Partilhar

O que é a terapia do ozônio

Por Nicolas Santos. Atualizado: 16 janeiro 2017
O que é a terapia do ozônio
Imagem: emagrecepinda.com.br

A ozonioterapia ou terapia de Ozônio é uma terapia, como diz o nome, que utiliza ozônio para tratar inúmeras doenças, cerca de 262. O ozônio é um elemento gasoso obtido através da união de três moléculas de oxigênio. O ozônio, como já conhecemos da camada de ozônio, costuma formar-se quando as moléculas de oxigênio sofrem influência de uma força eletro magnética potente, como quando exposta a luz violeta.

Na ozonioterapia, oxigênio misturado costuma se apresentar em maior quantidade, em média, 3 moléculas de oxigênio podem originar até duas de ozônio, sendo que a concentração varia para cada doença a ser tratada. O ozônio pode matar diversos vírus, é fungicida e bactericida, sendo que quase nenhuma bactéria resiste ao contato com ele. Embora o tratamento seja alta e comprovadamente eficaz, proibiram-no em muitos países, inclusive no Brasil. Continue lendo este artigo de umComo para saber mais sobre o que é a terapia do ozônio.

Também lhe pode interessar: Como funciona a terapia auricular

Como surgiu a terapia do ozonio

A descoberta do elemento ozônio data em 1840, só veio permitir a sua utilização em experiências em 1857, pelas mãos de Werner Von Siemens, inventor industrial alemão responsável pela concepção do primeiro tubo para destruição de agentes patogênicos. Só mais a frente, durante a Primeira Guerra Mundial que o médico alemão Christian Friedrich Schonbrin começou a utilizar esta substância para tratar as feridas dos soldados. Foi neste instante que o ozônio começa a mostrar o seu potencial médico.

Albert Wolf, médico alemão e estudioso do uso de ozônio na medicina, publicou um livro sobre o assunto e durante cerca de 50 anos, a sua administração limitou-se à Áustria e Alemanha e só em meados da década de 80, pode se propagar em outros países. Atualmente, a maior parte dos países que realizam tratamentos com ozonioterapia se encontram na Europa e Ásia.

Como funciona a ozonioterapia

Ao invés de enumerar aqui todas as doenças em que a ozonioterapia se mostra eficaz para tratar, prefiro explicar em linguagem simples como o processo ocorre e porque é tão benéfico, não só para erradicar doenças mas também para preveni-las.

Entre os elementos essenciais para a vida nós já conhecemos a água e o oxigênio, a diferença é que, podemos passar semanas sem comer, dias sem beber água mas morremos em minutos sem oxigênio. O oxigênio se encontra em todos os tecidos e órgãos do corpo humano e a sua circulação é essencial para que haja saúde. O que o ozônio faz é basicamente descarregar uma boa quantidade de oxigênio compactado que se desfaz no nosso corpo, na nossa corrente sanguínea, deixando duas de suas partes como reserva de oxigênio e uma para eliminar bactérias, fungos, vírus e outras substâncias indesejáveis. Existem mais de 500 mil relatórios de tratamentos com ozônio em diversos pacientes, tratando diferentes tipos de doença. Também há indícios de que o seu uso melhora o desempenho do raciocínio e do corpo no geral; melhora o funcionamento do cérebro pelo fato de aumentar a oxigenação, na questão do desempenho físico, temos um relato interessante: Lance Armstrong foi o homem que mais ganhou prêmios na prova "Tour de France", prova em que os maratonistas levavam 12 horas para completar. Este mesmo homem chegou 7 vezes em primeiro lugar, tendo câncer de testículos. A princípio, ao se deparar com este caso completamente insano, afinal, como um homem com câncer pode vencer uma maratona de 12 horas 7 vezes consecutivas? Só pode ser o câncer o responsável pela tal façanha. Até que, em depoimentos, Lance Armstrong declarou que o tratamento que o seu médico sugeriu para o testículo era a base de ozonioterapia. Talvez, as suas constantes sessões de ozonioterapia lhe tenham dado mais fôlego.

Por que a ozonioterapia é proibida em alguns países

Depois de citar algumas das "maravilhas" da terapia de ozônio é normal que reste a dúvida: mas afinal por que esta terapia já não está em uso em todos os hospitais? Por um motivo mais confuso ainda, porque é uma terapia barata. Tão barata, que desbancaria grande parte do lucro de muitos medicamentos que circulam por aí. E sabemos que, em países como Brasil e EUA, por exemplo, jamais uma industria tão forte - e mafiosa - como a farmacêutica permitiria tal hipótese.

Países como a Alemanha, França, Japão, Bulgária, Hungria, México, Canadá, Cuba, Itália, Israel, Polônia e Rússia permitem a sua utilização em larga escala, dentre outros. No caso da Rússia, todos os hospitais públicos utilizam este método. Em Cuba por exemplo, por mais que seja um país pobre em riquezas e PIB, também por ser pequeno, ocupa a 39º posição, enquanto o Brasil se encontra na 125º. Cabe a nós analisarmos até que ponto não possuímos tecnologia para manter a saúde das pessoas e até que ponto nós simplesmente não queremos utilizá-la, pois assim não se tira lucro.

Não espere parado até que o governo possa liberar o uso deste tipo de tratamento, saiba como fazê-lo em casa. Para saber mais sobre o assunto, visite os nossos assuntos sobre:

Este artigo é meramente informativo, no umCOMO não temos capacidade de receitar nenhum tratamento médico nem realizar nenhum tipo de diagnóstico. Convidamos você a recorrer a um médico no caso de apresentar qualquer tipo de condição ou mal-estar.

Se pretende ler mais artigos parecidos a O que é a terapia do ozônio, recomendamos que entre na nossa categoria de Doenças e Efeitos Secundários.

Escrever comentário sobre O que é a terapia do ozônio

O que lhe pareceu o artigo?

O que é a terapia do ozônio
Imagem: emagrecepinda.com.br
O que é a terapia do ozônio

Voltar ao topo da página