Partilhar

Como saber se estou com depressão

 
Por Julia Latorre. Atualizado: 10 maio 2017
Como saber se estou com depressão

Dizem que a depressão é o mal do século, já que é considerado um dos transtornos mais comuns dentro da sociedade. O que acontece é que a doença tem graus de intensidade e tipos, o que nem sempre facilita na hora de diferenciá-la de uma fase de tristeza, suscetível a todos. As causas são muito particulares e podem estar relacionadas a fatores genéticos, uso de drogas, traumas, estresses, dentre outros fatores. Se você se sente deprimido mas tem dúvidas do diagnóstico, o umCOMO reuniu algumas informações que podem te ajudar a responder a pergunta: como saber se estou com depressão.

Também lhe pode interessar: O que é depressão

Sintomas de depressão e ansiedade

A principal diferença entre tristeza e depressão é o modo como elas são tratadas e as complicações que a depressão pode trazer. Junto com ela pode vir a ansiedade, um transtorno que afeta tanta gente quanto a depressão.

Depressão severa é a forma mais grave da doença, também conhecida como depressão profunda. Ela precisa ser tratada para evitar complicações que podem levar a consequências muito danosas e até irreversíveis.

Saiba que só um médico pode te dar o diagnóstico correto e recomendar o tratamento ideal. Mesmo assim, para saber se você tem depressão, você pode começar prestar atenção nos seguintes sintomas que estão relacionados às doenças:

Depressão severa

  • Estado de tristeza prolongado: tristeza que aparece por algum motivo mas nunca passa, mesmo que o problema já tenha sido resolvido;
  • Desaparecimento de interesse em atividades cotidianas que antes eram prazerosas;
  • Estado de ânimo depressivo constante;
  • Perda de prazer nas coisas boas da vida;
  • Sentimento de desesperança e inutilidade;
  • Perda de empatia perante a situações emotivas;
  • Autoestima baixa e sentimento de inferioridade;
  • Sentimento de culpa e autocobranças;
  • Pensamentos suicidas;
  • Falta de concentração e dificuldade em recordar-se e tomar decisões;
  • Insônia ou excesso de sono;
  • Falta de apetite;
  • Emagrecer ou engordar;
  • Perda de libido sexual;
  • Cansaço sem motivo.

Sintomas de ansiedade

  • Angústia constante;
  • Insegurança e preocupação;
  • Sensação de medo e perigo;
  • Pensamentos negativos;
  • Dificuldades de memória e concentração;
  • Taquicardia;
  • Suores;
  • Agonia no peito;
  • Dificuldade para respirar;
  • Palpitações;
  • Mal-estar, náuseas e vômitos;
  • Cansaço;
  • Alterações no sono, alimentação e vida sexual.

Como saber se estou com depressão na adolescência

Em 2014 a OMS (Organização Mundial de Saúde) destacou em relatório divulgado que a depressão é o principal problema de saúde entre adolescentes. Outro estudo americano divulgado pela Los Angeles Epidemiologic Cathment Area Project detectou que 25% dos adultos com depressão tiveram o primeiro contato com a doença antes dos 18 anos.

Se os pais têm antecedentes de depressão, as chances de o filho também ter aumentam. Ainda de acordo com informações divulgadas por Drauzio Varella, 20% dos pacientes que tiveram quadros de depressão na infância ou adolescência têm o risco de desenvolver transtorno bipolar, uma das complicações da doença.

Um alerta de especialistas quanto a depressão na adolescência é para o fato de que muitas vezes o comportamento depressivo dos mais jovens pode ser tratado como um drama adolescente, o que seria uma forma de ignorar o quadro e deixar aquele jovem mais exposto às possibilidades de agravar a doença e evoluir para as suas complicações.

Como qualquer doença, o diagnóstico e tratamentos devem ser prescritos por um médico. Mas, se você desconfia de depressão na adolescência, fique atento aos seguintes sinais e comportamentos:

Sintomas de depressão na adolescência

  • Humor depressivo constante: melancolia e falta de alegria em viver;
  • Cansaço e preguiça constantes até mesmo com atividades que eram prazerosas;
  • Falta de apetite;
  • Alteração de peso;
  • Isolamento social: evita o contato com família e amigos;
  • Insônia ou sono excessivo;
  • Pensamentos e conversas sobre suicídio e morte;
  • Automutilação;
  • Busca de sensações perigo;
  • Uso e abuso de drogas e álcool.
Como saber se estou com depressão - Como saber se estou com depressão na adolescência
Imagem: radiotimes.com

Teste de depressão e ansiedade

Já existem diferentes testes disponíveis online que ajudam a identificar a depressão e ansiedade com base no que você está sentindo. Entretanto, não há um parâmetro que identifique aqueles que realmente funcionem ou não.

O que essas autoavaliações podem fazer por você é alertar para a necessidade de consultar um especialista. Se você está encanado com essa ideia do teste, sugerimos que você faça diferentes tipos de testes online e com base nos resultados, se eles forem positivos, considere a possibilidade de consultar um psiquiatra ou psicólogo.

Lembre-se que para que eles te ajudem você mesmo precisa ser o mais honesto e espontâneo nas respostas. Não pense muito antes de responder, seja espontâneo e marque aquilo que você sente. Em hipótese alguma faça o seu próprio diagnóstico ou medique-se com base nos resultados dos testes.

Estou com depressão, preciso de ajuda - Tratamento

Quando uma depressão é identificada, o primeiro passo é procurar um profissional da área. Dessa forma, ele poderá avaliar, identificar o grau e então identificar o tratamento adequado. Nem sempre esse tratamento é feito a base de remédios, terapias alternativas também podem ser uma solução dependendo do caso.

Os casos de depressão severa e mais avançada costumam ser tratados com o uso controlado de antidepressivos. Existe muita polêmica em torno desse tipo de medicamento por todos os efeitos colaterais e dependência que ele pode causar. Mas, em certos casos, seu uso é indispensável.

Uma das principais funções do antidepressivo é estimular a produção de serotonina no cérebro, neurotransmissor que está relacionado às sensações de prazer e felicidade. Para os casos de depressão leve, podem ser recomendadas atividades que estimulam esse neurotransmissor, como por exemplo:

Como saber se estou com depressão - Estou com depressão, preciso de ajuda - Tratamento

Este artigo é meramente informativo, no umCOMO não temos capacidade de receitar nenhum tratamento médico nem realizar nenhum tipo de diagnóstico. Convidamos você a recorrer a um médico no caso de apresentar qualquer tipo de condição ou mal-estar.

Se pretende ler mais artigos parecidos a Como saber se estou com depressão, recomendamos que entre na nossa categoria de Saúde Mental.

Escrever comentário sobre Como saber se estou com depressão

O que lhe pareceu o artigo?

Como saber se estou com depressão
Imagem: radiotimes.com
1 de 3
Como saber se estou com depressão

Voltar ao topo da página