Partilhar

Microcefalia - Causas e Tratamentos

Por Nicolas Santos. Atualizado: 2 julho 2018
Microcefalia - Causas e Tratamentos
Imagem: vermelho.org.br

A microcefalia é uma doença originada de uma deformação neurológica geralmente rara, que impede que a cabeça do indivíduo se forme no tamanho natural, comum entre as outras pessoas. Surge durante a formação do feto, sendo diagnosticada no começo da vida do indivíduo e o resultado mais atenuante é o impedimento do crescimento adequado do cérebro durante e após a gestação.

A microcefalia pode ser causada por uma série de problemas, ambientais, genéticos, ou até mesmo, como no caso dos surtos, por outras doenças; sendo que as causas principais e mais conhecidas são as que se originam da genética. Apesar de não possuir cura, quando a doença é descoberta nos primeiros meses de vida do paciente, pode-se ao menos melhorar a sua qualidade de vida com alguns tratamentos. Para saber mais sobre as Causas e tratamentos da Microcefalia continue lendo este artigo que umComo preparou para você.

Causas da microcefalia

Microcefalia pode ocorrer durante a gestação ou no decorrer da infância, no entanto, os casos mais comuns se desenvolvem durante a gestação, por questões genéticas. As causas da Microcefalia podem ser:

  • Infecção congênita, citomegalovírus;
  • Toxoplasmose durante a gravidez;
  • Escassez de oxigênio durante o desenvolvimento do feto (existem algumas complicações na gravidez ou no parto que causam a diminuição do fornecimento de oxigênio para o feto);
  • Defeitos durante o processo de formação do sistema nervoso (pode se dar inclusive na infância);
  • Falta de nutrientes na gravidez;
  • Uso de drogas durante a gravidez, assim como álcool e fortes produtos químicos;
  • Rubéolas congênitas.

A microcefalia pode ser detectada nos primeiros exames após o nascimento, num diagnóstico regular, pois não é difícil identificá-la. Neste caso, é sempre bom manter os exames do recém-nascido em dia, tal como os exames de gestação. Caso você suspeite que a cabeça do seu bebê não tem o tamanho aproximado da cabeça das outras crianças, converse com o seu médico. Por ser uma doença resultante da má formação do sistema nervoso, a microcefalia pode estar presente em síndromes como a de Down, Cornelia de lange, Edwards, Smith-Lemli-Opitz, Seckel, Rubinstein e Cri du Chat.

Como é feito o diagnóstico da microcefalia

A microcefalia pode ser diagnosticada, como dissemos, a partir do acompanhamento do desenvolvimento do bebê. Basta um exame com fita métrica ao redor da cabeça para notar se há ou não alguma anomalia em sua formação; ou mesmo exames como o de tomografia computadorizada, exames de sangue e ressonância magnética, sendo que estes três podem, inclusive, ajudar a detectar a causa da microcefalia. Médicos como pediatras, clínicos gerais, neurologistas podem realizar o exame.

  • Na consulta:

Antes de realizar o exame, se prepare com alguns informações sobre o bebê, simplesmente para agilizar o processo de diagnóstico. Quanto mais informações e variantes o seu médico possuir, mais preciso será o exame. Você provavelmente precisará de: Histórico médico familiar, data em que você notou alguma diferença no tamanho da cabeça do bebê/criança e, se houver; doenças de gestação, consumo de medicamentos ou drogas.

Microcefalia - Causas e Tratamentos - Como é feito o diagnóstico da microcefalia
Imagem: revistacrescer.globo.com

Tratamento da microcefalia

Não existem tratamentos ou medicamentos para a microcefalia, uma vez que não é possível fazer com que a cabeça da criança volte ao seu desenvolvimento normal, ainda mais quando a causa é neurológica. O indicado é a busca por tratamentos fisioterapêuticos, ocupacionais, etc., formas de amenizar as consequências da condição da criança ou bebê.

Convivendo

Naturalmente o tomar consciência de que o seu filho possui microcefalia não pode despertar bons sentimentos, no entanto, é necessário saber conviver com a limitação. Procure apoio de equipes profissionais e peça-lhes por dicas sobre como lidar com a doença, procure, também, famílias e conhecidos que passam pela mesma situação.

Como prevenir a microcefalia?

Para evitar a microcefalia basta não consumir álcool, drogas ou medicamentos não prescritos e não recomendados durante a gestação. Em casos genéticos, consulte um geneticista antes de ter um filho. Estas são as formas conhecidas de se prevenir a microcefalia, no entanto, englobam apenas duas das suas causas. Para mais informações, consulte o seu médico.

Este artigo é meramente informativo, no umCOMO não temos capacidade de receitar nenhum tratamento médico nem realizar nenhum tipo de diagnóstico. Convidamos você a recorrer a um médico no caso de apresentar qualquer tipo de condição ou mal-estar.

Se pretende ler mais artigos parecidos a Microcefalia - Causas e Tratamentos, recomendamos que entre na nossa categoria de Doenças e Efeitos Secundários.

Escrever comentário sobre Microcefalia - Causas e Tratamentos

O que lhe pareceu o artigo?

Microcefalia - Causas e Tratamentos
Imagem: vermelho.org.br
Imagem: revistacrescer.globo.com
1 de 2
Microcefalia - Causas e Tratamentos

Voltar ao topo da página