Partilhar

Dor no canal da urina em homens, o que pode ser?

Por Yasmin Fonseca. Atualizado: 27 setembro 2018
Dor no canal da urina em homens, o que pode ser?

A ardência ao urinar, também chamada de disúria, é um sintoma muito comum em infecções e inflamações que envolvem o trato urinário, podendo ter origem desde pedras nos rins, que incomodam ao passar pelo trato, até doenças sexualmente transmissíveis. A disúria é mais comum em homens com vida sexual ativa e já na fase adulta, além de ser um sintoma bastante comum por poder ter diversas origens. Se você está com dificuldade ou dor ao urinar, explicamos melhor neste artigo do um como sobre: dor no canal da urina em homens, o que pode ser?

Também lhe pode interessar: Dor nos testículos, o que pode ser?

O que pode ser ardência ao urinar

Infecções

A infecção mais comum no trato urinário é a infecção urinária, doença causada por bactéria que entra no corpo pela uretra e pode se expandir, chegando até mesmo aos rins e causando falência caso não seja feito tratamento adequado. As doenças sexualmente transmissíveis também estão entre as infecções causadoras da ardência ao urinar no homem principalmente em caso de clamídia, infecção que pode causar, além dor no canal da urina, corrimento peniano, dores e ardência ao realizar relações sexuais e dor abdominal.

As infecções acabam gerando a balanite que, de forma geral, é causada por irritações comum e desaparece sem que se faça um tratamento[1], entretanto, em caso de infecções será necessário tratar a doença para que haja melhora nos sintomas. Em caso de ardência ao urinar após relação ou se for observado algum outro sintoma sério como corrimento de odor desagradável ou bolhas no pênis, é necessário que se consulte um médico urologista pois são esses sintomas de infecção.

Leitura complementar: Ardência após relação, o que pode ser?

Pedra nos rins

O cálculo urinário, também chamado de pedra nos rins, pode causa dor ao urinar, já que este caso, o que causa dor na hora de urinar são as pequenas pedras que acabam machucando a uretra no percurso, ao serem expelidas pela urina, ou até mesmo ficando presas por serem demasiado grandes para passarem, causando, além da dor, sangramento ao urinar e ardência após urinar.

Em caso cálculo o paciente poderá sentir desconforto abdominal, dor no pênis, cólica renal, náusea e alteração no jato urinário[2], já que a passagem da uretra estará obstruída.

Uretrite

A uretrite é a inflamação da uretra que pode ser causada por DSTs como a clamídia e a gonorreia, ambas doenças sexualmente transmissíveis, o que pode ocorrer tanto em homens como em mulheres, além disso, também é possível desenvolver a inflamação em razão de alergia a produtos de higienização utilizados na região íntima ou então por irritações físicas.

Os principais sintomas da uretrite são a dor e dificuldade ao urinar e seu tratamento é feito por meio do uso de antibióticos, além disso, para evitar a uretrite é importante sempre fazer uso de preservativo durante relações sexuais. Para saber mais, veja como tratar a uretrite.

Prostatite

É a inflamação da próstata que pode tanto ser causada por bactérias infecciosas quanto por outros problemas como a síndrome da dor pélvica crônica[3]. Além da dor e dificuldade ao urinar, a prostatite pode causar dor nos testículos e ao ejacular e sangue no esperma.

Em caso de prostatite crônica é comum que o paciente também apresente infecções urinárias, nesses casos é necessário que se faça uso de antibióticos visando impedir que as bactérias continuem a se reproduzir, além disso, também é necessário que o paciente faça alterações em sua alimentação e que jamais mantenha a bexiga cheia. Para saber mais, veja como cuidar da prostatite crônica.

Tratamento para ardência ao urinar

O tratamento efetivo para doenças do trato urinário deve ser receitado por um médico de acordo com a doença desenvolvida, entretanto, existem formas de aliviar a dor ao urinar.

  • Beba bastante água: omelhor remédio caseiro para ardência ao urinar em casos se infecção é a água, isso porque a grande produção de urina ajuda a expelir as bactérias para fora do corpo, acelerando o processo de cura mesmo após o início do tratamento;
  • Evite alimentos que favoreçam inflamações: da mesma forma que existem alimentos que nos ajudam a evitar inflamações, existem também os de efeito oposto, sendo os principais entre eles o café, refrigerantes e alimentos industrializados e alto teor calórico;
  • Não prenda a urina: em caso de infecções, quando seguramos a urina acabamos deixando as bactérias causadoras do problema por mais tempo em nosso corpo, aumentando também seu crescimento;
  • Tome bebidas ácidas: sucos como o de cranberry e o de laranja contêm bastante acidez e podem ajudar seu corpo a acabar com as bactérias, além de serem mais uma forma de aumentar a produção de urina.

