O que comer para engravidar

O que comer para engravidar

Ter um filho é um dos principais objetivos de muitos casais. Infelizmente, a gravidez nem sempre acontece com a facilidade que gostaríamos, sendo necessário fazer tratamentos para aumentar a fertilidade e rever os hábitos quotidianos. Sabia que a alimentação da futura mamãe pode condicionar as suas chances de engravidar? Apostando numa dieta de fertilidade, a mulher pode ultrapassar os seus desequilíbrios ovulatórios e conseguir engravidar. Mulheres com síndrome do ovário policístico, excesso de peso ou peso abaixo do normal podem ter uma dificuldade particular em ter um bebê, sendo quem mais beneficia dessa dieta.

Se você está tentando engravidar e não tem tido sucesso, continue lendo esse artigo do umComo e descubra o que comer para engravidar.

Passos a seguir:
1

Ferro

A deficiência de ferro é uma das causas do mau desenvolvimento do feto, mas também prejudica a infertilidade da mulher. Dessa forma, o ferro é uma das coisas que deve comer para engravidar. Quando existe falta de ferro no organismo, a mulher não ovula. A ausência do nutriente pode ainda causar anemia ferropriva, causando insuficiência de oxigênio no organismo e prejudicando as suas funções vitais.

Os alimentos ricos em ferro incluem carne vermelha, fígado, aves, peixes, vegetais verde-escuros e leguminosas.

2

Vitamina C

Um nutriente muito útil para conseguir engravidar é a vitamina C. Além de aumentar a imunidade e diminuir o risco de doenças, a vitamina C possui um poder antioxidante que normaliza a ovulação.

Laranja, limão, mamão, abacaxi, goiaba e pimentão são boas fontes de vitamina C.

3

Proteínas vegetais

As proteínas vegetais são grandes amigas da cegonha. A dieta brasileira ultrapassa, geralmente, a cota saudável de proteína de origem animal. O ideal é não incluir carne no cardápio mais do que 3 vezes por semana, substituindo as refeições com proteína.

As gorduras presentes na carne aumentam o tecido adiposo, provocando um aumento na produção de hormônios masculinos e prejudicando a fertilidade.

As proteínas vegetais podem ser encontradas em soja, grãos, feijão, grão-de-bico, quinoa e cogumelos.

4

Vitaminas do Complexo B

As vitaminas B6, B9 (também conhecida como ácido fólico) e B12 são aliadas da fertilidade e do bom desenvolvimento do feto, sendo essenciais na hora de comer para engravidar.

Para ingerir vitamina B6, inclua banana, batata, peito de frango, atum, abacate e salmão na sua dieta.

A vitamina B9 pode ser encontrada em fígado, lentilha, vegetais verde-escuros, feijão, amêndoas, espinafre e laranja.

Para incluir B12 no cardápio, aumente o consumo de peixes, carnes, ovos, leite e queijo.

5

Licopeno

O licopeno é um nutriente muito importante para gerar um bebê. Ele está maioritariamente presente no tomate, sendo benéfico para regular a produção hormonal e o ciclo ovulatório.

Além do tomate, o licopeno está presente em mamão, cenoura, abóbora, melancia, goiaba vermelha, caqui e pitanga.

6

Vitaminas A e D

A vitamina A aumenta a produção de hormônios femininos, enquanto que a vitamina D ajuda o organismo a ovular, garantindo um produção hormonal equilibrada.

Para consumir vitamina A, aposte em ovos, fígado, agrião, couve, espinafre, manga, cenoura e mamão.

Se procura alimentos com vitamina D, consuma sardinha, iogurte, atum, ovos, manteiga e fígado. No entanto, a melhor fonte de vitamina A é a luz solar.

7

Zinco e Selênio

O zinco e o selênio são aliados da produção hormonal, ajudando a regularizá-los de forma ideal para aumentar a fertilidade.

Para consumir zinco, adicione ostras, castanhas, nozes, carne bovina e farelo de aveia à sua dieta.

Gérmen de trigo, salmão, algo, castanha-do-pará, arroz integral, ovos e atum são boas fontes de selênio.

8

Vitamina E

A vitamina E melhora a qualidade do endométrio e do útero, promovendo a vascularização da zona. A falta de vitamina E, segundo alguns estudos, uma das principais causas de infertilidade.

A vitamina E pode ser encontrada em agrião, alface, couve, espinafre e óleos vegetais.

9

Gorduras boas

Alimentos com gorduras boas e sem gordura trans são essenciais nas dietas das futuras mamães. Os hormônios associados à gravidez requerem gorduras boas para funcionarem de forma adequada. Elas protegem o aparelho reprodutor feminino, enquanto que a gordura trans prejudica a fertilidade.

As gorduras boas podem encontradas em nozes, linhaça, chia, salmão, atum, sardinha, bacalhau e truta.

10

Leite integral

Alguns estudos indicam que os laticínios sem gordura contribuem para aumentar o desequilíbrio hormonal. Já o leite integral, pode ajudar a regular os hormônios. O leite integral é absorvido de forma lenta pelo organismo, proporcionando saciedade e contribuindo para o transporte de hormônios associados à fertilidade.

Para beneficiar das suas propriedades, beba um copo de leite integral por dia.

11

Baixo índice glicêmico

Na altura de decidir o que comer para engravidar, é essencial evitar o pãozinho e o bolinho no café da manhã ou no lanche. Os alimentos refinados elevam o índice glicêmico, prejudicando as chances de engravidar.

Os alimentos de baixo índice glicêmico incluem arroz integral, flocos de aveia, batata-doce, milho, mandioquinha, maçãs, peras, atum, grão-de-bico, ameixas e inhame.

Dica: Acesse também esse artigo para saber quais são as melhores posições sexuais para engravidar mais rápido.

Este artigo é meramente informativo, no umCOMO não temos capacidade de receitar nenhum tratamento médico nem realizar nenhum tipo de diagnóstico. Convidamos você a recorrer a um médico no caso de apresentar qualquer tipo de condição ou mal-estar.

Se pretende ler mais artigos parecidos a O que comer para engravidar, recomendamos que entre na nossa categoria de Saúde Familiar.