Partilhar

Quais são os sintomas da síndrome de Burnout

Por Sara Viega. Atualizado: 7 agosto 2017
Quais são os sintomas da síndrome de Burnout

O trabalho não é apenas a via pela qual recebemos um ganho monetário, mas que em muitos casos é a materialização de nossa vocação e paixões. Mas alguns ambientes laborais ou profissões podem ser extremamente cansativos e estressantes, ocasionando a condição conhecida como síndrome de Burnout, um tipo de estresse crônico que requer tratamento e atenção. Acha que seu trabalho está afetando sua saúde? Em umComo.com.br explicamos a você quais são os sintomas da síndrome de Burnout.

 

Também lhe pode interessar: Como prevenir a síndrome de Burnout

O que é a síndrome de Burnout?

A palavra Burnout provém da expressão inglesa burn out, que significa se queimar, se consumir ou se esgotar. Trata-se de uma síndrome na qual o funcionário experimenta um estresse crônico, caracterizado pelo esgotamento profissional. Outros sinais como a desmotivação e a depressão fazem parte desta condição.

Ainda que qualquer pessoa esteja propensa a padecer dela, existem profissões nas quais esta síndrome se manifesta de forma mais comum. Entre elas se destacam as do ramo da medicina e da enfermaria, as de atenção ao público, a docência ou aqueles trabalhos mecânicos e repetitivos nos quais a rotina é sempre a mesma.

Os sintomas da síndrome de Burnout

Esta condição afeta de forma importante a disposição laboral da pessoa, sua conduta no trabalho e também seu saúde mental, podendo derivar em sérias complicações.

Alguns dos sintomas da síndrome Burnout são:

  • Problemas de conduta no trabalho, o empregado mostra-se mal humorado, hostil, com problemas de atitude. Converte-se em uma pessoa conflituosa e negativa com a qual é complicado lidar.
  • Desmotivação laboral, perde-se o interesse pelas tarefas realizadas e ir trabalhar é um grande peso para o funcionário.
  • Pouca resistência às situações de pressão ou ao estresse. Quem padece da síndrome de Burnout tem um enorme ônus de tensão, motivo pelo qual não pode manejar qualquer situação estressante que se apresenta no dia a dia.
  • Pouca iniciativa laboral, esgotamento e energia baixa.
  • Baixo rendimento laboral devido à ausência de motivação.
  • Frustração, tristeza e, em casos mais graves, depressão.
  • Fisicamente, esta condição pode se manifestar em dores de cabeça frequentes, problemas gastrointestinais, problemas cardíacos, problemas de sono e dor produzida pelo acúmulo de tensão em zonas como o pescoço e as costas.

O que fazer?

Se você detectou ou pensa que padece de síndrome de Burnout, é importante agir o quanto antes; caso contrário o estresse laboral poderá começar a influir em outros aspectos, afetando severamente nossa qualidade de vida. Em casos crônicos importantes a ajuda de um psicólogo trabalhista ou de um terapeuta é altamente recomendável. No entanto, também será necessário realizar algumas mudanças na rotina de quem padece desta condição praticando atividade física frequente, melhorando a alimentação e encontrando hobbies que permitam afastar nossa mente do que nos gera tensão.

Para mais informação recomendamos a você consultar nossos artigos:

Este artigo é meramente informativo, no umCOMO não temos capacidade de receitar nenhum tratamento médico nem realizar nenhum tipo de diagnóstico. Convidamos você a recorrer a um médico no caso de apresentar qualquer tipo de condição ou mal-estar.

Se pretende ler mais artigos parecidos a Quais são os sintomas da síndrome de Burnout, recomendamos que entre na nossa categoria de Saúde Mental.

Escrever comentário sobre Quais são os sintomas da síndrome de Burnout

O que lhe pareceu o artigo?

Quais são os sintomas da síndrome de Burnout
Quais são os sintomas da síndrome de Burnout

Voltar ao topo da página