As dicas acima são para doenças infecciosas, entretanto, mesmo assim a grande maioria delas necessita de antibióticos para ser tratada e também de acompanhamento médico.

Sugestão: Infecção urinária dá febre?

Tipos de infecções de urina em crianças

A infecção urinária é um problema frequente em crianças, com uma prevalência aproximada de 2 a 5%. Por volta de 5-8% de meninos e meninas menores de 2 anos com febre sem um foco definido têm uma infecção urinária. A partir dos 3 anos a infecção urinária é bem mais frequente em meninas, de forma que cerca de 5% das escolares sofrem. Os tipos mais comuns são:

Pielonefrite aguda

A infecção urinária que apresenta febre > 38,5° C associada a sinais biológicos de inflamação, por exemplo, a proteína C reativa (PCR), a pro calcitonina ou a velocidade de sedimentação globular (VSG) aumentadas. Comporta um risco potencial de lesão renal com aparecimento de cicatrizes corticais.

Cistite nos meninos e meninas

A infecção urinária localizada na bexiga urinária, que costuma ser afebril, com presença de sintomas miccionais e ausência de dor lombar, e que não comporta risco de lesão do parênquima renal.

Uretrite nos meninos e meninas

A uretrite é pouco frequente em pediatria como entidade isolada, se manifesta também com sintomas miccionais sem febre e, com frequência, com eliminação de exsudato tal como se vê em adolescentes. Em crianças menores pode fazer parte, praticamente sem diferença pela clínica, de balanopostite, de vulvovaginite ou de cistite.

Bacteriuria assintomática

Bacteriuria assintomática é a presença de uma contagem significativa de bactérias na urina em ausência de sinais ou sintomas clínicos.

Infecções de risco ou complicadas

Infecções de risco ou complicadas correspondem às infeções urinárias de vias altas:

  • Febre > 38,5° C.
  • Idade < 2 anos (principalmente < 6 meses).
  • Mau estado geral.
  • Aspecto tóxico.
  • Desidratação.
  • Algum dos seguintes antecedentes (associados ou não aos critérios anteriores): recidiva, resistente a tratamentos prévios ou antecedentes de nefrouropatia.
  • Leucocitose, valores elevados dos reagentes de fase aguda (PCR >30 mg/L, VSG > 30 mm/hora, pro calcitonina > 1 µg/L).

Infecções de baixo risco ou não complicadas

  • Habitualmente afebris ou febrículas (>= 38° C).
  • Idade> 2 anos (principalmente em meninas).
  • Síndrome miccional.
  • Bom estado geral.
  • Hidratação correta.
  • Ausência de antecedentes pessoais ou familiares de nefrouropatia significativa.
  • Ausência de antecedentes de infeção urinária de risco ou de repetição.
  • Pouca ou nula alteração dos reagentes de fase aguda.

Este artigo é meramente informativo, no umCOMO não temos capacidade de receitar nenhum tratamento médico nem realizar nenhum tipo de diagnóstico. Convidamos você a recorrer a um médico no caso de apresentar qualquer tipo de condição ou mal-estar.

Se pretende ler mais artigos parecidos a Dor no canal da urina em homens, o que pode ser?, recomendamos que entre na nossa categoria de Saúde Familiar.

Referências
  1. http://www.spp.pt/UserFiles/file/Publicacoes_Curso_Verao_2012/Vulvovaginites_Balanites.pdf
  2. https://www.ufrgs.br/telessauders/documentos/protocolos_resumos/resumo_litiase_renal_TSRS.pdf
  3. http://sbu-sp.org.br/publico/doencas/prostatite/

Escrever comentário sobre Dor no canal da urina em homens, o que pode ser?

O que lhe pareceu o artigo?
1 comentário
A sua avaliação:
Rafael Monteiro
Tenho dor no final da urina, o que pode ser?

Dor no canal da urina em homens, o que pode ser?
Dor no canal da urina em homens, o que pode ser?

Voltar ao topo da página