Partilhar

Como saber se uma pessoa tem transtorno obsessivo-compulsivo

Como saber se uma pessoa tem transtorno obsessivo-compulsivo

É normal que, às vezes, verifiquemos as coisas mais de uma vez: se desligamos o fogão, se fechamos a porta de casa, se temos as chaves, etc. É um comportamento normal nas pessoas que, realizamos simplesmente para estarmos mais seguros de que tudo ficou bem. Mas quando este comportamento se torna frequente e os pensamentos negativos passam pela nossa cabeça de forma frequente é quando falamos do transtorno obsessivo-compulsivo ou TOC.

As pessoas que sofrem desta condição mental costumam ter pensamentos perturbadores que se repetem de forma constante chegando a originar uma obsessão incontrolável. Neste artigo de umComo vamos contar para você como saber se uma pessoa tem transtorno obsessivo-compulsivo para que possa aprender a detetar os sintomas desta alteração mental.

Passos a seguir:
1

Vamos começar por falar em que consiste o TOC. Trata-se de uma condição que não se pode considerar uma doença mental pois não se conhece qual pode ser a causa que produz este tipo de obsessão. Atualmente, considera-se uma condição comum uma vez que 2% da população sofre dela. Este transtorno é composto por duas alterações concretas:

  • Obsessões: ou seja, aquelas ideias ou pensamentos que temos de forma permanente na cabeça e que não podem ser controlados de forma voluntária. São impulsos incontroláveis que vêm à cabeça de forma espontânea.
  • Compulsões: é a resposta a esta obsessão, ou seja, o comportamento que essa pessoa realiza para acalmar a obsessão que apareceu na sua cabeça. Por exemplo, se veio à sua cabeça que a pessoa está contaminada (obsessão) a resposta, de certeza, que será usar luvas ou não se aproximar demasiado das pessoas (compulsão).

No entanto, a causa do TOC é ainda desconhecida embora possam existir alguns motivos hereditários que fomentem o aparecimento desta condição mental. Também é verdade que se as substâncias químicas do cérebro não estão niveladas, podemos falar deste transtorno mas, como já dissemos, ainda há um grande desconhecimento neste campo.

No caso de ser uma criança a sofrer desta condição, convidamos você a ler o nosso artigo sobre as caraterísticas emocionais das crianças com TOC.

Como saber se uma pessoa tem transtorno obsessivo-compulsivo - Passo 1
2

Há alguns sinais que lhe podem ajudar a detetar se você ou alguém do seu meio sofre desta condição. De seguida, em umComo vamos falar-lhe sobre os sintomas do TOC que, de forma geral, costumam aparecer durante a infância ou a adolescência e podem aparecer ou desaparecer em diferentes circunstâncias. Tem que saber que esta condição está diretamente relacionada com a ansiedade, por isso, em episódios de estresse ou nervos é provável que possam voltar a aparecer alguns destes sinais:

  • Pensamentos repetidos de forma obsessiva: é comum que as pessoas com este transtorno tenham sempre algumas ideias constante na cabeça que não possam controlar como, por exemplo, o medo dos germens, o medo da morte, etc.
  • Comportamentos repetitivos: como já indicamos mais acima que cada obsessão tem uma compulsão, ou seja, um ato dirigido para aliviar a ansiedade que gera a ideia que o perturba. Neste sentido pode ser que tenha que se certificar mais de uma vez se a o gás ficou desligado, se limpou com antibacteriano uma e outra vez, etc.
  • Picos de ansiedade: depois de ter realizado a compulsão, a pessoa em questão sente como a ansiedade diminuir e se sente muito mais calmo. Não se deve confundir com prazer pois, em nenhum caso, o paciente sente prazer mas apenas tranquilidade ou alívio.
  • Excesso de controle: também é comum que este tipo de pessoa siga um controle muito exaustivo da sua vida, do seu trabalho, das suas amizades, etc, sem ter a liberdade para improvisar ou ser espontâneo.
  • Perfeccionismo: este controle também costuma levá-los a um perfeccionismo exagerado que pode fazer com que seja complicado conviver com ele. Além disso, devido a esta condição também nunca se sentirá 100% satisfeito com aquilo que atingir ou os das pessoas que o rodeia.

É importante que saiba que estas pessoas não podem controlar as suas obsessões. Não leve isso de ânimo leve pois eles irão se sentir muito frustrados com o que está acontecendo com eles, pois são totalmente conscientes do seu problema mas não podem fazer nada para o superar. Em umComo damos-lhe alguns conselhos para que saiba ajudar uma pessoa com TOC.

