Partilhar

Quais são os sintomas da distensão muscular

Por Sara Viega. Atualizado: 20 janeiro 2017
Quais são os sintomas da distensão muscular
Fonte: clinicabiobio.cl

Falamos de distensão muscular quando se produz um rompimento parcial ou completo das fibras musculares, causado por um duro impacto. Além das fibras dos músculos, também podem ficar danificadas depois do golpe as estruturas periféricas, isto é, que as rodeiam, como o tecido que envolve os vasos sanguíneos. Este incômodo costuma ocorrer em pessoas que praticam esportes de contato ou que trabalham de forma intensa algum determinado músculo. A má preparação, as posturas errôneas durante o exercício, a falta de alongamentos prévios ao treinamento são algumas das causas que podem provocar a distensão no músculo. As pessoas sedentárias também são propensas a sofrer este tipo de doenças, pois suas fibras musculares são mais fracas porque não são trabalhadas. Se sente uma forte dor mas não sabe o que pode ser, deveria conhecer os sintomas de uma distensão muscular já que talvez seja a origem da doença.

Também lhe pode interessar: Como tratar distensão muscular
Passos a seguir:
1

Normalmente, os músculos com um maior índice de dano por distensão são os das extremidades (braços e pernas) e os das costas. Assim, os sintomas por distensão muscular ocorrem no quadríceps (músculo da frente da coxa), pantorrilha (gêmeo), isquiotibiais (músculos posteriores da coxa), braço, ombro ou na região lombar.

2

Para falar dos sintomas é necessário, primeiro, esclarecer os tipos de distensões musculares. Esta doença pode ser classificada com base em dois critérios, segundo a gravidade e segundo suas características. Em função da gravidade da distensão, pode ser qualificada como leve, moderada ou grave. E, conforme as características, diferenciamos entre distensão miofascial, fibrilar, multi-fibrilar, fascicular ou total. Em todos os casos, se nada mais causar a lesão, o primeiro sintoma costuma ser o de sentir uma pontada no músculo afetado acompanhada de um estalo. A intensidade da dor variará em função do tipo de distensão muscular.

3

Uma distensão muscular é leve quando se produz um pequeno rompimento ou esticamento de alguma fibra de qualquer dos músculos de risco. Os sintomas deste tipo de dano costumam ser inflamação mínima da zona danificada e ligeiro incômodo.

Quando o rompimento se produz de maneira parcial nas fibras musculares e, também, nas do tendão trata-se de uma distensão moderada, já que os danos são maiores. Neste caso, os sintomas que costumam ser sentidos é um maior inchaço da zona, dor ao apalpar a parte afetada e leve perda da mobilidade. Também é possível sentir contrações ou espasmos musculares, que podem ser acompanhados de cãibras.

4

Dizemos que uma distensão muscular é grave quando o rompimento das fibras musculares é completo, isto é, quando todo o ventre muscular é danificado, a união miotendínea ou a fusão da inserção do tendão estão completamente afetadas. Nestes casos, a perda da mobilidade é maior, a dor mais intensa, ao apalpar a zona pode ser notado um buraco produzido pelo rompimento das fibras, cãibras, espasmos musculares, e costumam aparecer hematomas. Se não visitar um médico, a dor piora com o movimento, impedindo de realizar quase qualquer atividade física.

5

A distensão miofascial faz referência ao dano ocasionado nos tecidos conectivos, como a fáscia (estrutura de tecido conectivo situada entre as fibras musculares) ou a aponeurose (variedade de tendão que serve para unir os músculos entre eles ou com outras zonas do corpo). Uma distensão fibrilar ocorre quando se trata de uma lesão na espessura da musculatura de tipo linear e fina. Ambos os casos costumam ser catalogados como leves por não danificar as fibras musculares de forma direta, não obstante, se não se tratarem podem derivar em moderado.

6

A distensão multifibrilar constitui uma variante do fibrilar em que várias lesões são produzidas. Portanto, o quadro clínico é de maior importância e pode ser considerado como moderado. Falamos de distensão fascicular quando a lesão, seja na espessura do músculo ou nos tecidos periféricos (conectivos ou conjuntivos), é de maior importância. Costuma apresentar hematomas na parte afetada e dor mais aguda que os tipos anteriores. Considera-se moderado, mas facilmente pode derivar em grave se não se tratar adequadamente.

7

A distensão total faz referência às lesões musculares mais graves, onde ocorreu um rompimento total da espessura do músculo, fibras musculares ou tecidos periféricos. Os sintomas deste tipo de doença muscular são os expostos na instrução 4.

8

Se a distensão muscular não for tratada adequadamente pode ser ocorrer uma reabertura parcial da cicatriz ou o reaparecimento leve ou moderado da distensão. É importante prestar atenção aos sintomas para detectá-lo a tempo, ir ao médico de imediato e evitar que piore.

Este artigo é meramente informativo, no umCOMO não temos capacidade de receitar nenhum tratamento médico nem realizar nenhum tipo de diagnóstico. Convidamos você a recorrer a um médico no caso de apresentar qualquer tipo de condição ou mal-estar.

Se pretende ler mais artigos parecidos a Quais são os sintomas da distensão muscular, recomendamos que entre na nossa categoria de Doenças e Efeitos Secundários.

Escrever comentário sobre Quais são os sintomas da distensão muscular

O que lhe pareceu o artigo?
2 comentários
denilson santos farias
dor na ponturrila dolado direito do per
Luiz Freire de Lima
levei uma queda e dois dias após começei a sentir uma imensa dor na perna e na panturrilha , muito incomoda não deixando eu ficar um período de 10 ou 15 minutos em pé , fico sentindo muitas dores na panturrilha,Que devo fazer para essas dores desaparecerem?
Sara Viega (Editor/a de umCOMO)
Olá Luiz, o melhor é você consultar um médico, pois pode ser que você tenha deslocado alguma coisa. Obrigada por comentar e continue seguindo as nossas novidades! ;)

Quais são os sintomas da distensão muscular
Fonte: clinicabiobio.cl
Quais são os sintomas da distensão muscular

Voltar ao topo da página