Partilhar

Como identificar o transtorno de personalidade paranóide

Como identificar o transtorno de personalidade paranóide

As pessoas que sofrem de transtorno de personalidade paranóide, caracterizam-se por serem desconfiadas e suspeitas em relação às intenções dos outros. Consideram que todas as pessoas, incluindo os seus familiares, estão contra. Como todos os transtornos de personalidade, começa na idade adulta e pode dar-se em diversos contextos sócio-culturais. Normalmente, este transtorno muitas vezes perdura ao longo da vida, interferindo em diversas áreas nas quais a pessoa se desenvolve, afetando o âmbito laboral, familiar, social, entre outros. De seguida, apresentamos-lhe como identificar o transtorno de personalidade paranóide.

Passos a seguir:
1

Enganos. As pessoas com transtorno de personalidade paranóide consideram que todos se aproveitam dela com intenções negativas. Estas suposições não costumam ter fundamento algum na realidade, mas são consideradas por elas com tal validez, que estão sempre preparadas para possíveis histórias ou ataques contra ela.

2

Desconfiança. Os seus amigos, familiares, colegas e companheiros não escapam desta suposição. A confiança e a lealdade das pessoas que a rodeiam está posta em dúvida continuamente, embora não existam motivos reais para isso. Não confia nas pessoas e quando alguém tem boas atitudes, considera que é uma emboscada.

3

Ocultamento. Considera que toda a informação que diga aos demais possa ser utilizada contra ela, por essa razão, não costuma responder a perguntas pessoais ou laborais que envolvam algum grau de responsabilidade. Normalmente, interpreta ou suspeita de significados ocultos ou maliciosos em situações quotidianas ou em fatos mais irrelevantes.

4

Rancores. Geralmente são muito rancorosas, não se esquecem facilmente do que interpretam como insultos ou calúnias. Quando se sentem menosprezadas costumam reagir com hostilidade, sentimento que perdura com o tempo. Sentem-se continuamente atacadas pelos outros e geralmente respondem rapidamente a essa percepção.

5

Ciúmes. Nos seus relacionamentos, costumam ser excessivamente ciumentas, ao ponto de considerar que o seu parceiro o engana sem nenhum motivo. Normalmente tentam ter o controle total dos seus parceiros, para deste modo, evitar que o enganem. Acompanha de perto os passos do seu parceiro, tendo registros dos seus horários, amizades, etc.

6

Relações interpessoais. É hóstil e difícil de tratar, isto gera dificuldades em estabelecer relações com as outras pessoas. Não confia por completo nas pessoas, pelo que tem a necessidade de se mostrar auto-suficiente e independente. Não aceita críticas, e muitas vezes, culpa os outros dos seus próprios erros.

7

Transtornos associados. O transtorno de personalidade paranóide pode estar acompanhado de um transtorno depressivo maior, de agorafobia ou transtorno obsessivo-compulsivo. Também é comum, que nestes casos haja abuso de álcool e outras substâncias.

Este artigo é meramente informativo, no umCOMO não temos capacidade de receitar nenhum tratamento médico nem realizar nenhum tipo de diagnóstico. Convidamos você a recorrer a um médico no caso de apresentar qualquer tipo de condição ou mal-estar.

Se pretende ler mais artigos parecidos a Como identificar o transtorno de personalidade paranóide, recomendamos que entre na nossa categoria de Saúde Mental.

Conselhos
  • O transtorno de personalidade paranóide pode ter sérias consequências para a vida da pessoa, por isso recomenda-se consultar um especialista.

Escrever comentário sobre Como identificar o transtorno de personalidade paranóide