Como saber se uma pessoa tem transtorno obsessivo-compulsivo - Passo 2
3

Embora o TOC possa aparecer em qualquer altura e possa se relacionar com diferentes aspetos da vida (a comida, os vírus, o sexo, etc), a verdade é que há alguns tipos concretos que são mais frequentes e que costumam ocorrer na maioria dos casos. De fato, a comunidade médico diferencia 8 tipos de transtornos obsessivo-compulsivos:

  • Limpadores: são aqueles pessoas obcecadas com temas que se referem à sujeira, aos germes, à contaminação e outros.
  • Verificadores: pessoas que sentem que, se não verificarem algumas situações, podem ocorrer fatos catastróficos como, por exemplo, um incêndio, um roubo e inclusive a morte de alguém. Este tipo de paciente costuma verificar muitas vezes se o gás está desligado, se a porta ficou fechada, etc.
  • Repetidores: são pessoas que repetem mais de uma vez um ato por um tipo de obsessão (por exemplo, há pessoas que acreditam que se não repetirem algo isso pode originar a morte de um ser querido ou pode originar alguma desgraça).
  • Ordem: este tipo de obsessão costuma se caraterizar por serem muito rígidos, rigorosos e perfeccionistas. Também costumam ter uma obsessão pela simetria e os seus livros de certeza que estarão ordenados por ordem alfabética ou por cores.
  • Acumuladores: outro tipo de pessoas com esta condição são aquelas que acumulam objetos sem motivo aparente e que, depois é quase impossível desprenderem-se deles.
  • Atormentados: são pessoas que têm imagens repetidas na sua cabeça que elas mesma recriam para poder acalmar a sua ansiedade.
  • Sexuais: aqueles pacientes que não podem reprimir imagens sexuais na sua cabeça e que, inclusive, podem chegar a ter algum tipo de complicação na hora de ter uma relação devido ao seu TOC.
  • Rituais mentais: costumam ter imagens repetidas na sua cabeça que eles mesmos recriam para poder acalmar a sua ansiedade.
Como saber se uma pessoa tem transtorno obsessivo-compulsivo - Passo 3
4

O tratamento do TOC deve ser sempre supervisionado por um psicólogo ou psiquiatra que possa ajudar o paciente a remeter as suas obsessões e, assim, as suas compulsões também acalmarão. A terapia do comportamento é a mais recomendada para poder tratar este tipo de paciente uma vez que está indicada para corrigir diferentes pensamentos que podem estar transtornando a pessoa em questão. Este tratamento, como já dissemos, deve ser sempre realizado por um profissional para que se possa estabelecer novos padrões de comportamento que consigam melhorar a sua ansiedade.

Também existem alguns medicamentos que podem tratar o transtorno obsessivo-compulsivo mas os seus efeitos não são imediatos e não servem para todo o tipo de pacientes. Os que se costumam usar são os antidepressivos e/ou ansiolíticos que estão indicados para reduzir a ansiedade e, portanto, para poder controlar melhor as obsessões. De qualquer forma, em umComo recomendamos que consulte um profissional médico que lhe indique o melhor tratamento para o seu caso.

Como saber se uma pessoa tem transtorno obsessivo-compulsivo - Passo 4

Este artigo é meramente informativo, no umCOMO não temos capacidade de receitar nenhum tratamento médico nem realizar nenhum tipo de diagnóstico. Convidamos você a recorrer a um médico no caso de apresentar qualquer tipo de condição ou mal-estar.

Se pretende ler mais artigos parecidos a Como saber se uma pessoa tem transtorno obsessivo-compulsivo, recomendamos que entre na nossa categoria de Saúde Mental.

Conselhos
  • Se você conhece alguém que tenha TOC, é recomendável que consulte um profissional de saúde para que lhe indique um tratamento adequado.

Escrever comentário sobre Como saber se uma pessoa tem transtorno obsessivo-compulsivo

O que lhe pareceu o artigo?
1 comentário
eliane rosa
eu faço tratamento de toc é horrível gostaria de saber mais um pouco sobre está doença por favor me ajude
Redação umCOMO (Editor/a de umCOMO)
Olá Eliane, nesse link você poderá encontrar mais informações sobre o transtorno obsessivo-compulsivo: http://saude.umcomo.com.br/articulo/como-enfrentar-o-transtorno-obsessivo-compulsivo-8419.html

Como saber se uma pessoa tem transtorno obsessivo-compulsivo
1 de 5
Como saber se uma pessoa tem transtorno obsessivo-compulsivo

Voltar ao topo da página