menu
Partilhar

Quais são os efeitos colaterais dos antidepressivos

Por Redação umCOMO. Atualizado: 11 fevereiro 2021
Quais são os efeitos colaterais dos antidepressivos

Uma boa terapia psicológica e o uso adequado de medicamentos, sempre sob supervisão médica, podem ajudar você a sair da depressão. Não obstante, estas drogas podem provocar diversos efeitos colaterais, sobretudo dependendo das doses que sejam tomadas e também do corpo de cada pessoa. Deve saber que nem todo mundo é afetado por um medicamento da mesma forma, de modo que junto com seu médico deverá procurar o que melhor se ajusta às suas necessidades. Em umComo.com.br queremos informar você sobre quais são os efeitos colaterais dos antidepressivos. Preste atenção e consulte sempre seu especialista caso sofra algum deles.

Também lhe pode interessar: Quais os remédios que causam depressão
Passos a seguir:
1

Em primeiro lugar, deve ter em conta que os antidepressivos se receitam para ajudar a tratar os sintomas da depressão. Não obstante, ao se tratarem de produtos químicos, combinações ou suplementos, podem provocar efeitos não desejados.

2

Os efeitos colaterais costumam apresentar-se com frequência e podem incomodar o paciente. No entanto, deve ter em conta que cada corpo assimila os medicamentos receitados de uma maneira ou outra, e que a dose do tratamento também pode variar, por isso os efeitos poderão se apresentar em maior ou menor grau dependendo do tipo de pessoa e suas características.

3

Os efeitos que costumam depender da dose tomada podem desaparecer em uma questão de dias ou semanas. É importante que fale com o seu médico se sente que está sofrendo de algum deles para que possa reestruturar a dose de seu atual tratamento ou, inclusive, tentar outro diferente.

4

Os efeitos colaterais dos antidepressivos, podem ser incômodos, mas em nenhum caso são considerados graves. A seguir, explicamos a você alguns dos mais comuns para que possa identificá-los com clareza.

5

Sonolência ou cansaço. Este sintoma pode ocorrer com frequência. Os antidepressivos costumam ter um poder sedativo ou relaxante, que ajuda a acalmar e a serenar o seu corpo e seu estado emocional. Se sente que não pode dormir ou que tem muita saudade, é recomendável não conduzir ou operar máquinas pesadas, pois poderia sofrer um acidente.

6

Além disso, também pode ocorrer a situação contrária. Existem certos depressivos que ajudam no aparecimento de insônia e nervosismo, alterando o estado relaxado do doente. Este sintoma pode aparecer, sobretudo, nas primeiras semanas do tratamento e pode ser minimizado com um reajuste das doses dos fármacos. Sempre sob prescrição médica.

7

As tonturas, as náuseas ou a fadiga podem ser também efeitos colaterais comuns. Tente se levantar pouco a pouco da cama ou de uma cadeira; não realizar movimentos rápidos e bruscos ajudará a se sentir menos enjoado. Quanto às náuseas, podem ocorrer, sobretudo, após ingerir cada dose de medicamento. Se sente que não são passageiras, vá ao seu médico para que tome providências.

8

Com os antidepressivos, podem ocorrer dois efeitos contrários: ou o aumento de peso pelo aumento de apetite, ou a perda de peso pela consequente perda de apetite. Se sente que suas mudanças de peso ou a vontade de comer é muito grande, peça ao seu médico para mudar o tratamento. Ainda que deva saber que ganhar ou perder alguns quilos costuma ser normal em um tratamento assim.

9

Por outro lado, os antidepressivos podem originar problemas sexuais como a perda de apetite sexual ou a libido, ou a disfunção erétil, entre outras. Não sinta vergonha e converse com o especialista sobre isso. Se for oportuno, poderá mudar o tratamento ou dar a você alguma outra solução.

10

Outros efeitos comuns e simples são a visão turva momentânea, sentir a boca seca ou resfriado, bem como dores de cabeça ou enxaqueca. Se sente que todos eles não são passageiros, será imprescindível consultar seu especialista.

11

Por último, os efeitos colaterais podem provocar irritabilidade e agitação, dois sintomas muito ligados ao nervosismo. Isso pode ocorrer sobretudo no início do tratamento e pode conduzir, inclusive, a ter pensamentos suicidas. Nestes casos mais graves, o médico deverá ser notificado rapidamente para evitar uma piora da situação.

12

Lembre-se, os efeitos dos antidepressivos podem variar segundo o tipo de pessoa, o tipo de depressão, o tipo de tratamento e a dose que esteja ingerindo os medicamentos. Não duvide em visitar o seu médico para que seja notificado de qualquer deles que possa provocar um desajuste corporal ou emocional. O médico contribuirá para uma boa recuperação para que possa sair da depressão.

Este artigo é meramente informativo, no umCOMO não temos capacidade de receitar nenhum tratamento médico nem realizar nenhum tipo de diagnóstico. Convidamos você a recorrer a um médico no caso de apresentar qualquer tipo de condição ou mal-estar.

Se pretende ler mais artigos parecidos a Quais são os efeitos colaterais dos antidepressivos, recomendamos que entre na nossa categoria de Saúde Mental.

Escrever comentário

O que lhe pareceu o artigo?

Quais são os efeitos colaterais dos antidepressivos
Quais são os efeitos colaterais dos antidepressivos

Voltar ao topo da página