O que lhe pareceu o artigo?
28 comentários
A sua avaliação:
Domingos Lisboa Viegas
Olá bom dia, sou estudante de Psicologia Clínica estou no 2º ano de formação, tive severas dificuldades em diferenciar a personalidade paranoide e obsessivo, mas agora ja tenho luz como compara-las obrigado pelo artigo.
Vanessa Lopes (Editor/a de umCOMO)
Oi Domingos! Que bom saber que as informações foram úteis para você. Muito obrigada pelo seu comentário e continue acompanhando a nossa página :)
kenia
Boa tarde! Estou super preocupada a minha irmã tem todos os sintomas do transtorno de personalidade paranoide, mais nem posso falar sobre esse assunto que ela ficar muito irritada dizendo que ela não é louca e aminha preocupação é que seu esposo não suporta mais e ela tem um filho de 3 anos com comportamento diferente das outras crianças, sinto que a doença dela estar prejudicando. Estou no 3 período de psicologia e isso ficar mais difícil de ajuda-la, pois ela diz que é coisa minha, seu esposo me pediu ajudar e eu não sei como convercer ela procurar tratamento. Me ajude por favor.
Flávio
Eu tbm to sofrendo muito disso , ciúme , coisas de louko , já briguei com minha família toda , sempre desconfio de todo mundo , isso tem cura ? Tudo que mais queria era ter uma vida social , em paz .... Parei com a bebida e com cigarro , PK bebia demais , acho que seja de família , PK minha mãe e assim tbm , e tem um tio , si alguém querer entra em contato pelo what , para fala mais sobre isso ,
Daniele
Não sei o que está acontecendo comigo. Tenho uma Bebê de 2 anos e me separei do meu esposo porque ele não aguentava mais, eu sou grossa, amargurada estressada. me sinto muito inutil por ser assim. sofro disso a 5 anos e queria muito me curar. nem na rua eu saio. apenas saio de casa se for muito urgente.. Pra mim todo mundo fica tramando contra mim. Não tenho amigos. Os que tive se mostraram grandes traíras. Ninguém me entende, me sinto como um peixe fora d'água, vivo cansada. Só me sinto bem dentro de minha casa. Sinto-me desprotegida e frágil diante de qualquer situação. Por favor me ajude.
Madaira
Querida procure um Psicólogo sério, com conhecimento de saúde mental , ele poderá te orientar como procurar um bom médico e esxutará você para que juntos possa compreender o que é seu e o que é do outro.
ANA
Isso. Procure ajuda de um profissional. Tenha força. Grande abraço
fabiana
gostei muito do assunto.gostaria de saber mais.
Vanessa Lopes (Editor/a de umCOMO)
Oi Fabiana, muito obrigada! Poderá ficar a par das nossas novidades subscrevendo à nossa newsletter. Basta entrar neste link e digitar o seu e-mail do lado direito em "Siga-nos de perto": http://saude.umcomo.com.br/
nonickname
eu sempre fui uma pessoa desconfiada desde os 14 anos de idade mas tudo agravou depois que uma namorada em traiu hoje em dia sou uma pessoa paranoica e isso ta me faendo todos que eu conheço ja fico pensando coisas ruins a respeito da pessoa e isso é pq as pessoas percebem que eu to pensando algo ruim e ae n consigo criar vinculos afetivos com mais ninguem.
Rachel
Amigo, se quiser podemos conversar. Eu tenho esse mesmo problema que vc.
LADY
Eu tenho esse problema há exatos 2 anos e não sei como me curar. Não confio em psiquiatras nem em qualquer médico ou amigo para me abrir. NINGUÉM ME ENTENDE SÓ QUEM PASSA ISSO PARA SABER.
Daniele
Verdade! eu te entendo! sofro disso e me sinto infelizzzzzzzzzzzzzz
Marcelo
Olá boa tarde! Eu li sua mensagem e vi que tenho o mesmo problema e estou sofrendo muito na minha vida social poderiamos conversar???
ana
Procure confiar. Essa desconfiança faz parte do quadro clínico. Psiquiatra e Psicólogo poderam te ajudar. Nao acredite que será facil, mas tem que começar. Grande abraço
Stuart Linhares
Olá, minha mãe tem 76 anos(mora sozinha hoje, tratou meu pai com Alzeimer durante 11 anos, entrou em depressão séria, não queria comer, falava que minha prima que morava com ela queria matar o meu pai e que todas as noites ela (minha prima) ia na cama dela rir e atentá-la, vive perdendo as coisas e culpando minha filha , a vizinha, não adimite que está com problema de memória e quando toco no assunto ela surta! Inventa histórias para provar que ela está certa, afimou outro dia que minha filha quando dormiu na sua casa pegou o lençol da cama e jogou no lixo, eu perguntei o que ela fez, ela disse que nada, e que minha cunhada era testemunha do fato (mentira). Quando ela não acha uma tampa de panela na sua cozinha ela vai cobrar minhas cunhadas (que moram na casa da frente em um condomínio fechado) "afimando" já que elas pegaram o que cria uma situação muito ruim de relacionamento entre nós, pois falo que ela não está bem e meus familiares dizem que é maldade dela! Hoje ela toma o PRISTIQ(succinato de desvenlafaxina monoidratado) 100mg pela manha e o CLORIDATO DE MEMANTINA 10mg no final da tarde. Sem estes remédios ela fica incontrolável, me pede para interna-la num asilo e deixa-la morrer, etc... Meu questionamento é que ela com estes medicamentos não tem reagido satifatóriamente como esperava e se há uma solução melhor para tratá-la. Ela já fez ressonância magnética e indicou que ele teve uma pequena isquemia provavelmente há alguns anos atrás e não percebeu (ou escondeu).
Marcelo Braganceiro
Olá. Você deve marcar uma consulta e expor em detalhes essa situação. Se você achar melhor, leve por escrito (para não esquecer de todos os detalhes). Sobre os medicamentos, as vezes falta um ajuste da dose do fármaco ou pra mais ou pra menos, dependendo da avaliação que o médico fará. Mas isso é suposição, o diagnóstico virá pelo profissional que ela fará a consulta. Outra terapia complementar poderá ser feita, visando o conforto da paciente, uma vez que ela se encontra bastante incomodada. Leve todo seu relato ao medico, converse com ele sobre como melhorar o quadro clínico dela e melhorar sua qualidade de vida. Boa Sorte.
Luzia
Tem um remédio com nome de Aldol, pede para um psiquiatra passar, isso ira acalma-lá, foi a unica medicação que resolveu para o meu pai, ela ficará calma e vcs terão paz.
Magali
Olá, meu companheiro tem esta personalidade, desconfia muuuito de mim, em todos os âmbitos, teve até surtos psicóticos com traição, então imaginem como é a situação..... não aceita buscar um especialista, hoje estou estudando psicologia, entendo-o melhor, por favor vcs teriam uma dica de como posso ajudá-lo.... Muito Obrigada Magali
Flaviana
Meu namorado está passando por isso e eu não sei como ajuda-lo . Queria mais dicas para como posso conversar com ele e como posso ajuda-lo não só como namorada mais como amiga !
Dienifer
Flaviana, depois que me casei percebi que meu companheiro esta passando por isso desde a adolescência. Não percebi antes pois ele só era assim entre família, minha sogra já tinha me falado mas achava que era conflito entre eles. Bom, o que tenho para te falar é que você pode ajudar acompanhando e incentivando ele a procurar um profissional, se você tem a sorte de ele não desconfiar de você também, como esta acontecendo comigo, então vocês vão vencer essa batalha !!! Boa Sorte !!
Vanessa Lopes (Editor/a de umCOMO)
Oi Dienifer, muito obrigada pelo seu depoimento valeu :)

Como identificar o transtorno de personalidade paranóide
Como identificar o transtorno de personalidade paranóide

Voltar ao topo da página