Como tratar uma intoxicação alimentar

Como tratar uma intoxicação alimentar

A intoxicação alimentar acontece quando se comem alimentos contaminados. Isto é mais provável que aconteça depois de comer produtos de carne, ovos ou produtos láteos que contenham bactérias prejudiciais, tais como E. Coli. Se tem uma intoxicação alimentar por alimentos, é provável que tenha muitas vezes um dos seguintes sintomas: náuseas, mal-estar estomacal, diarreia, calafrios, vômitos e febre.

Os medicamentos contra as náuseas ou a diarreia, são praticamente inúteis contra a intoxicação alimentar, que é essencialmente uma infeção bacteriana. Leia o artigo que se segue para saber o que você pode fazer para ajudar a aliviar estes sintomas, mas não se esqueça que o mais importante é que se ponha em contato com um médico para que analise o seu caso.

Vai precisar de:
Passos a seguir:
1

Mantenha-se hidratado. Os efeitos da intoxicação alimentar causam desidratação e fazem com que se sinta pior. Beba água e outros líquidos, mas evite a cafeína, que atua como um diurético que o fará urinar com mais frequência. Beba apenas líquidos claros, como o caldo de galinha ou caldo de legumes, quanto mais claro é o líquido mais água contém. O objetivo é repor os líquidos que perdeu através da diarreia ou vômitos.

2

Coma. Provavelmente não quer, porque não se sente bem, mas deve comer para manter a sua energia. Coma alimentos secos, como torradas ou biscoitos. Quanto mais mole a comida, mais provável é que seja capaz de a digerir. Não coma alimentos picantes ou frutas que sejam difícil de digerir enquanto estiver doente.

3

Tome alguns suplementos probióticos ou coma iogurte com culturas vivas. Os probióticos são microrganismos vivos que são benéficos para o corpo e podem ajudar a prevenir ou a tratar os sintomas causados pelas bactérias prejudiciais, incluindo o tipo que causa a dita intoxicação. Também são elogiados pela sua capacidade para estimular o seu sistema imunológico e prevenir infeções. Podem ser encontrados em forma de pílulas ou cápsulas, mas também se encontram no iogurte que contém culturas vivas.

4

Os iogurtes de marca que contêm culturas vivas, geralmente vêm especificados na embalagem, e as lojas de iogurte congelado tendem a mostrar essa informação nos sinais e publicidade. Trate de se manter afastado da gama de iogurtes que contêm uma grande quantidade de açúcar, uma vez que isso pode irrita ainda mais o seu estômago.

5

Deve ser paciente. Pode tardar alguns dias para limpar as toxinas da intoxicação alimentar. Descanse o máximo possível e abstenha-se de exercício vigoroso até estar bem novamente. Leia os avisos em baixo na secção de conselhos.

Para informações extras, confira o artigo sobre o que acontece quando ingerimos água e alimentos estragados.

Este artigo é meramente informativo, no umCOMO não temos capacidade de receitar nenhum tratamento médico nem realizar nenhum tipo de diagnóstico. Convidamos você a recorrer a um médico no caso de apresentar qualquer tipo de condição ou mal-estar.

Se pretende ler mais artigos parecidos a Como tratar uma intoxicação alimentar, recomendamos que entre na nossa categoria de Doenças e Efeitos Secundários.

Conselhos
  • Dê eletrólitos orais a uma criança ou bebê que sofre de sintomas de intoxicação por alimentos. Estes encontram-se na maioria das farmácias.
  • Procure atenção médica se qualquer das seguintes condições se aplicam a si.
  • 1. Os seus sintomas duram há mais de cinco ou seis dias ou parecem estar piorando.
  • 2. Tem sangue ou muco nas fezes. Pode ter uma hemorragia intestinal. Pode ser esclarecido por si mesmo, mas é melhor consultar um médico.
  • 3. As suas fezes são de cor negra. Isto significa que está gravemente desidratado.
  • 4. Tem uma febre que dura há mais de três dias.
  • Também pode optar pelo seguro, e procurar atenção médica imediatamente se a sua criança ou bebê contraiu alguma intoxicação alimentar. As crianças e os idosos, cujos sistemas imunitários são mais fracos em geral, são mais propensos a desenvolverem anemia ou inclusivamente uma paralisia muscular como consequência de caos graves de intoxicação alimentar.