menu
Partilhar

Como identificar o transtorno dissocial

Como identificar o transtorno dissocial

O transtorno dissocial apresenta-se geralmente em crianças e adolescentes. Trata-se uma série de comportamentos que evoluem com o tempo, e que tem como característica principal condutas que atentam contra os direitos das pessoas, e que infringem as normas e regras sociais que já deveriam ser cumpridas de acordo com a sua idade. É pouco comum que este transtorno comece após os 16 anos de idade, na maioria das pessoas costuma atenuar-se na idade adulta. No entanto, em alguns casos, pode evoluir para um transtorno antissocial da personalidade. A seguir mostraremos, como identificar o transtorno dissocial.

Também lhe pode interessar: Como identificar um piromaníaco
Passos a seguir:
1

Comportamentos agressivos. Os menores que padecem deste transtorno dissocial começam tendo condutas que não se adequam às normas sociais, como por exemplo, mentiras repetitivas, roubo de lojas, brigas físicas, etc. Com o passar do tempo, estas condutas se agravam e aparecem as ameaças, agressões físicas a pessoas ou animais, violência sexual, uso de armas, entre outros.

2

Lugares e pessoas. Geralmente, esta conduta é realizada em um ambiente conhecido pelo menor, como pode ser o bairro, a escola, a família, etc. Desta maneira, as condutas vão dirigidas às pessoas que o rodeia, seja pais, colegas, professores. Suas condutas geram mais hostilidade no ambiente da criança, fazendo com que essa responda com condutas mais agressivas, tornando-se um círculo vicioso.

3

Relações interpessoais. Em virtude da sua conduta, não costumam ter muitos amigos. A relação com os adultos costuma ser pouco saudável, já que continuamente os desrespeita e os desafia. Costumam ser os acossadores de outras crianças que consideram mais fracas.

4

Baixa autoestima e escassa empatia. Não se preocupam e não estão interessados nos sentimentos dos outros. Geralmente, interpretam como ameaçadoras as condutas dos demais, respondendo agressivamente a elas. Ainda que demonstre ser forte, costuma ter uma autoestima baixa, escassa tolerância à frustração e costuma irritar-se diante de qualquer situação.

5

Ambiente. Têm um rendimento escolar baixo por causa das suas condutas. Costumam ser suspensos ou expulsos dos centros educacionais. As relações com seu ambiente familiar costumam ser negativas, já que estão constantemente violando as normas e regras da casa.

6

Agressões a pessoas e animais. Frequentemente estas crianças desenvolvem condutas extremamente violentas para com as pessoas e os animais. Costumam iniciar brigas físicas ou agredir gravemente às pessoas. Quanto aos animais, costumam torturá-los até deixá-los gravemente feridos ou mesmo matá-los. Também costumam ter ataques de violência, arrebatamentos e realizar assaltos à mão armada.

7

Destruição da propriedade. A provocação de incêndios é uma das características mais frequentes neste tipo de transtorno. O objetivo destes atos é gerar danos graves e irreparáveis. Por outro lado, também é comum a destruição de propriedades de outras pessoas.

Este artigo é meramente informativo, no umCOMO não temos capacidade de receitar nenhum tratamento médico nem realizar nenhum tipo de diagnóstico. Convidamos você a recorrer a um médico no caso de apresentar qualquer tipo de condição ou mal-estar.

Se pretende ler mais artigos parecidos a Como identificar o transtorno dissocial, recomendamos que entre na nossa categoria de Saúde Mental.

Conselhos
  • O transtorno dissocial requer a intervenção de um profissional da saúde urgentemente.

Escrever comentário

O que lhe pareceu o artigo?
3 comentários
A sua avaliação:
Autor Desconhecido xD dica sem me expor vlw.
Eu tenho esse transtorno e uma dica para quem quer ser bom ou o mais próximo disso com esse transtorno, não tem cura mas oque pode inibir se chama princípios, oque me mantém sem causar danos são os princípios que eu sigo, o de não trair que funciona de varias formas, desde não enganar e não agir por interesses, e o de não praticar injustiças e não tolerar também, isso mantém a maldade controlada, mas quando vejo alguém cometendo uma injustiça ai eu fico insano, bom todos tem que ter uma valvula de escape, essa é ruim mas pelo outro lado não pratico coisas ruins por prazer nesse caso.
A sua avaliação:
eduardo raphael
Não confio em ninguém, porem quando se aproximam eu me apaixono e choro se ficar longe. Não consigo manter relações duradouras, pois sou possesívo, e imagino que a todo momento, me apunhalara pelas costas. Choro durante o dia, em posição fetal na maioria das vezes. Tenho pensamentos de agressões fortes contra meus inimigos, mas tento ficar calmo. Não consigo agredir alguem na maioria das vezes. Pois começo a ficar hiper tenso, e ansioso, estressado. Faço uso de substancias constantes e pesadas. Quebro coisas, soco minha casa, não me sinto amado pela minha familia, nem por ninguem. Aguardo uma explicação plausivel
Sandra
quando o comportamento deste transtorno dissocial é passivo? tem alguma diferença de comportamento agressivo e passivo?
Como identificar o transtorno dissocial
Como identificar o transtorno dissocial

Voltar ao topo da página