Como saber se meu filho sofre de transtorno bipolar

Como saber se meu filho sofre de transtorno bipolar
Imagem: ginatonic.com

O transtorno bipolar (TBP), também conhecido como transtorno afetivo bipolar (TAB) e de forma mais coloquial, estado maníaco-depressivo, caracteriza-se por mudanças repentinas de humor e de comportamento. Pode aparecer na infância, na adolescência ou na idade adulta. Estes transtornos de comportamento podem afetar a vida diária. Por isso, é importante uma detecção precoce para poder levar a criança ao profissional correspondente e iniciar o tratamento adequado, psicológico ou farmacológico, segundo o caso e a opinião do profissional. Em umComo.com.br queremos orientá-lo para que saiba como saber se seu filho sofre de transtorno bipolar já que se apresenta de forma diferente em crianças ou adolescentes.

Na criança

Sintomas para estar alerta perante um possível transtorno bipolar na criança:

  • Sente-se deprimido;
  • Irritabilidade;
  • Mudanças de humor de longa duração;
  • Terrores noturnos;
  • Caprichos;
  • Impulsividade;
  • Comportamentos imprudentes;
  • Raiva explosiva;
  • Ansiedade por separação;
  • Agitação exagerada;
  • Pouco ou muito sono;
  • Enurese;
  • Comportamento inadequado de caráter sexual;
  • Delírios e alucinações;
  • Pensamentos delirantes.

No adolescente

Sintomas para estar alerta perante um possível transtorno bipolar no adolescente:

  • Os adolescentes que podem sofrer de transtorno bipolar podem sofrer episódios alternados de estado maníaco e estado depressivo, ou estado misto, que seria uma mistura de ambos estados ao mesmo tempo.
  • Em estados de mania: humor elevado e expansivo, pouco sono, linguagem acelerada, delírios de grandeza, envolvimento em atividades perigosas, atividade física, alucinações.
  • Em estados de depressão: tristeza e choros, pouco sono, irritabilidade, abandono de atividades que antes eram prazerosas, pouca concentração, baixo rendimento escolar, ideias delirantes, ideias de suicídio, mudanças de apetite.

Quando pode ocorrer?

Os genes podem ser uma causa do transtorno bipolar infantil, mas também há fatores ambientais que podem ser determinantes. Uma perda ou um acontecimento traumático podem levar a um episódio destas características. As mudanças hormonais na puberdade também podem desencadear o transtorno bipolar, nas mulheres pode afetar também estas mudanças hormonais bruscas.

Os adolescentes com transtorno bipolar que não estão diagnosticados, costumam estar mais inclinados para consumir drogas ou álcool.

Se seu filho apresentar a maioria dos sintomas mencionados acima por mais de duas semanas, é recomendável ir a um especialista o quanto antes, porque se deixar passar muito tempo o transtorno bipolar pode piorar e, além disso, é importante diferenciá-lo de outros possíveis transtornos que possam levar a confusões.

Este artigo é meramente informativo, no umCOMO não temos capacidade de receitar nenhum tratamento médico nem realizar nenhum tipo de diagnóstico. Convidamos você a recorrer a um médico no caso de apresentar qualquer tipo de condição ou mal-estar.

Se pretende ler mais artigos parecidos a Como saber se meu filho sofre de transtorno bipolar, recomendamos que entre na nossa categoria de Saúde Mental.