Partilhar

Como tratar um pólipo uterino

Por Melissa Ramalho. Atualizado: 16 janeiro 2017
Como tratar um pólipo uterino
Imagem: abc.med.br

O pólipo uterino é um grande inimigo das mulheres que estão a entrar na menopausa ou já se encontram nela. As mulheres que se encontram nessa fase da vida têm maior probabilidade de desenvolver pólipos, no entanto mulheres jovens também podem desenvolvê-los, porém não com tanta frequência. Para tratar um pólipo você precisa recorrer a um consultório médico ou hospital, dependendo do seu tipo de pólipo. O tratamento por vezes não é complicado mas necessita sempre de acompanhamento médico. Aos primeiros sintomas de pólipos deve entrar em contato com o seu médico, de modo a prevenir possíveis complicações. Apenas 5% dos pólipos são malignos mas não convém evitar as idas ao médico, pois se pretender ter filhos, caso não esteja na menopausa, pode ficar bastante prejudicada com estes pólipos, eles dificultam a fertilização dos óvulos. Descubra em umComo como tratar um pólipo uterino.

Também lhe pode interessar: Quais os sintomas do pólipo uterino

Como diagnosticar um pólipo uterino

O diagnostico de um pólipo uterino primeiro deve ser feito pela paciente, através dos sintomas de pólipos uterinos, como fortes cólicas e forte sangramento vaginal, deve estar atenta aos diversos sintomas. Um exame ginecológico rotineiro também pode ajudar na detecção deste problema, a ultrassonografia transvaginal é o melhor método para a detecção e avaliação de pólipos, pois permite o médico observar não só o útero como também ovários, trompas e toda a região pélvica. Quando os pólipos uterinos estão localizados na parte externa do colo do útero, são facilmente detetados nos exames preventivos de rotina. Quando estes exames demonstram uma possibilidade de haver uma malignidade, deve ser feito com urgência uma histeroscopia com biópsia pois só assim haverá um diagnóstico preciso. Em 95% dos casos os polipos são benignos mas não convém arriscar, deve-se sempre procurar um médico e fazer todos os exames necessários.

Como tratar um pólipo uterino - Como diagnosticar um pólipo uterino
Imagem: babyplan.ru

Como tratar um pólipo uterino

O tratamento vai variar do tipo de pólipo que se desenvolva, por exemplos os mais pequenos que não dão quaisquer sintomas, só são removidos em caso de suspeita de câncer. Se não houver qualquer risco de pólipo maligno, basta haver uma vigilância da parte do médico para ver o desenvolvimento do pólipo.

Se o seu pólipo revelar sintomas terá de removê-lo, a forma de remoção varia dependendo do tipo de pólipo, se ele for benigno é feita uma histeroscopia, isto é um método usado normalmente pelos médicos, usa-se um histeroscópio para se ver o interior do útero e através desse histeroscópio insere-se instrumentos para a remoção do polipo. Este procedimento não necessita de anestesia geral, basta uma anestesia local e pode ser feito no consultório do seu médico. O polipo removido pode ser enviado para análise caso haja dúvidas sobre a sua benignidade.

Se ficar provado que o pólipo é maligno será necessária uma intervenção cirúrgica para a remoção do útero. Caso uma mulher tenha uma idade avançada, já não pretenda ter filhos e sofra constantemente de pólipos, os médicos também aconselham a retirada do útero.

Como tratar um pólipo uterino - Como tratar um pólipo uterino
Imagem: uchospitals.edu

Este artigo é meramente informativo, no umCOMO não temos capacidade de receitar nenhum tratamento médico nem realizar nenhum tipo de diagnóstico. Convidamos você a recorrer a um médico no caso de apresentar qualquer tipo de condição ou mal-estar.

Se pretende ler mais artigos parecidos a Como tratar um pólipo uterino, recomendamos que entre na nossa categoria de Saúde Familiar.

Escrever comentário sobre Como tratar um pólipo uterino

O que lhe pareceu o artigo?

Como tratar um pólipo uterino
Imagem: abc.med.br
Imagem: babyplan.ru
Imagem: uchospitals.edu
1 de 3
Como tratar um pólipo uterino

Voltar ao topo da página