Partilhar

Quanto tempo depois de beber posso tomar remédio? Guia de fármacos

 
Por Yasmin Fonseca. Atualizado: 16 maio 2018
Quanto tempo depois de beber posso tomar remédio? Guia de fármacos

Doenças e mal-estares aparecem sem dar aviso e por vezes acabamos ficando mal justamente naquele fim de semana no qual tínhamos a festa do ano marcada com os amigos e que não dá pra cancelar. Apesar disso, existem remédios que interagem muito mal com bebidas alcoólicas e que, quando misturados, podem não apenas cortar o efeito do remédio mas também piorar os sintomas, já que estamos interrompendo o tratamento receitado. Por essas e outras é muito comum que surja a dúvida "quando tempo depois de beber posso tomar remédio?", para responder essa questão e outras em relação ao uso de medicamentos e consumo de álcool o umCOMO reuniu todas as informações necessárias para que você possa beber e se divertir sem medo de afetar sua saúde!

Por que bebida alcoólica interfere na medicação?

A maior parte dos remédios pode ser processada por nosso corpo sem que o álcool cause qualquer interferência pois, após a ingestão, vão diretamente para o tecido para o qual foram designados sem que façam grandes voltas pelo corpo.

Apesar disso, existem exceções e algumas substâncias não são capazes de serem processadas diretamente pelo nosso corpo e, após sua ingestão, precisam passar pelo fígado para serem transformadas em uma segunda substância que efetivamente tem propriedades medicinais. Logo após, são transportadas por meio da corrente sanguínea até o tecido de destino.

Como é de conhecimento geral, o álcool interfere diretamente no fígado, sobrecarregando-o, pois também é processado por esse órgão. Quando ingerimos ao mesmo tempo medicamentos que são processados pelo fígado e álcool, o fígado não é capaz de suportar tudo que lhe é mandado e boa parte do medicamento acaba não sendo utilizado. Em resumo, o álcool não interage diretamente com o medicamento mas o impede de ser processado e levado até a corrente sanguínea, por isso o álcool corta o efeito de medicamentos, ou seja, tomar remédio depois de beber não faz mal necessariamente, mas pode fazer.

A cirrose ocorre por motivos similares, quando ingerimos muito álcool muito frequentemente o fígado não suporta e acaba sendo danificado, perdendo gradualmente suas funções de forma definitiva. Para saber mais sobre como cuidar do fígado e evitar tais sobrecarregamentos, veja nesse artigo como cuidar do fígado.

Quando tempo depois de tomar remédio posso beber?

De forma geral, não existe nenhum medicamento cujo efeito seja cortado caso você tome após uma cerveja ou um drink. O problema está em consumir álcool em excesso já que, como vimos acima, a complicação em consumir álcool e remédios está em sobrecarregar o corpo. Sendo assim, se você apenas beberá socialmente para descontrair, não se preocupe, entretanto, caso o objetivo não seja esse, o ideal é esperar ao menos 12 horas após a ingestão do álcool para tomar remédios, assim seu fígado já terá se recuperado da bebedeira e estará pronto para processar o medicamento receitado.

Quais são os remédios que não podem ser misturados com álcool?

Paracetamol

O paracetamol misturado com álcool não corta o efeito do remédio, entretanto, por ser um medicamento que interage com o fígado, essa mistura aumenta em muito o risco de hepatites e fortes dores estomacais. O problema é que o Paracetamol é um remédio muito receitado por tratar de diversas dores físicas e febre, por isso, se você se pergunta quanto tempo depois de beber pode tomar Paracetamol, o recomendado é que se espere ao menos 8 horas pois após esse tempo o efeito do remédio já terá passado e os riscos de hepatite também.

Antibióticos

Além de sobrecarregar o fígado, essa mistura pode afetar o sistema imunológico e retardar o processo de cura, o que pode inclusive gerar o desenvolvimento de uma infecção pior do que a original, já que seu sistema imunológico estará ao mesmo tempo enfraquecido e lutando contra uma infecção prévia. Se você se pergunta quanto tempo depois de tomar antibiótico posso beber, o recomendado é que se espere ao menos 12 horas, entretanto, mais do que isso é recomendado que não se interrompa o tratamento de antibióticos. Para saber mais veja "posso beber tomando antibiótico?".

