Partilhar

Como tratar a epilepsia sem fármacos

Por Redação umCOMO. Atualizado: 20 janeiro 2017
Como tratar a epilepsia sem fármacos

A epilepsia é uma doença crônica, heterogênea, que se deve a diferentes etiologias e que se caracteriza pela presença de duas ou mais crises epilépticas em ausência de injúria cerebral aguda. O objetivo do tratamento é manter sem crise o paciente epiléptico. Para isso, há possibilidade de tratamento não farmacológico e farmacológico. Neste artigo de umComo.com.br, nos referiremos somente ao tratamento não farmacológico.

Também lhe pode interessar: Como tratar a epilepsia
Passos a seguir:
1

Se depois de realizar um tratamento farmacológico correto, com os medicamentos indicados em cada caso, em doses máximas e nas combinações correspondentes, a pessoa continuar com crises epilépticas, deve-se recorrer a outro tipo de tratamento.

2

Entre as opções disponíveis citam-se, dieta cetogênica, estimulação vagal e cirurgia da epilepsia.

3

Nem todos os pacientes e nem todos os tipos de epilepsia respondem a estes tratamentos não farmacológicos. Existem rigorosos critérios de inclusão e de exclusão para cada um deles.

4

A dieta cetogênica é muito rígida, rica em gorduras, com pouco conteúdo de proteínas e carboidratos, e mantém a pessoa em situação de jejum permanente.

5

Seu uso é proposto para formas de epilepsia refratária ao tratamento. Induz à remissão das crises em dois terços dos pacientes tratados.

6

A estimulação vagal é uma técnica que consiste em um dispositivo que estimula o nervo vago (similar a um marca-passo cardíaco).

7

O implante é através de um procedimento cirúrgica que localiza o dispositivo a nível subcutâneo na região subclavicular esquerda.

8

A cirurgia da epilepsia é proposta quando se cumprem certos requisitos: alta frequência de crise que invalidem o paciente para as atividades da vida diária, área epileptogênica bem definida e preferencialmente silente no funcional.

9

Os resultados deste procedimento cirúrgico dependem da correta seleção do paciente, da etiologia da epilepsia e da técnica escolhida.

Este artigo é meramente informativo, no umCOMO não temos capacidade de receitar nenhum tratamento médico nem realizar nenhum tipo de diagnóstico. Convidamos você a recorrer a um médico no caso de apresentar qualquer tipo de condição ou mal-estar.

Se pretende ler mais artigos parecidos a Como tratar a epilepsia sem fármacos, recomendamos que entre na nossa categoria de Doenças e Efeitos Secundários.

Conselhos
  • O tratamento para uma pessoa com crise de epilepsia deve ser indicado por um médico.
  • Existem múltiplas crises que são confundidas com as crises epilépticas. Consulte um médico para ser diagnosticado corretamente.

Escrever comentário sobre Como tratar a epilepsia sem fármacos

O que lhe pareceu o artigo?

Como tratar a epilepsia sem fármacos
Como tratar a epilepsia sem fármacos

Voltar ao topo da página