menu
Partilhar

Como identificar o transtorno da personalidade esquiva

Como identificar o transtorno da personalidade esquiva
Imagem: bloguesia.com.br

As pessoas que sofrem de transtorno da personalidade esquiva caracterizam-se por ter sentimentos de inadequação, por serem hipersensíveis às avaliações negativas e por evitar qualquer contato com as pessoas por medo de serem desaprovadas. Se bem este transtorno tem certas semelhanças com a fobia social, diferencia-se desta já que nesta última as pessoas evitam determinadas situações sociais, mas não as relações próximas. No transtorno da personalidade esquiva, evita-se qualquer tipo de interação pessoal; se bem é verdade que existe o desejo de se aproximar das pessoas, o medo de ser rejeitados é mais forte. A seguir, mostraremos como identificar o transtorno da personalidade esquiva.

Passos a seguir:
1

Atividades que envolvem outras pessoas. As pessoas com este transtorno evitam todas aquelas situações, trabalhos ou atividades que impliquem um contacto interpessoal importante já que têm medo de ser criticadas ou de ser rejeitadas. Em muitos casos, chegam a recusar propostas de trabalho importantes por este motivo.

2

Rotina. Estas pessoas costumam ter uma vida muito rotineira que se limita geralmente a ficar em sua casa. Não realizam nenhum tipo de atividade social que implique o contato interpessoal. Preferem a tranquilidade e comodidade do já conhecido a enfrentar situações desconhecidas.

3

Relações interpessoais. Relacionam-se, geralmente, apenas com pessoas que pertencem à família e costumam ter apenas um amigo que não pertença ao circulo familiar. As pessoas que sofrem deste transtorno evitam fazer novas amizades por temor à rejeição. Estabelecem relações de amizade somente quando têm certeza total de que não serão criticadas.

4

Hipersensibilidade. A crítica ou a desaprovação geram um grande mal-estar emocional, sentem-se feridas quando alguém as corrige ou critica. Inclusive, se alguém lhes fizer uma piada sentem-se profundamente ofendidas. O medo destas situações é tão forte que preferem ficar sozinhas a arriscar serem criticadas.

5

Relações de casal. As habilidades sociais destas pessoas costumam ser muito limitadas por seu comportamento. No que se refere às relações de casal acontece a mesma coisa, só podem estar com alguém de quem tenham certeza de que o sentimento é mútuo e que as aceite acriticamente.

6

Autoestima baixa. Sentem-se inferiores às demais pessoas e consideram-se a si mesmas ineptas socialmente, desinteressantes e chatas. Têm medo de que alguém lhes faça alguma pergunta e não saber o que responder ou dizer algo que desperte a zombaria dos outros. Consideram-se ignorantes para atuar diante de determinadas situações.

7

Não assumem riscos. Não se envolvem em novas atividades ou em novas situações porque possam comprometê-las. Tendem a exagerar situações cotidianas fomentando cada vez mais seu isolamento e seu estilo de vida limitado.

Este artigo é meramente informativo, no umCOMO não temos capacidade de receitar nenhum tratamento médico nem realizar nenhum tipo de diagnóstico. Convidamos você a recorrer a um médico no caso de apresentar qualquer tipo de condição ou mal-estar.

Se pretende ler mais artigos parecidos a Como identificar o transtorno da personalidade esquiva, recomendamos que entre na nossa categoria de Saúde Mental.