Anti-histamínicos

Esses antialérgicos deixam qualquer um indisposto e sonolento, por vezes diminuindo até mesmo a capacidade motora e de cognição e, quando misturados com álcool, esses medicamentos podem aumentar os efeitos colaterais e fazer com que a pessoa perca parcialmente os sentidos.

Antidepressivos

O álcool por si só já é por vezes considerado uma substância depressora, quando somado ao antidepressivo ele pode aumentar os sintomas da doença e torná-la mais difícil de ser tratada. Além disso, por vezes quem tem depressão e ingere álcool acaba involuntariamente sendo levado a refletir sobre sua doença e suas causas, podendo gerar crises pesadas, o que também acontece em caso de ansiedade e pânico. Sendo assim, quem toma remédio controlado pode beber cerveja mas não deve abusar e muito menos tomar destilados.

Dipirona

Não se pode tomar Dipirona e depois beber pelo mesmo motivo do Paracetamol, essa mistura também aumenta em muito o risco de hepatites e fortes dores estomacais, o que diminui as consequências é que, ao contrário do Paracetamol, a interação da Dipirona com o fígado é bem mais sutil.

Remédios para pressão alta

Nesse caso o problema não se encontra no medicamento, mas sim em sua causa. O álcool é um grande hipertensivo, ou seja, aumenta a pressão arterial, sendo assim, quem tem pressão alta não deve de forma alguma ingerir bebidas alcoólicas.

Rivotril

A bebida alcoólica potencializa o efeito do Rivotril, fazendo com que a pessoa perca completamente os sentidos, sendo por vezes incapaz de se mover. Se você faz uso do medicamento e quer saber quantas horas depois de beber pode tomar Rivotril, espere ao menos 8 horas para evitar efeitos colaterais inesperados.

Victoza

Pode tomar cerveja tomando Victoza, entretanto, não se deve abusar pois essa mistura pode prejudicar o pâncreas, além disso, a Victoza é utilizada para perder peso e o álcool é um grande inimigo na luta contra a balança.

Ainda que não seja recomendado misturar os remédios acima com álcool, caso você esteja tomando algum medicamento contínuo que seja vital, como os remédios para controle de pressão arterial, não interrompa o tratamento pois essa pausa pode causar problemas ainda maiores no futuro.

Alimentos que ajudam a limpar o fígado

Beterraba e cenoura

Esses dois vegetais contêm altas quantidades de betacaroteno, substância capaz de potencializar a capacidade do seu fígado de processar substâncias, evitando a probabilidade de lesões e mantendo-o saudável.

Verduras escuras

Verduras de cores escuras são potentes desintoxicantes, por isso ajudam a limpar não apenas o fígado mas todo seu corpo, o que explica serem tão frequentes nas receitas de sucos detox. Sendo assim, tente inserir brócolis, couve e rúcula na sua alimentação diária.

Cereais integrais

Esses cereais ajudam o corpo a metabolizar gorduras, diminuindo a carga de trabalho exigida do seu fígado, por isso, substitua no seu dia a dia pães por aqueles feitos com trigo integral e também dê preferência pelo arroz integral em suas refeições.

Frutas cítricas

Frutas como limão e laranja contêm grande quantidade de vitamina C, substância que potencializa a capacidade de seu fígado e diminui probabilidade de lesões.

Este artigo é meramente informativo, no umCOMO não temos capacidade de receitar nenhum tratamento médico nem realizar nenhum tipo de diagnóstico. Convidamos você a recorrer a um médico no caso de apresentar qualquer tipo de condição ou mal-estar.

Se pretende ler mais artigos parecidos a Quanto tempo depois de beber posso tomar remédio? Guia de fármacos, recomendamos que entre na nossa categoria de Medicamentos e Suplementos.

Escrever comentário sobre Quanto tempo depois de beber posso tomar remédio? Guia de fármacos

O que lhe pareceu o artigo?

Quanto tempo depois de beber posso tomar remédio? Guia de fármacos
Quanto tempo depois de beber posso tomar remédio? Guia de fármacos

Voltar ao topo da página