Partilhar

Como se modificam os seios na gravidez

Por Redação umCOMO. Atualizado: 20 janeiro 2017
Como se modificam os seios na gravidez

O aparelho genital feminino também se modifica morfológica e funcionalmente durante a gestação. Na maioria predominam os processos de hipertrofia, hiperplasia, congestão e embebição. De seguida, em umComo.com.br explicamos-lhe como se modificam os seios na gravidez.

Também lhe pode interessar: Como cuidar dos seios durante a gravidez
Passos a seguir:
1

As modificações nos seios são precoces, constantes e numerosas.

2

O fenômeno mais evidente constitui-se na hipertrofia, produzida pela hiperplasia glandular, o aumento de tecido adiposo, a hiperemia e a embebição líquida do tecido intersticial; por idênticas razões sua consistência diminui e, de firmes, os seios ficam flácidos, especialmente após várias gestações.

3

Às modificações precedentes somam-se: aparecimento de fendas pela distensão da pele; a nível do mamilo, maior tensão, sensibilidade e capacidade erétil; pigmentação mais ou menos intensa do mesmo e de sua aréola.

4

Desenvolvimento de uma aréola secundária, de pigmentação mais tênue, na periferia da anterior; aparecimento de uma subtil rede venosa na superfície dos tubérculos de Montgomery ou de Morgagni na aréola primária constituídos por nodosidades variáveis em número (15 a 20) e interpretados como glândulas sudoríparas ou mamárias acessórias rudimentares.

5

Funcionalmente predomina a secreção de colostro, líquido xaroposo, incolor (às vezes acinzentado), cujo aparecimento é precoce a partir das primeiras semanas, para persistir até ao 3º ou 4º dia do puerpério, época em que é substituído pelo leite.

6

O colostro diferencia-se do leite por sua maior densidade e conteúdo de substâncias nitrogenadas e por sua menor proporção de lactose. Contém mais vitaminas A, C e D.

7

No entanto, o colostro não é específico da gravidez, já que se encontra em numerosas circunstâncias fora da gravidez: até um ano após finalizado o aleitamento, menopausas naturais ou cirúrgicas, amenorreias por lesão genital, processos mamários.

8

As modificações anatomofuncionais acham-se governadas pelo sistema endócrino.

9

Os estrogêneos produzem hiperplasia canalicular e, em conjunto com a progesterona, favorecem o crescimento lóbulo-alveolar.

10

No desenvolvimento mamário interviriam ainda a adenohipófise e a placenta através da secreção de adrenocorticotrofina, prolactina e hormônio somatotrófico coriônico.

11

Também participam hormônios do córtex suprarrenal.

12

As glândulas acessórias sofrem os mesmos processos anotados para as glândulas maiores.

Este artigo é meramente informativo, no umCOMO não temos capacidade de receitar nenhum tratamento médico nem realizar nenhum tipo de diagnóstico. Convidamos você a recorrer a um médico no caso de apresentar qualquer tipo de condição ou mal-estar.

Se pretende ler mais artigos parecidos a Como se modificam os seios na gravidez, recomendamos que entre na nossa categoria de Saúde Familiar.

Conselhos
  • Apesar de essas mudanças serem normais, perante qualquer dúvida consulte um médico.
  • Toda gravidez deve ser acompanhada por um médico.

Escrever comentário sobre Como se modificam os seios na gravidez

O que lhe pareceu o artigo?

Como se modificam os seios na gravidez
Como se modificam os seios na gravidez

Voltar ao topo da página