Partilhar

Quais são os tipos de incontinência urinária

Por Sara Viega. Atualizado: 16 janeiro 2017
Quais são os tipos de incontinência urinária
Imagem: larazon.es

A incontinência urinária pode ocorrer quando os músculos da bexiga estão muito fracos ou ativos. Todo isso provocará problemas relacionados com a perda de controle da bexiga e consecutivamente a perda da urina. Em nossa sociedade, reconhece-se muito a incontinência urinária de idosos, mas existem outros tipos de incontinência que, em umComo.com.br, queremos apresentar.

A incontinência urinária de esforço

A incontinência urinaria de esforço ocorre porque os músculos pélvicos do esfíncter enfraquecem e em decorrência o esfíncter é incapaz de conter a urina quando se exerce pressão sobre o abdômen. Costuma aparecer após um parto, uma lesão na área uretral, alguns fármacos ou cirurgia pélvica. Pode se manifestar quando a pessoa tosse, ri, levanta algo pesado, tem relações sexuais ou faz exercício. Pode ser tratada com uma mudança de hábitos de ingestão hídrica e reeducação dos músculos afetados.

A incontinência de urgência

Na incontinência de urgência, há um vazamento de urina porque os músculos da bexiga contraem-se em um momento errado. Estas contrações ocorrem independentemente da quantidade de urina que há na bexiga, causando uma forte e repentina necessidade de urinar. A bexiga pode ser contraída muitas vezes devido a problemas no sistema nervoso ou irritação da vesícula: cálculos na bexiga, infecção, lesões do cérebro,... O tratamento da incontinência de urgência pode ser compreendido por dieta, fármacos, cirurgia, exercícios de kegel e reeducação da bexiga.

A incontinência por transbordamento

Este caso de incontinência urinária ocorre porque a bexiga encontra-se distendida por obstrução e impossibilidade de esvaziamento. Quando a bexiga é distendida por uma obstrução, esta impede a passagem da urina e é incapaz de se esvaziar; no momento que a bexiga não pode distender-se mais se produz o transbordamento e, por consequência, a perda de urina. Por outro lado, pode ocorrer um um dano neurológico ou do nervo pélvico que faz com que o detrusor (músculo que deve permaneça relaxado para que a bexiga possa ser expandida) não tenha força.

A incontinência mista

Na incontinência mista a perda de urina é produzida por uma hiperatividade do músculo detrusor e um transtorno nos mecanismos esfincterianos. Neste caso, a incompetência do colo da bexiga permite a entrada de urina na uretra proximal e, como consequência, o detrusor entende que se iniciou a micção e libera o reflexo que produz sua contração. É a mistura da incontinência urinária por esforço e da de urgência. Trata-se com reabilitação vesical.

Este artigo é meramente informativo, no umCOMO não temos capacidade de receitar nenhum tratamento médico nem realizar nenhum tipo de diagnóstico. Convidamos você a recorrer a um médico no caso de apresentar qualquer tipo de condição ou mal-estar.

Se pretende ler mais artigos parecidos a Quais são os tipos de incontinência urinária, recomendamos que entre na nossa categoria de Doenças e Efeitos Secundários.

Escrever comentário sobre Quais são os tipos de incontinência urinária

O que lhe pareceu o artigo?

Quais são os tipos de incontinência urinária
Imagem: larazon.es
Quais são os tipos de incontinência urinária

Voltar ao topo da página