menu
Partilhar

Como tratar o Cotovelo de Golfista

Como tratar o Cotovelo de Golfista

Os problemas mais frequentes do cotovelo são: Epicondilite lateral ou Cotovelo de Tenista, Epicondilite medial ou Cotovelo do Golfista e Bursite olecraniana. A Epicondilite medial (Cotovelo de Golfista) é uma doença do membro superior bem menos frequente e descapacitante que a Epicondilite lateral (Cotovelo de Tenista). Se você tiver sido diagnosticado com esta patologia, aqui você encontra uma série de recomendações a seguir para seu tratamento.

Também lhe pode interessar: Como tratar o cotovelo de tenista
Passos a seguir:
1

O tratamento inicial para o Cotovelo de Golfista inclui um período de repouso de não mais que 2 dias, uma vez que se poderia transformar a patologia em um problema crônico.

2

Pode-se aplicar gelo no cotovelo afetado. Nunca aplique o gelo diretamente, e sim em bolsas especiais para isso, ou simplesmente embrulhado em um pano ou lenço.

3

É muito útil uma cotoveleira que comprima os músculos, impedindo a contração completa dos músculos extensores, reduzindo a lesão produzida pela tensão no tendão extensor.

4

Esta compressão deve ser exercida em uma região distal ao cotovelo, por isso deve comprimir entre 4 e 5 cm do antebraço até o cotovelo. É preferível usar cotoveleiras que abrangem maior superfície e são colocadas o mais abaixo possível, comprimindo mais os músculos do antebraço.

5

Como em toda patologia muscular e articular, os anti-inflamatórios não esteroides são muito úteis para diminuir a dor. Os mais recomendados são: paracetamol (500 mg/6 horas), ibuprofeno (200 mg/8 horas), ácido acetilsalicílico (325 mg/8 horas), diclofenaco (50 mg/8 horas).

6

Caso a dor não melhore ou esse tipo de anti-inflamatórios esteja contra-indicado para você, aplique infiltrações locais com corticóide, que produz alívio dos sintomas em 90% dos casos.

7

Esta infiltração pode ser repetida de quatro a oito semanas se não obteve melhoria ou se houve recaída, mas não deve ser feita por mais de três ou quatro vezes, pois seria pouco provável que fosse eficaz.

8

Depois que a dor do cotovelo desaparecer é importante recomendar um programa de exercícios para fortalecer os músculos extensores.

Este artigo é meramente informativo, no umCOMO não temos capacidade de receitar nenhum tratamento médico nem realizar nenhum tipo de diagnóstico. Convidamos você a recorrer a um médico no caso de apresentar qualquer tipo de condição ou mal-estar.

Se pretende ler mais artigos parecidos a Como tratar o Cotovelo de Golfista, recomendamos que entre na nossa categoria de Doenças e Efeitos Secundários.

Conselhos
  • Nos casos refratários, onde os sintomas persistem por mais de 6 a 12 meses pode ser proposto um tratamento cirúrgico.
  • No caso de dor no cotovelo, consulte um médico, pois nem todas as dores precisam do mesmo tratamento.

Escrever comentário

O que lhe pareceu o artigo?
1 comentário
A sua avaliação:
Letícia
Eu não acredito que estou com problemas de velhinhos (sem querer ofender), é possível uma pessoa de 16 anos ter esse problema na parte interna do cotovelo? Não tô me aguentando de dor, não consigo nem dormir direito... :(
Como tratar o Cotovelo de Golfista
Como tratar o Cotovelo de Golfista

Voltar ao topo da página