Partilhar

Como diminuir a cólica menstrual

Por Michele Lopes. Atualizado: 24 novembro 2017
Como diminuir a cólica menstrual
Imagem: www.knowmore.tv

Também chamada de dismenorreia, a cólica menstrual sem dúvida está no primeiro lugar do ranking das lamentações corporais femininas! Sintoma mais comum da menstruação, ela existe em dois tipos: primário, quando a dor é congênita e começa no primeiro fluxo; e secundário, quando a dor é provocada por outras doenças ou mudanças do sistema reprodutivo, e normalmente aparece depois de a mulher nunca a ter sentido. Em umComo.com.br apresentamos-lhe alguns tratamentos e atitudes que ajudam a diminuir a cólica menstrual. Conheça-os a seguir:

O que é?

A cólica menstrual é um desconforto caracterizado, principalmente, por uma dor na região pélvica (do baixo ventre) iniciada com a liberação de uma substância chamada prostaglandina, que tem como função fazer o útero contrair para que o endométrio seja liberado como sangramento quando não houver a fecundação do óvulo (pode ocorrer antes ou junto com a menstruação).

A dor da dismenorreia pode vir acompanhada de diferentes sintomas: quando mais leve, causa sensação de peso no ventre ou nas costas; se forte, ocasiona mal-estar, diarreia e dor de cabeça; se for muito intensa, chega a impossibilitar a mulher de fazer suas ações rotineiras, causando desordem intestinal, vômito, dor nas costas, coxas e cabeça.

Normalmente, os médicos iniciam o diagnóstico da cólica menstrual diferenciando a primária da secundária para, então, indicar o melhor tratamento para o caso. Para complementar a análise clínica, também pede exames laboratoriais e de imagem.

Remédio só com prescrição médica

Sim, a dor chega a ser quase insuportável e você pensa que qualquer remedinho pode aliviá-la. Mas está errada! A cólica menstrual também pode ser indício de uma doença mais grave, como a endometriose. Por isso, o correto é que se consulte um médico, pois só ele pode indicar o melhor medicamento para o seu caso.

Geralmente, as mulheres apelam aos analgésicos, esquecendo que a cólica é causada por uma inflamação. Por isso, especialistas alertam que os anti-inflamatórios, antiespasmódicos e até anticoncepcionais são os remédios mais indicados para aliviar a cólica menstrual.

Descanso é fundamental

Seja deitada de barriga para baixo com um travesseiro no ventre ou na posição que achar mais confortável, descansar ajuda a diminuir as dores, dormir melhor, e acabar com o cansaço e desânimo causados pela dismenorreia.

Relaxe!

O estresse tende a piorar a dor. Evite situações que causem impaciência e irritabilidade. Florais para ansiedade e raiva podem auxiliar.

Atividades físicas moderadas

Exercícios aeróbicos regulares são excelentes para a diminuição das cólicas. Eles liberam endorfina, um hormônio que alivia a dor, proporciona prazer, ajuda a relaxar e estimula a sensação de bem-estar.

Uma maneira eficaz de amenizar as dismenorreias é deitar com a barriga virada para cima e juntar os pés, aproximando-os o quanto conseguir dos glúteos e afastando as pernas. Depois, vire de costas, segurando os joelhos na direção do peito.

Fotos: corpoacorpo.uol.com.br

Como diminuir a cólica menstrual - Atividades físicas moderadas

Bolsa de água quente

Ela continua sendo uma grande aliada! Quando sentir as dores da cólica, faça compressas com bolsa térmica no abdômen e na região lombar. Desta forma, a irrigação sanguínea será estimulada, a musculatura relaxará e as contrações do útero ficarão mais brandas.

Alimente-se bem!

Alimentos gordurosos, frituras em geral, doces, bebidas que tenham cafeína, e condimentos que provoquem fermentação são os maiores inimigos das cólicas.

Durante o período menstrual, mantenha uma dieta com muita água, verduras, legumes, frutas, carne branca, sementes cruas e oleaginosas, como a noz e a castanha-do-pará, alimentos que ajudam o trânsito intestinal.

Veja também: Tudo o que você precisa saber sobre o Livia para aliviar cólicas menstruais

Este artigo é meramente informativo, no umCOMO não temos capacidade de receitar nenhum tratamento médico nem realizar nenhum tipo de diagnóstico. Convidamos você a recorrer a um médico no caso de apresentar qualquer tipo de condição ou mal-estar.

Se pretende ler mais artigos parecidos a Como diminuir a cólica menstrual, recomendamos que entre na nossa categoria de Saúde Familiar.

Escrever comentário sobre Como diminuir a cólica menstrual

O que lhe pareceu o artigo?
1 comentário
Cidy Leila
Nunca senti cólica mestrual, mas de 2 anos para cá tenho sofrido muito. As dores são fortes, pinicam e queimam é muito desconforto. Já fiz vários exames que mostram que tudo está ok. Cheguei a fazer exames no período forte da dor, mas não deu nada. Estou em tratamento usando anticoncepcional, mas até quando? Se ficar sem com 4 dias a dor volta. Já fui em outro médico e o diagnóstico foi o mesmo. Tenho sofrido muito. Fico pesquisando para conseguir achar uma solução. É só dessbafo...

Como diminuir a cólica menstrual
Imagem: www.knowmore.tv
1 de 2
Como diminuir a cólica menstrual

Voltar ao topo da página