Partilhar

Como superar a quimioterapia

Por Sara Viega. Atualizado: 16 janeiro 2017
Como superar a quimioterapia
Imagem: www.revistaperfil.com

Para muitos pacientes de câncer é mais difícil pensar na quimioterapia do que no próprio câncer. No entanto, o tipo de efeitos colaterais que apresente e que sejam tão severos dependerão do tipo e da dose de quimioterapia que receba e de como reaja o seu corpo. Mas uma coisa não devemos de esquecer, a quimioterapia é sua aliada, é sua amiga e é quem pode salvar sua vida. A seguir damos alguns conselhos para superar a quimioterapia e seus efeitos colaterais.

Também lhe pode interessar: Tipos de Quimioterapia
Passos a seguir:
1

À parte dos tratamentos médicos, existem terapias inovadoras complementares que podem ajudar a aliviar o paciente. Embora ainda se pesquisem mais e melhores métodos, no momento se conhecem os antagonistas da serotonina, os corticosteróides e os inibidores do receptor NK-1.

Existem outras terapias complementares que também podem ajudar o paciente, mas que NÃO SUBSTITUEM outros tratamentos médicos. Sua efetividade clínica não está totalmente demonstrada, apesar de que podem ajudar a aliviar os sintomas derivados, tais como a acupuntura, acupressão (similar à anterior mas com pressão de mãos ou cotovelos), técnicas de relaxamento, musicoterapia ou o uso terapêutico do cannabis (aprovado dependendo de países ou regiões).

2

Quanto à alimentação durante a quimioterapia e o câncer é recomendável a lista de alimentos que enumeramos, mas sempre com a supervisão do médico ou nutricionista. Para melhorar a sensação de náuseas, são aconselháveis bebidas frias e com gás, já que provocam uma ligeira melhoria, particularmente ao tomá-las em quantidades pequenas, ainda que frequentes. Hidratar-se apropriadamente ajuda a reduzir essa sensação pouco agradável, embora um excesso tenda a provocar o efeito oposto.

3

A quimioterapia pode torná-lo mais propenso a ter infecções. Isto acontece porque a maioria dos medicamentos contra o câncer afetam a medula óssea, tornando difícil produzir glóbulos brancos (WBC, por suas siglas em inglês), que são os que combatem muitos tipos de infecções. Seu doutor revisará sua contagem de glóbulos com frequência enquanto você está recebendo a quimioterapia. Há medicamentos que ajudam a acelerar a recuperação dos glóbulos vermelhos, encurtando o tempo quando a contagem de glóbulos brancos é muito baixa. Estes medicamentos chamam-se fatores estimulantes da colônia (CFS, por suas siglas em inglês). Elevar a contagem de glóbulos brancos diminui em grande parte o risco de uma infecção grave.

4

Em relação ao emocional, embora seja certo o que menciona sobre outras pessoas, é importante saber, que você se encontra em um processo de dor, provavelmente esteja em alguma etapa de rancor ou ódio, na qual você simplesmente não tem ânimo para realizar as coisas, no entanto, deve considerar o fato de estar com sua família; apoie-se neles e nos que a façam se sentir bem. Os que estamos em torno do doente de câncer devemos animá-lo.

5

A fadiga - sensação de cansaço e falta de energia - é o sintoma mais comum reportado pelos pacientes de câncer. A causa exata nem sempre é conhecida. Esta pode ser por causa da sua doença, a quimioterapia, a radiação, a cirurgia, a baixa contagem sanguínea, falta de sono, dor, estresse e falta de apetite, junto com muitos outros fatores.

A fadiga da quimioterapia é sentida diferente da fadiga da vida diária. A fadiga causada pela quimioterapia pode aparecer subitamente. Os pacientes com câncer descreveram a fadiga como uma total falta de energia e usaram palavras tais como gasto, exausto e aniquilado para descrevê-la. O descanso nem sempre a alivia. Nem todos sentem a mesma classe de fadiga. Você pode não se sentir cansado enquanto outra pessoa sim está, ou sua fadiga pode não durar tanto como a de outra pessoa. Esta pode durar dias, semanas ou inclusive meses. Mas a fadiga severa desaparece gradualmente à medida que o câncer responde ao tratamento.

6

O exercício físico dependerá da situação de cada paciente. Um fisioterapeuta qualificado poderá ajudar a determinar o exercício ideal, segundo sua situação. É bom repousar para melhorar os sintomas de cansaço, enjoo e vômitos, mas se você se sente bem a atividade física poderia ser benéfica, de passeios leves à natação ou ginástica aquática, sem dúvida muito recomendável.

Este artigo é meramente informativo, no umCOMO não temos capacidade de receitar nenhum tratamento médico nem realizar nenhum tipo de diagnóstico. Convidamos você a recorrer a um médico no caso de apresentar qualquer tipo de condição ou mal-estar.

Se pretende ler mais artigos parecidos a Como superar a quimioterapia, recomendamos que entre na nossa categoria de Doenças e Efeitos Secundários.

Conselhos
  • Outras terapias alternativas, sem base científica provada, são a hipnose, a aromaterapia, o gengibre (planta de alta tradição medicinal) e o exercício. O simples fato de algumas destas terapias ajudarem a relaxar o organismo depois da quimioterapia, já é altamente benéfico.

Escrever comentário sobre Como superar a quimioterapia

O que lhe pareceu o artigo?
2 comentários
ivone
busque a cura natural , evite nitratos cancerigenos, das carnes,leite,ovos, industrializados em geral veja no google: cura natural do conacer - bicarbonato de sodio cura cancer -terapia de gerson -alcalinize organismo
maria auxiliadora figueiredo
Estou com 62 anos e agora me apareceu um cancer de mama. meu marido arrumou uma amante de 28 anos e nos separemos.Tenho tres filhos um em cada lugar.Um médico em Rio Branco, a outra médica em BH psiquiatra,casada mas me proibiu até de ver meus netos.O outro aliou ao pai e ha um ano nao fala comigo.gostaria de saber como me proceder neste casa.So para tudo.

Como superar a quimioterapia
Imagem: www.revistaperfil.com
Como superar a quimioterapia

Voltar ao topo da página