menu
Partilhar

O que é choque cardiogênico

Por Nicolas Santos. Atualizado: 20 abril 2021
O que é choque cardiogênico
Imagem: chacovision.com

O choque cardiogênico é um dos tipos de choque, este ocorre quando o coração sofre de uma incapacidade de bombear a quantidade necessária de sangue para manter o nível mínimo de saúde dos principais órgãos do corpo humano. Com este quadro, o choque cardiogênico também causa falta de oxigênio nos tecidos e acúmulo de líquidos nos pulmões, consequentemente, baixa a pressão arterial.

O choque cardiogênico é um dos principais causadores do infarto de miocárdio e agudo, possui uma chance de 50% de morte baseado nos casos, deve ser tratado com extrema urgência. Neste artigo, umComo vai te explicar mais acerca do que é choque cardiogênico, as suas causas, sintomas, tratamento e complicações.

Também lhe pode interessar: Tipos de choque

Sintomas do choque cardiogênico

Entre os sintomas do choque cardiogênico nós temos uma variação para os casos onde ocorre o acúmulo de líquido nos pulmões, onde o indivíduo pode apresentar sons anormais na respiração e falta de ar, o que também pode indicar um edema pulmonar, e os casos mais comuns. Os principais sintomas do choque cardiogênico são:

  • Baixa da pressão arterial;
  • Diminuição da frequência cardíaca;
  • Redução da quantidade de urina;
  • Fraqueza e sonolência;
  • Diminuição do estado de consciência;
  • Palidez e falta de circulação nas extremidades, o que pode levá-las a ficarem frias e úmidas.

Causas do choque cardiogênico

Uma das causas mais comuns da ocorrência de choque cardiogênico é o infarto agudo no miocárdio extenso, porém, ele pode ser desencadeado por uma série de situações e complicações clínicas. As principais causas do choque cardiogênico incluem:

  • Intoxicação do coração por medicamentos ou toxinas;
  • Estágios terminais de alguma infecção generalizada;
  • Ataques cardíacos ou infarto miocárdio;
  • Trauma direto no coração;
  • Arritmias cardíacas;
  • Doença arterial coronariana;
  • Insuficiência ventricular direita.

Diagnóstico do choque cardiogênico

Para a realização do diagnóstico do choque cardiogênico se usa com muita frequência a monitorização invasiva, de caráter Swan-ganz, para a avaliação de parâmetros hemodinâmicos. Exames como o físico, exames de laboratório, eletrocardiograma e radiográfico são os mais utilizados para o diagnóstico do choque cardiogênico.

Tratamento para choque cardiogênico

O tratamento para o choque cardiogênico é de máxima urgência, por este motivo, se baseia em condutas de:

  • Internamento imediato do paciente em uma unidade de cuidados intensivos;
  • Cirurgia para troca da valva cardíaca insuficiente e estenosada;
  • Colocação de stent;
  • Angioplastia coronariana, inclui desobstrução de uma artéria específica por meio de um balão;
  • Revascularização precoce do miocárdio;
  • Administração de medicamentos vasodilatadores e diuréticos, além da hidratação.
  • Ventilação mecânica ou administração de oxigênio nasal.

O choque cardiogênico, quando não tratado de forma imediata pode resultar numa série de complicações, isto, quando não leva o paciente à morte. As complicações do choque cardiogênico incluem a falência múltipla de órgãos importantes do corpo humano como os rins, fígado e cérebro. Sendo esta a causa da maioria dos pacientes que morrem internados em cuidados intensivos. Nos casos mais graves do choque cardiogênico, quando o paciente não é atendido imediatamente, ele pode ser encaminhado para realizar uma cirurgia da ponte de safena. Veja também:

Este artigo é meramente informativo, no umCOMO não temos capacidade de receitar nenhum tratamento médico nem realizar nenhum tipo de diagnóstico. Convidamos você a recorrer a um médico no caso de apresentar qualquer tipo de condição ou mal-estar.

Se pretende ler mais artigos parecidos a O que é choque cardiogênico, recomendamos que entre na nossa categoria de Doenças e Efeitos Secundários.

Escrever comentário

O que lhe pareceu o artigo?

O que é choque cardiogênico
Imagem: chacovision.com
O que é choque cardiogênico

Voltar ao topo da página