndrome de Asperger podem apresentar diferenças entre si, mas aqui falamos dos sintomas mais generalizados. O mais importante para diferenciá-lo do autismo, é que no síndrome de Asperger:

  • Não há atraso na aquisição e desenvolvimento da linguagem. Têm bom vocabulário, chegando a ser às vezes inclusive pedante.
  • Dá-se com maior frequência em meninos.
  • Costuma-se confundir com um Déficit de Atenção.
  • Distraem-se com facilidade.
  • Tendem a estar dispersos.
  • Podem apresentar problemas de aprendizagem, mas não por falta de capacidade intelectual, mas sim por sua dispersão e falta de concentração.
  • Ainda que tenham problemas de relacionamento, desejam ter amigos e sentem-se frustrados por suas dificuldades sociais.
  • Dificuldade para entender os papéis sociais e ter empatia com os demais.
  • O síndrome de Asperger pode originar-se a partir do terceiro ou quarto ano de vida (também se diagnosticam inclusive na adolescência), entretanto, o autismo se detecta com poucos meses de vida.

Dica: Confira também o que é síndrome de savant - características do savantismo.

Este artigo é meramente informativo, no umCOMO não temos capacidade de receitar nenhum tratamento médico nem realizar nenhum tipo de diagnóstico. Convidamos você a recorrer a um médico no caso de apresentar qualquer tipo de condição ou mal-estar.

Se pretende ler mais artigos parecidos a Como diferenciar o síndrome de Asperger do Autismo, recomendamos que entre na nossa categoria de Saúde Mental.

Escrever comentário sobre Como diferenciar o síndrome de Asperger do Autismo

O que lhe pareceu o artigo?
3 comentários
A sua avaliação:
Sandra E Penha
Muitas informações desatualizadas!!! Síndrome de asperger não existe mais, está fora do DSM 5 e pra quem adquiria a fala depois do tempo normal estava dentro do autismo de alto funcionamento, assim como Albert Einsteine e Temple que adiquiriu a fala fora do tempo e mesmo não sendo aspergers apresentou autonomia.
A sua avaliação:
Dalva De Natale
Artigo muito. Temos que ter um mínimo de conhecimento para saber lidar com esse assunto e não discriminar os portadores dele. NUNCA!
A sua avaliação:
Lina Silva
Com meses de vida meu filho parecia um bebê como qlq outro. Seu autismo (q na época eu nao sabia q era) foi se desenvolver depois de um ano de idade pq ele nao falava, nao compreendia algumas coisas q eu falava. Mas seu autismo foi diagnosticado aos 2anos e 8meses. A síndrome de Asperger tem muito semelhança ao autismo sim.
Renato
Em nenhum momento foi dito que não há semelhanças, mas é muito importante deixar claro que o Asperger não é autista, apenas está no espectro do autismo.

Como diferenciar o síndrome de Asperger do Autismo
Imagem: sindromeasperger.net
Como diferenciar o síndrome de Asperger do Autismo

Voltar ao topo da página