Partilhar
Partilhar em:

Quando não devemos doar sangue

Quando não devemos doar sangue

A doação de sangue é um ato altruísta que pode ajudar e salvar a vida de centenas de pacientes, sendo fundamental durante as intervenções de urgências, no caso de ajudar a pacientes com necessidade de transfusões e perdas de sangue e também para abastecer os bancos de sangue, pois ainda que muitos não saibam, o plasma tem uma data de validade, por isso o sangue que se doa não poderá permanecer armazenado para sempre caso não se use. Mas no momento de realizar uma doação sempre surgem dúvidas e mitos acerca de quais casos não é possível fazê-lo, para esclarecer o panorama em umComo.com.br explicamos a você quando não devemos doar sangue.

Também lhe pode interessar: Como doar sangue

Se doou faz menos de 2 meses

As doações de sangue podem ser feitas a cada 2 meses desde que estejamos saudáveis e reunamos todos os requisitos básicos para fazê-lo. No entanto, se já fomos doadores faz menos de 2 meses, deveremos esperar que o período mínimo decorra para fazer novamente, isto se deve a que a cada extração retiram-nos 450 cc de plasma e nosso corpo deverá se recuperar nestas semanas.

Também não podem se realizar mais de 4 doações ao ano.

Se acha que pode ter contraído recentemente uma infecção

24 horas após doar sangue o mesmo é analisado para detectar a existência de doenças infecciosas que impedem que o mesmo possa ser transferido para outros pacientes, como é o caso do HIV, a hepatite B, a hepatite C e a sífilis. No entanto, se qualquer destas infecções tiver sido contraída de forma recente e encontra-se no período janela, isto é, o tempo que demora entre o contágio e o aparecimento do vírus, a mesma não poderá ser detectada no exame.

Se teve relações sexuais de risco nos últimos meses e pensa que poderia estar infectado por alguma destas condições, o melhor é evitar doar sangue pela segurança de todos, pelo menos até poder descartar com um exame de sangue e decorridos pelo menos 3 meses desde o suposto contágio, que você se encontra saudável.

Quando pesa menos de 50 quilos

Está proibido de doar sangue se não pesar pelo menos 50 quilos, isto porque uma pessoa com um peso inferior a esse não poderia ficar sem 450 cc de sangue sem afetar seu bem-estar de forma imediata. Pela segurança do doador, estas doações não são permitidas.

Se tem uma tatuagem ou piercing há menos de 4 meses

Um dos maiores mitos da doação de sangue é que as pessoas que têm tatuagens e piercings não podem ser doadores. Isto é completamente falso, no entanto, é verdade que se você fez recentemente uma tatuagem ou um piercing, deverá esperar pelo menos 4 meses para doar, período depois do qual poderá se detectar no sangue a presença de qualquer doença infecciosa grave que tenha podido ser transmitida pelo uso de uma agulha contaminada, como é o caso da hepatite B e C ou o HIV.

Doenças com as quais não se pode doar sangue

Existem condições que, ao sofrer delas, não deixam que se torne um doador de sangue. Quem sofre das seguintes doenças não poderá doar sangue:

  • Diabetes com dependência de insulina.
  • Hepatite B.
  • Hepatite C.
  • Vírus de imunodeficiência humana HIV.
  • Sífilis.

Adicionalmente, as mulheres grávidas ou em período de amamentação não poderão doar até que se tenha concluído a época de amamentar. Quem se submeteu a uma operação menor deverá esperar 1 semana para doar, enquanto no caso de cirurgias maiores é necessário aguardar 4 meses.

Este artigo é meramente informativo, no umCOMO não temos capacidade de receitar nenhum tratamento médico nem realizar nenhum tipo de diagnóstico. Convidamos você a recorrer a um médico no caso de apresentar qualquer tipo de condição ou mal-estar.

Se deseja ler mais artigos parecidos a Quando não devemos doar sangue, recomendamos que entre na nossa categoria de Doenças e Efeitos Secundários.

Comentários (0)

Escrever comentário sobre Quando não devemos doar sangue

O que lhe pareceu o artigo?

Quando não devemos doar sangue
1 de 4
Quando não devemos doar sangue