Partilhar

Como educar o meu filho hiperativo

Como educar o meu filho hiperativo

Os sintomas de uma criança hiperativa não variam de um dia para outro, e é necessário lembrar disso para poder prevenir a repetição de muitas atitudes que talvez julgávamos superadas. Por isso como adultos, também devemos ter uma série de atitudes com a criança hiperativa.

Não temos que estranhar a sua impulsividade, sua facilidade para se distrair ou para deixar de cumprir ordens; com as crianças hiperativas não podemos aceitar pactos, nem propor promessas, pois elas não cumprirão. Nem sempre é fácil saber quais são as melhores formas de agir com as crianças que possuem este transtorno de comportamento, por isso em umComo.com.br explicamos a você como educar seu filho hiperativo.

Também lhe pode interessar: Como saber se meu filho tem lombrigas
Passos a seguir:
1

A educação de uma criança hiperativa tem que ser muito diretiva. Deve-se favorecer uma educação que procure criar responsabilidades a partir dos cinco ou seis anos, vendo mais a realidade da criança do que a idade cronológica.

2

Quando falam muito sem se cansar e fazem mais e mais perguntas, pense primeiro o que querem com esta atitude, pergunte-se se é preciso responder ou não, pois nem sempre as perguntas de uma criança hiperativa precisam de uma resposta.

3

Se não recebeu nenhuma recomendação de um profissional que lhe indicou tomar estas atitudes, ao educar uma criança hiperativa evite os castigos por comportamentos inapropriados ou os prêmios materiais por coisas bem feitas.

4

É necessário descobrir quais são as atividades mais relaxantes dentro de casa: desenhar, pintar, fazer construções, quebra-cabeça, brincar com água, escutar música, dançar, fazer ginástica, ver filmes ou reportagens, jogar videogame, desta forma poderemos manter a criança distraída.

5

Quando se trata de educar e compartilhar com uma criança hiperativa, devem ser evitadas situações que prevemos que podem ser um fracasso, por exemplo as cerimônias longas, visitas a casas com espaços reduzidos, etc.

6

Para o fim do dia, recomendam-se atividades que sejam relaxantes para a criança, desta forma é possível ir mais facilmente dormir.

7

Trata-se principalmente dos pais controlarem sua própria angústia e não descontarem nos filhos, melhorando a relação e sendo um pai ou mãe mais estável. É favorável que ambos os progenitores sejam modelos saudáveis para admirar e imitar, potenciando a tendência a crescer e a avançar ao invés de promover o retiro e a regressão da pessoa que vive a vida como um fracasso.

8

Com estas atitudes reforçamos a autoestima da criança hiperativa, que terá mais segurança e confiança em si mesma, sendo mais responsável.

Além disso é bom evitar a insegurança, o perfeccionismo, os sermões contínuos, o fracasso repetido, a falta de autoridade, a superproteção, a satisfação excessiva, a instabilidade ambiental, a angústia dos pais, as queixas, o castigo contínuo, etc.

Este artigo é meramente informativo, no umCOMO não temos capacidade de receitar nenhum tratamento médico nem realizar nenhum tipo de diagnóstico. Convidamos você a recorrer a um médico no caso de apresentar qualquer tipo de condição ou mal-estar.

Se pretende ler mais artigos parecidos a Como educar o meu filho hiperativo, recomendamos que entre na nossa categoria de Saúde Familiar.

Escrever comentário sobre Como educar o meu filho hiperativo

O que lhe pareceu o artigo?
5 comentários
A sua avaliação:
Renata aparecida
tem pessoas que nao sabe o que e iperativo e acaba ofendendo os pais.
A sua avaliação:
Beatriz
tenho um filho de 3 anos e nove mese, ele é ligado no 220, e eu vivi stressada, pois não sei como agir, por limites ,pois falo e ele nem me ouvi, preciso de uma ajuda, obrigada.
Adriana Pedrosa
Tenho gêmeos de 9 anos,que são extremamente hiperativos.Não estou conseguindo educa-los...Como fazer?
conceição
O meu filho não faz dever na sala de aula!e ele tem 6 anos de idade não to sabendo a melhor forma de chama sua atenção, para resolver este problemas... e tem dias que a professora fala que ele fica tipo desafiando ela ai são reclamações todo dia...como tenho que agir com ele?
Laisa Oliveira
Olá, tenho 37 anos e uma filha de irá completar 3 no mês que vem.Pelos sintomas que li aqui neste artigo, sim ela é hiperativa. Me ajudaram muito com as instruções, mas gostaria de saber mais sobre como lidar com ela.
Redação umCOMO (Editor/a de umCOMO)
Olá Laisa, nesse link você pode encontrar mais conselhos e dicas para conviver com sua filha hiperativa: http://www.umcomo.com.br/search/index/cat/10046/q/hiperatividade Espero que ajude e continue a acompanhar-nos!

Como educar o meu filho hiperativo
Como educar o meu filho hiperativo

Voltar ao topo da página