menu
Partilhar

Como são os infartos da placenta

Por Redação umCOMO. Atualizado: 16 janeiro 2017
Como são os infartos da placenta

Ainda que as doenças que afetam a placenta sejam inúmeras, nem todas representam problemas para o obstetra. Os infartos são uma das patologias da placenta que os divide classicamente em infartos brancos e vermelhos. A seguir, em umComo explicamos-lhe como são os infartos da placenta.

Também lhe pode interessar: Quais os sintomas do descolamento da placenta
Passos a seguir:
1

Os infartos brancos são na realidade pseudo-infartos, formados por nódulos de degeneração fibrinoide, situados em pleno tecido placentário.

2

De coloração branco-amarelada ou cinzenta, de consistência dura e rodeados de lanosidades degeneradas, são benignos e não influenciam no desenvolvimento fetal nem no parto.

3

Em sua patogenia intervêm as lesões inflamatórias do endométrio, que produzem um depósito de substância fibrinoide sobre a lanosidade devido à resposta do tecido conjuntivo diante da necrose celular e a trombose das artérias com lanosidades.

4

Os infartos vermelhos consistem em múltiplos núcleos de cor preta, de consistência firme que fazem saliência na cara materna da placenta.

5

Quando são muito muitos têm um aspecto característico.

6

A cor depende da antiguidade dos infartos: a princípio vermelhos, organizam-se desde a periferia por transformação fibrinosa e adquirem uma cor preta ou cinza com aspecto "inchado" e maior consistência.

7

A placenta costuma ser pequena, esmagada e de espessura e peso reduzidos.

8

No exame histológico encontrará, no centro, sangue mais ou menos modificado; depois, estratificação fibrinosa, e na periferia, lanosidades esmagadas que formam uma camada envolvente.

9

Os infartos vermelhos encontram-se nas mães com albuminúria e hipertensas, enquanto raras vezes se observam em mulheres não "toxêmicas".

10

Referente à sua etiologia, pensou-se que o arteriospasmo generalizado na toxemia gravídica afetaria os copos lanudos e em forma consecutiva os interlanudos.

11

Isto originaria a necrose celular com liberação de aminas pressoras e histamina que agravariam secundariamente o quadro.

Este artigo é meramente informativo, no umCOMO não temos capacidade de receitar nenhum tratamento médico nem realizar nenhum tipo de diagnóstico. Convidamos você a recorrer a um médico no caso de apresentar qualquer tipo de condição ou mal-estar.

Se pretende ler mais artigos parecidos a Como são os infartos da placenta, recomendamos que entre na nossa categoria de Saúde Familiar.

Conselhos
  • Toda a gravidez deve ser controlada precocemente para prevenir complicações.
  • Diante de qualquer dúvida a respeito da sua gravidez, consulte um especialista.

Escrever comentário

O que lhe pareceu o artigo?
Como são os infartos da placenta
Como são os infartos da placenta

Voltar ao topo da página