Qual a melhor idade para ser mãe

Qual a melhor idade para ser mãe

Você finalmente encontrou o homem da sua vida, tudo está dando certo na relação e na sua vida, e começa sentindo o relógio biológico da gravidez anunciando que está na hora. Mas será que está mesmo? Qual a melhor idade para ser mãe? Mulheres em todo o globo colocam a si próprias essa mesma questão, pois não sabem qual o melhor momento para engravidar. Para a ajudar a si e a outras futuras mães que se encontram na mesma situação de dúvida, preparámos este artigo de umComo.com.br. Continue lendo e descubra!

 

Passos a seguir:
1

Na verdade não existe uma idade certa que se possa dizer que é a melhor para ser mãe, pois isso depende de cada mulher: da sua saúde, situação econômica e familiar, preparação psicológica, etc. No entanto existem idades mais aconselhadas que outras.

2

Muitas pessoas não sabem, mas a partir dos 27 anos a chance de engravidar começa a diminuir consideravelmente. Isso não significa que as mulheres fiquem quase inférteis depois dessa idade, apenas se tornará menos fácil.

 

3

Aos 30 anos a chance de engravidar é de, em média, 66%. Geralmente nesta idade a mulher já se tornou independente, tendo encontrado um trabalho e vivendo no seu próprio espaço. O que muitas vezes fica faltando é um companheiro com quem iniciar uma nova família.

4

Existem várias mulheres que esperam até aos seus 40 anos para serem mães, pois acreditam que nessa idade já terão uma vida sólida e estável o suficiente para conceber e educar uma criança. Porém existe um problema: a probabilidade de engravidar na casa dos 40 anos é menos de 10%.

 

5

Agora que você já tem uma noção das idades mais e menos aconselhadas para engravidar, você deve planejar a gravidez tendo em conta a sua situação atual, pois isso é tão ou mais importante que a idade em que engravida.

6

Se você pertence ao grupo de mulheres entre os 20 e os 27 anos não terá muitas dificuldades em engravidar, porém não será sensato fazê-lo se, por exemplo, sua relação conjugal não estiver bem, pois você e o bebê necessitarão de estabilidade emocional.

 

7

Também não será aconselhado engravidar se você levar uma vida agitada, por exemplo, conciliando trabalho e estudos, a menos que esteja disposta a abdicar de ambos. A razão é que você terá de se ausentar de ambos por um longo período, dado que a gravidez requer descanso e muitos cuidados especiais.

8

Outra variável que influencia a melhor idade para engravidar está relacionada com a situação econômica da mulher ou do casal. Você não quererá ter um bebê se não tiver condições para suportar todas as despesas que ele acarreta, pois isso pode se refletir em um mau desenvolvimento físico e psicológico dele.

 

9

Por último, você terá de ter em consideração a sua própria saúde quando planeja engravidar. Se você está passando por algum tipo de tratamento, se ainda está aprendendo a lidar com uma doença que contraiu ou se a gravidez significa risco de vida para si, será melhor adiá-la por mais uns tempos.

10

Desta forma chegamos à conclusão que a melhor idade para ser mãe é aquela em que você se encontra em idade fértil (na casa dos 20 anos), vive uma relação estável e cheia de amor, tem tempo para cuidar de um bebê, dinheiro para arcar com todas as despesas e está bem de saúde!

11

Porém nada é certo nestas coisas da gravidez e se você tiver 30 ou 40, reunir as condições necessárias e tiver um imenso desejo de ser mãe novamente ou pela primeira vez, nada a impede de tentar! Marque uma consulta com seu médico e peça-lhe um exame e conselhos para engravidar.

Este artigo é meramente informativo, no umCOMO não temos capacidade de receitar nenhum tratamento médico nem realizar nenhum tipo de diagnóstico. Convidamos você a recorrer a um médico no caso de apresentar qualquer tipo de condição ou mal-estar.

Se pretende ler mais artigos parecidos a Qual a melhor idade para ser mãe, recomendamos que entre na nossa categoria de Saúde Familiar.

Conselhos
  • Em caso de dúvida consulte seu médico e fale com ele acerca do seu desejo de ser mãe.
  • Consulte seus familiares e fale com seu companheiro acerca deste assunto e peça opiniões e conselhos.
  • No caso de não estar conseguindo conceber o bebé, pode sempre recorrer à inseminação artificial.