menu
Partilhar

Tipos de compressas

Por Redação umCOMO. Atualizado: 16 janeiro 2017
Tipos de compressas
Imagem: jbesportesmacau.blogspot.pt

As compressas são pedaços de tecido que fazem parte dos curativos. Existem diferentes tipos de compressas, mas seja qual for a utilizada, não deve ter bainha nem dobras que possam danificar a parte afetada do corpo.As compressas sãoaplicadas nas inflamações recentes, torções ou quando a pessoa está com febre. Sua função é estimular a circulação, ativar as funções digestivas quando aplicadas após as refeições, e descongestionar o cérebro, motivo pelo qual são de especial interesse para as pessoas nervosas. Além disso, quando aplicadas sobre o coração ou a espinha dorsal exercem um efeito calmante.Deve-se entender que quando a palavra compressa não vem acompanhada de nenhum qualificativo, não se trata de compressas secas nem de compressas molhadas em algum líquido medicamentoso, senão de "compressas de água".Neste artigo contamos-lhe quais são os diferentes tipos de compressas que existem.

Também lhe pode interessar: Tipos de dores de cabeça

Compressas úmidas

Você deve molhar o tecido em água fria e a seguir escorrê-la um pouco para depois aplicá-la sobre a parte do corpo que esteja afetada. Quando a compressa úmida estiver em cima da parte em questão, você deve se abrigar bem colocando um tecido de lã ou uma toalha sobre a compressa. Mas deste modo a compressa esquenta rápido, motivo pelo qual deve-se renová-la a cada 15 ou 20 minutos.

Compressas quentes ou de calor

Este tipo de compressas é utilizado contra as dores, cãibras, cólicas ou neuralgias.Você deve unir quatro ou seis pedaços de pano ou flanela da mesma forma. Quando tiver os diferentes recortes feitos, você deve empapar em água quente ou muito quente, dependendo para da doença e do bem que fizer ao paciente, um dos pedaços. Este será o que estará em contacto com a parte afetada do corpo do paciente. Quando tiver todas as compressas sobre a parte adequada, você deve enrolar o paciente com um lenço para isolar a zona afetada do ar.Deve-se aplicar as compressas durante uma hora e ir renovando-as a cada 3 ou 5 minutos.Passado este tempo, devem ser aplicadas compressas calmantes ou dependendo do estado do paciente, deve-se abrigar a parte afetada com um tecido de lã. Nesta posição deixa-se passar o tempo. Se após este tempo não tiver diminuído o mal que foi a causa para a aplicação das compressas, será necessário repetir toda a operação ou aplicar apenas as compressas calmantes.Quando a dor cessar, pode-se combinar as compressas com massagem.Mas caso se queira, é possível aplicar as compressas encharcando um ou dois pedaços de pano em água fervendo e unindo estes pedaços por cima e por baixo com um ou dois pedaços de panos secos. De modo que os pedaços de pano úmidos fiquem entre os secos. Neste caso a aplicação das compressas é de 7 minutos e deve-se renová-las quando esfriarem.

Compressas frias ou refrescantes

O objetivo das compressas frias ou refrescantes é retirar o calor para poder combater a inflamação local. Para utilizar este tipo de compressas você deve dobrar em 4 ou 8 vezes um tecido grosso e impregná-lo em água bem fria. Cobrindo bem com um lenço ou flanela leve toda a região correspondente à parte afetada, exceto se se tratar da cabeça. Deve-se trocar as compressas quando começarem a esquentar. Quando terminar a aplicação destas compressas, deve-se secar a zona e protegê-la com compressas secas e uma flanela leve.Caso se queira, assim que a inflamação começar a ceder, as compressas podem ser combinadas com esfregações com água morna.

Compressas calmantes ou sedativas

Sua finalidade é acalmar a dor que o paciente apresenta.Para utilizar compressas sedativas ou calmantes deve-se dobrar uma pano grosso em quatro ou em oito vezes e umedecê-lo em água que esteja a uma temperatura de 15º C. A seguir deve-se torcer bem a compressa e aplicar sobre a parte afetada, ao mesmo tempo em que se cobre com um lenço de lã. Este tipo de compressa deve ser aplicado durante 30 ou 40 minutos, na medida em que for aliviando o doente.

Compressas estimulantes, resolutivas e derivativas

Deve-se impregnar um pedaço de tecido em água fria, escorrê-la e dobrar duas, quatro ou seis vezes, dependendo do caso. A seguir deve ser aplicada sobre a parte afetada de maneira que a tela a ultrapasse em dois centímetros e seja coberta e fixada com um pano que sobressaia também da compressa alguns centímetros. Se for preciso manter a compressa durante um longo tempo, é conveniente aplicar sobre ela uma bandagem contentiva, como um lenço.A compressa deve ser aplicada durante 2, 3 ou 4 horas e caso se deseje é possível aplicar durante toda a noite. Caso a compressa cause mal-estar no paciente, terá que ser renovada, mas previamente deve-se secar a zona e se a dor permitir, esfregar.Também é possível molhar com água fria um pedaço de tecido duplo, que se aplica sobre a parte afetada, pondo por cima um pano grosso dobrado em 6 ou 8, também umedecido, abrigando tudo com um lenço grosso. Deve-se repetir a aplicação até conseguir o efeito desejado.

Compressas reservatrices

Para utilizar as compressas reservatrices, você deve pegar um guardanapo do tamanho apropriado à zona na qual deve ser aplicada. O seguinte passo consiste em umedecer bem o guardanapo com água morna e dependendo de cada caso, aplicar-se sobre a parte afetada embaixo do emplastro hidroterápico.Este tipo de compressa é colocada sem flanela em cima, e mantém-se durante o banho de vapor com a ajuda de um lenço umedecido. Quanto à forma e método de aplicar as compressas reservatrices, deve-se ter em conta o especificado para as restantes compressas locais ou gerais. O objetivo do uso das compressas reservatrices é modificador, preservando a região afetada ou outra da ação de um procedimento hidroterápico qualquer, por exemplo, impedir que o vapor aja sobre a cabeça ou que uma bandagem excite o coração.

Este artigo é meramente informativo, no umCOMO não temos capacidade de receitar nenhum tratamento médico nem realizar nenhum tipo de diagnóstico. Convidamos você a recorrer a um médico no caso de apresentar qualquer tipo de condição ou mal-estar.

Se pretende ler mais artigos parecidos a Tipos de compressas, recomendamos que entre na nossa categoria de Saúde Familiar.

Escrever comentário

O que lhe pareceu o artigo?
Tipos de compressas
Imagem: jbesportesmacau.blogspot.pt
Tipos de compressas

Voltar ao topo da página