Escrever comentário

O que lhe pareceu o artigo?
8 comentários
Cris
Tenho isso. Percebi desde adolescente que a minha timidez não era normal, mas até pouco tempo atrás achava que tinha Fobia Social. Foi uma amiga que me sugeriu que o problema é esse Transtorno, e quando li as características, tudo se encaixa comigo. O que esses problemas já me atrapalharam não é brincadeira. E ainda fui obrigada a ser chefe do meu setor e, tendo esse transtorno, me saí muito mal. Nesse setor tinha vários jovens bolsistas, os quais, quando me tornei chefe, passaram a fazer o que bem entendiam, descumprir horários, faltar sem aviso e etc. Eu não tinha perfil de liderança, não tinha autoridade com eles, por mais que tentasse. Fazia reuniões, mas sempre me atrapalhava na hora de falar com eles, ficava envergonhada, gaguejava, me sentia ridícula... Irei em busca de um especialista nesse transtorno. Espero melhorar, apesar de já ter mais de 30 anos e algumas ideias estarem muito arraigadas na minha mente.
Links
Eu ainda não tenho certeza se tenho fobia social ou transtorno de personalidade esquiva, mas creio que seja a primeira, pois eu consigo manter uma relação pessoal e sincera com algumas pessoas, as outras, que também convivem próximas de mim, conhecem um lado meu que tenho que dissimular pra conseguir conviver com elas, eu não consigo demonstrar minha personalidade real pra todos os meus amigos.
Luana
Sou esquiva, quando eu era criança sofria com diversos problemas de fala, por isso raramente falava com medo de ser humilhada, não so pela crianças mas também pela familia. Cresci sem pai e fui criada pela minha mãe como filha única. o problema com a minha voz e minha solidão na adolescência so contínuo. Procure a ajuda de uma psicologa e de uma fonodiologa, melhorou muito a minha relação com as outras pessoas mas ainda tenho dificuldade de me relacionar.
Marcelo fnc
Quer ser minha amiga? RS. É sério
pam
eu acho que tenho este transtorno e depressão tambem,tenho 25 anos e não consigo ter um namorado..triste...alguem quer conversar comigo?
FA
Não sei se sou portador desse distúrbio, mas a descrição realmente verifica com minha situação de vida. Eu cheguei ao nível de evitar até mesmo o contato social por intermédio da internet, sem falar nos meus textos excessivamente rebuscados que possuem o único intuito de criar uma especie de escudo afim de evitar o adjetivo ``idiota``. Por favor, postem o tratamento.
Sonia
Olá, Amigo, FA! Durante determinadas fases da vida, podemos apresentar alguns desses sintomas, sem contudo ser um portador do distúrbio. Há várias maneiras de promover a interação social; uma solução é aceitar o fato de que sente-se só e logo em seguida aceitar o tratamento, onde pode ser fazer caminhadas, cuidar de um animal (gato, cachorro, peixe), não pense que é o único ser do planeta que se encontra com tais sentimentos, eu as vezes, me sinto dessa maneira também. Mas, não se desanime! Você tem valor em si mesmo, não precisa de uma ou umas pessoas te falarem isso, até por que, como nós, elas também tem os problemas delas,rsrsrrsr. Descanse em Deus. ele deseja te dar vida PLENA, ABUNDANTE, PRAZEROSA. Sei que somos mais tentados a ver o que há de ruim em nossa vida, do que o bom,mas acredite em mim, ha coisas boas para serem admiradas, seja uma flor, o por do sol, a lua em meio as estrelas... cabe a você perceber isso. Desejo tudo de bom na sua vida. Fica com Deus e não esquece que existe esperança. Você está VIVO. APROVEITE!!!!
also
eu sou assim, acho que começou por ser ter sido abandonado por meu pai, por não ter irmãos e ter sido criado sozinho. ultimamente sinto falta de companhia, mas acho que é tarde para alguém com 31 anos e sem nenhuma habilidade social. não tenho uma conversa casual com qualquer pessoa há anos e se preciso falar com alguém, as palavras ficam ecoando na minha cabeça por dias. eu consigo trabalhar, mas meus colegas me acham estranho (com razão). tentei fazer terapia, mas é difícil falar sobre mim.
gisa
Sou exatamente assim,vejo minha vida e meus sonhos passarem sem conseguir mudar a situacao, hoje ja com 29 me sinto frustrada com a vida e nao acho uma saida, preciso de ajuda.
Di
Olá, Não creio que seja tarde para procurar ajuda e melhorar. O ser humano está em constante mudança. Um tratamento com psicoterapia pode te ajudar bastante. Tenho uma filha esquiva e , com o tratamento, está apresentando mais facilidade para conviver socialmente.Óbvio que o tratamento é longo, mas se persistir terá bons resultados. Boa sorte!
LUCI, psicóloga
Tem tratamento sim e qualquer tempo é tempo, PRECISA BUSCAR AJUDA O QUANTO ANTES PARA SE TER UM DIAGNOSTICO DA SUA SITUACAO E EM QUE TRANSTONO VC REALMENTE SE ENCAIXA!
freecss
sou esquiva se algum esquiva ler isso por favor seja meu amigo.
Spinha
Eu acho que sou =(
Mariana
Mudar a imagem ajudaria muito. Eu quase saltei da cadeira porque parecia a rapariga do The Ring!
ELLEN
EU ACHO QUE EU TENHO ESSE PROBLEMA COMEÇOU NA MINHA INFANCIA SEMPRE ME DIZIAM QUE EU ANDAVA CURVADA EU NUNCA PERCEBI JA SOFRI MUITO COM ISSO.QUERO SABER COMO TRATAR ESSE TRANSTORNO ISSO ME AJUDARIA MUITO
FREECSS
DESCOBRI QUE SOU ESQUIVA E NÃO SEI O QUE FAZER. TENHO MEDO DE PROCURAR AJUDA
Luana
Faça terapia, procure um psicologo.
Como identificar o transtorno da personalidade esquiva
Imagem: bloguesia.com.br
Como identificar o transtorno da personalidade esquiva

Voltar ao topo da página