menu
Partilhar

Tipos de choque

Por Nicolas Santos. Atualizado: 20 abril 2021
Tipos de choque
Imagem: youtube.com

O estado de choque é causado quando algumas alterações no corpo, como o desequilibro entre a perfusão e as necessidades celulares podem levar à morte. Existem alguns tipos de choque e cada um destes tipos possui as suas características, causas e complicações, a maioria deles, no entanto, pode levar à morte. Estados de perfusão tecidual são comuns causadores dos choques, tanto por infecções como por alergias, como nós veremos, alteram o suprimento de oxigênio do corpo para os tecidos e células para uma quantidade insuficiente e atrapalham a remoção dos produtos causadores da complicação que deu origem ao choque por excreção celular.

Neste artigo, umComo apresenta os tipos de choque. Para você que quer saber mais sobre um ou todos eles, não deixe de conferir os nossos artigos mais completos sobre cada tema.

Também lhe pode interessar: O que é choque cardiogênico

Choque séptico ou septicemia

A Septicemia ou sepsis é o primeiro estágio do choque séptico, ela, caso não seja tratada com urgência pode avançar para o estágio de choque séptico. Inicialmente, a septicemia consiste numa infecção generalizada que se espalha por todo o corpo através do sangue. Ela pode ser originada de uma pneumonia por exemplo e se alastrar pelo corpo através do sangue, causando danos em diversos órgãos, também por limitar a quantidade de oxigênio que os abastece.

É possível perceber os primeiros sintomas da septicemia quando a febre sobe acima de 38º, a respiração e batimentos cardíacos se aceleram e o paciente pode notar intensas dores musculares.

O indivíduo em estado de choque séptico terá que ser internado em uma Unidade de Terapia Intensiva (UTI) por cerca de 10 dias, tempo que pode se estender de acordo com o quadro do paciente.

Choque cardiogênico

O choque cardiogênico atua de forma diferente em comparação ao choque séptico, não se origina a partir de uma infecção e sim de uma incapacidade do coração de bombear os nutrientes necessários para abastecer as células e tecidos do corpo humano, afetando, em primeiro lugar, os órgãos vitais do corpo.

Este tipo de choque costuma levar à morte em 50% dos casos relatados, este altíssimo número deve-se à necessidade que o paciente em choque cardiogênico tem de ser tratado com urgência, sendo que ele se torna mais perigoso à cada hora que passa sem ajuda médica.

Choque anafilático

O choque anafilático, também conhecido como anafilaxia, é também um dos tipos de choque que interfere no abastecimento de oxigênio dos tecidos. Porém, este não se dá através de uma infecção, nem de um mal funcionamento de algum órgão e sim à um agente externo, do qual o indivíduo é hipersensível.

Ele está relacionado com reações alérgicas e por isso a mortalidade deste choque varia de acordo com o nível da hipersensibilidade do alérgeno. Saiba mais em Como saber se sou alérgico à picadas de insetos e Tratamento para choque anafilático.

Choque hipovolêmico

O choque hipovolêmico, apesar de estar também relacionado à falta de abastecimento de oxigênio e outros nutrientes à órgãos vitais do corpo humano, se dá de uma forma diferente. Está relacionado com os casos de hemorragia ou perca de grandes quantidades de sangue num curto período de tempo, mais precisamente, é possível que o paciente entre em estado de choque hipovolêmico ao perder cerca de 20% do total de sangue no seu corpo (aproximadamente um litro). A reposição de líquidos através do soro é o tratamento mais eficaz neste caso.

Este artigo é meramente informativo, no umCOMO não temos capacidade de receitar nenhum tratamento médico nem realizar nenhum tipo de diagnóstico. Convidamos você a recorrer a um médico no caso de apresentar qualquer tipo de condição ou mal-estar.

Se pretende ler mais artigos parecidos a Tipos de choque, recomendamos que entre na nossa categoria de Doenças e Efeitos Secundários.

Escrever comentário

O que lhe pareceu o artigo?

Tipos de choque
Imagem: youtube.com
Tipos de choque

Voltar ao topo da página