Partilhar

Como tratar a endometriose

Por Sara Viega. Atualizado: 1 agosto 2018
Como tratar a endometriose
Imagem: lapatria.com

Durante os períodos menstruais as mulheres eliminam o endométrio, isto é, a parte interna do útero, já que não se produziu a gestação. Mas, no caso das mulheres que sofrem de endometriose, em vez de eliminar todo o endométrio, parte do tecido fica acumulado em outros lugares da cavidade pélvica, normalmente nos ovários, dando lugar à formação de caroços de tecido que sangram e se inflamam e que, quando obstruem o fluxo regular da menstruação, produzem dores e incômodos. Você sofre desta condição? Se você se pergunta como tratar a endometriose e quais são suas complicações, em umComo.com.br explicamos com detalhes.

Também lhe pode interessar: Como tratar a endometriose de forma natural

O que é a endometriose

O primeiro que devemos esclarecer é que a endometriose é uma doença crônica, o que quer dizer que não tem cura, mas sim possíveis tratamentos para melhorar a qualidade de vida da paciente e reduzir as complicações.

A endometriose ocorre quando o endométrio não é eliminado por completo durante o ciclo, deixando porções de tecido que se acumulam em outros lugares como os ovários, o revestimento da região pélvica, a bexiga e inclusive, em casos menos comuns, fora da região genital, em áreas como os intestinos.

Este tecido que se acumula sangra também durante a menstruação, originando muitas vezes inflamação, dor e, nos casos mais severos, obstruções que impedem que a menstruação flua de forma adequada.

Complicações da endometriose

A principal complicação da endometriose é a dificuldade ou impossibilidade de ficar grávida. Isto ocorre especialmente em mulheres que contam com esta condição em um estado muito avançado, originando múltiplos sintomas e incômodos. Para conhecer mais a respeito deste tema, convidamos você a consultar nosso artigo como a endometriose está relacionada com a infertilidade.

Além disso, podem ocorrer outras complicações como fortes dores pélvicas e quistos na região.

Como tratar a endometriose: analgésicos

A ingestão de analgésicos é o tratamento mais habitual para as mulheres que sofrem de uma endometriose leve com sintomas que não geram muitos incômodos. O tipo de analgésico será receitado segundo o estado da paciente e o critério do ginecologista. No entanto, este tratamento deve ir acompanhado de preferência por um aumento na atividade física da paciente, especialmente no caso de mulheres sedentárias, pois o exercício favorece a melhoria da endometriose.

Além disso, a mulher com endometriose deverá visitar o seu ginecologista a cada 6 meses ou uma vez por ano, segundo o especialista considere oportuno.

Como tratar a endometriose: terapia hormonal

Este tratamento para a endometriose só pode ser aplicado em mulheres que não desejam ficar grávidas momentaneamente pois a ovulação se suspenderá devido à administração de diversos hormônios.

Existem várias terapias hormonais para tratar a endometriose, por exemplo:

  • Anticoncepcionais orais: ingerem-se entre 6 e 9 meses sem pausas com o objetivo de diminuir os incômodos gerados por esta condição. Este tratamento não ajuda a cicatrizar as lesões.
  • Administração de progesterona, que impede o crescimento do tecido e reduz os tumores. Aplica-se por pelo menos 6 meses, com efeitos secundários como depressão, náuseas ou retenção de líquido.
  • Impedir a produção de estrogênio mediante a administração de diversos medicamentos, fazendo com que o corpo entre em um estado hormonal similar ao que se produz durante a gravidez ou a menopausa, com seus típicos efeitos secundários: mudanças de humor, ressecamento vaginal e calores. Recomenda-se por no máximo 6 meses.

Como tratar a endometriose: cirurgia

A cirurgia é o tratamento para a endometriose aplicado em casos mais graves, onde a paciente apresenta importantes dores ou a formação de tecido tumoral.

Existem basicamente dois tipos de cirurgia, uma na qual se procura eliminar o tecido acumulado, tentando conservar os ovários ou parte deles para uma futura gestação; ou a intervenção total, na qual se remove por completo o útero, trompas de Falópio e ovários, um procedimento conhecido como histerectomia, que se aplica só em casos muito graves e que outros tratamentos não tiveram êxito.

Qual é o tratamento para a endometriose adequado para mim?

O método usado para tratar a endometriose só poderá ser determinado por seu ginecologista após realizar uma revisão e estudos necessários. Dependendo do estado em que se encontre e seus sintomas, o especialista decidirá qual é a melhor alternativa para seu caso.

Este artigo é meramente informativo, no umCOMO não temos capacidade de receitar nenhum tratamento médico nem realizar nenhum tipo de diagnóstico. Convidamos você a recorrer a um médico no caso de apresentar qualquer tipo de condição ou mal-estar.

Se pretende ler mais artigos parecidos a Como tratar a endometriose, recomendamos que entre na nossa categoria de Saúde Familiar.

Escrever comentário sobre Como tratar a endometriose

O que lhe pareceu o artigo?
1 comentário
Rosiane
Boa noite tenho orvario policistico aos 14 anos eu descobri q tinha mas de um 2 anos pra ca estou tendo dores fortes e depois da relaçao acabo tendo dor ate no anus e a minha barriga fica muito inchada

Como tratar a endometriose
Imagem: lapatria.com
Como tratar a endometriose

Voltar ao topo da página