Partilhar

Como o nervosismo afeta a gravidez

Por Sara Viega. Atualizado: 16 janeiro 2017
Como o nervosismo afeta a gravidez

As emoções têm o poder de intervir diretamente na nossa saúde. Se você está grávida e está atravessando um momento difícil emocionalmente, é provável que esteja agoniada pelo fato de como o nervosismo e o estresse podem afetar o seu bebê, por isso é indispensável que, antes de somar mais uma preocupação, tente procurar ajuda e soluções para conseguir manter a calma.

Investigações médicas estudaram quais são os efeitos do nervosismo e das emoções negativas durante a gravidez e demonstraram que o estresse crônico, a depressão e o nervosismo podem trazer efeitos secundários negativos durante a gestação. Neste artigo de umComo.com.br encontrará detalhadas algumas das consequências mais importantes para que saiba como o nervosismo afeta a gravidez.

Também lhe pode interessar: Como o álcool afeta o feto
Passos a seguir:
1

O nervosismo afeta a gravidez aumentando a possibilidade de parto prematuro. Isto se deve ao fato de que durante uma crise ou episódio prolongado de nervosismo o organismo libera uma maior quantidade de cortisol, substância responsável pela ativação do estresse no organismo. O excesso desta substância durante a gravidez também está relacionado com complicações no parto e o baixo peso do bebê ao nascer. No entanto, nos estudos a maioria das mulheres que tiveram altos níveis de cortisol não apresentaram parto prematuro.

2

A possibilidade de ter um aborto espontâneo também foi relacionada com a forma como o nervosismo afeta a gravidez. Demonstrou-se que quando a mulher está nas primeiras semanas de gravidez e atravessa um momento difícil em sua vida como a morte de um familiar, aumentam as probabilidades de sofrer um aborto. A Universidade de Michigan estudou esta condição e como resultado ficou evidente que o organismo reage perante os níveis altos de hidrocortisona e gera uma sensação de alarme como indicativo de que o corpo não está em condições para uma gravidez.

3

O nervosismo também afeta a gravidez originando possíveis problemas no desenvolvimento intelectual do bebê. Tudo o que fazemos durante a gravidez pode incidir na saúde, desenvolvimento e capacidades futuras de nosso filho. Já sabemos que o excesso de cortisol não é a exceção. Uma investigação canadense comprovou que de todas as crianças estudadas, aquelas que tinham problemas de linguagem provinham de mães que tinham sofrido crises nervosas ou de estresse durante a gravidez.

4

Os problemas emocionais e de comportamento na criança também podem ser considerados uma forma de como o nervosismo afeta a gravidez. Pesquisas demonstraram que existe uma relação estreita entre ter uma gravidez nervosa e as crianças hiperativas e com problemas de atenção. Assim, comprovou-se que quando uma mãe tem uma gravidez tranquila e saudável emocionalmente, o recém-nascido dorme mais horas e é menos irritadiço.

5

Sentir-se estressada e nervosa é muito comum no começo da gravidez, sobretudo em mães de primeira viagem. No entanto, quando um evento maior desencadeia uma gravidez nervosa é recomendável comentar com o especialista para que avalie ferramentas que ajudem a acalmar a ansiedade e a diminuir o estado nervoso.

6

Se falando com o seu médico não encontrou ajuda nem solução para o seu nervosismo, então é recomendável consultar um psicólogo ou procurar qualquer ajuda emocional. Desabafar, falar sobre como se sente, expressar os seus medos, se distrair e enfrentar positivamente os momentos mais difíceis é de grande ajuda para dissipar o nervosismo e evitar que este afete a sua gravidez ou a saúde do seu bebê.

Este artigo é meramente informativo, no umCOMO não temos capacidade de receitar nenhum tratamento médico nem realizar nenhum tipo de diagnóstico. Convidamos você a recorrer a um médico no caso de apresentar qualquer tipo de condição ou mal-estar.

Se pretende ler mais artigos parecidos a Como o nervosismo afeta a gravidez, recomendamos que entre na nossa categoria de Saúde Familiar.

Escrever comentário sobre Como o nervosismo afeta a gravidez

O que lhe pareceu o artigo?

Como o nervosismo afeta a gravidez
Como o nervosismo afeta a gravidez

Voltar ao topo da página