menu
Partilhar

Como identificar o inseto barbeiro - Doença de Chagas

Por Yuri Ferreira. Atualizado: 20 novembro 2020
Como identificar o inseto barbeiro - Doença de Chagas

Prestando atenção em alguns detalhes explicados neste artigo você terá menos dificuldade em saber se está lidando com um barbeiro que pode transmitir Chagas. A doença de Chagas foi descoberta há mais de um século pelo infectologista e cientista brasileiro Carlos Chagas. Suas descobertas sobre a natureza desta patologia e sobre sua transmissão foram essenciais para a redução da doença na América do Sul, região onde a patologia é endêmica, ou seja, onde ela nasceu.

A doença de Chagas, causada pelo inseto conhecido como barbeiro, é muito perigosa e pode ser fatal. Nesse artigo do umCOMO te daremos dicas de como identificar o inseto barbeiro para que se previna e auxilie as entidades de vigilância sanitária e saúde a eliminar essas espécies e proteger todos aqueles que moram com você e na sua região. Continue lendo o artigo para saber mais sobre a doença de Chagas e sobre o inseto barbeiro!

Também lhe pode interessar: Como prevenir a doença de Chagas

Onde vive o inseto barbeiro?

Mais de 95% dos casos registrados de doença de Chagas no Brasil nas últimas duas décadas foram registrados no Amapá e no Pará. O contágio da doença de Chagas diretamente por meio da picada do inseto barbeiro é raríssimo, tendo sido apontado como erradicado no Brasil pela Organização Mundial da Saúde no ano de 2006. Mas em moedores, como os de caldo de cana, é possível contrair a doença, quando eles não são bem higienizados.

No mesmo ano em que a doença foi considerada erradicada pela OMS, 25 pessoas foram contagiadas na cidade de Navegantes, em Santa Catarina. As perícias apontaram que na verdade, a contração se deu pela má higienização do moedor de um caldo de cana, que triturou as fezes de um barbeiro infectado por Trypanosoma cruzi, o protozoário causador da doença de chagas.

Regiões florestais e predominantemente agrárias têm maior foco de proliferação de insetos barbeiros e, por isso, é na região norte em que encontramos a maior população das espécies do inseto que transmite a doença de chagas.

Sintomas da doença de Chagas

O principal sintoma da picada de barbeiro é uma leve coceira. Graças a um analgésico contido na saliva do inseto, quando a picada atinge a pele humana, não existe dor, apenas uma pequena vermelhidão na região da picada. É bastante comum confundir a picada de barbeiro com a do pernilongo normal, tendo em vista que os sintomas dessa picada são parecidos. Geralmente, as picadas acontecem na região do rosto.

Os primeiros sintomas da doença de Chagas são: febre, mal estar, inchaço de apenas um olho e o aumento do tamanho do fígado e do baço. Em qualquer sintoma desse tipo, um médico deverá ser consultado, haja vista que esta doença é grave e deve ser tratada o mais rápido possível, pois pode levar a sérias complicações e inclusive à morte.

A leitura do artigo quais são os sintomas da doença de chagas é importante para aqueles que desejam saber se estão infectados pelo perigoso mal de chagas.

Picada de barbeiro

É importante ressaltar que tomar picada de barbeiro não significa que se contraiu a doença de Chagas, porque para transmitir a doença o inseto precisa estar infectado. Se você foi picado por um barbeiro livre da doença deve sentir apenas uma leve coceira e vermelhidão no local afetado.

A picada de barbeiro não incha. Ela só é especificamente identificável caso o barbeiro seja visto picando o indivíduo. O artigo Como identificar os tipos de picadas de inseto com certeza irá te ajudar, caso você tenha sido picado(a) por algum inseto e deseje identificar. Às vezes você pode ter tido contato com um inseto parecido com barbeiro, mas não ser. De todas as maneiras é sempre bom visitar um médico.

Barbeiros voam?

Uma das maneiras de identificar insetos parecidos com barbeiro, mas que não são, é verificar se o inseto voa. Alguns insetos semelhantes não voam, mas o barbeiro, sim. Em sua fase adulta, quando não quando está no início de seu desenvolvimento ele passa a voar. No entanto, vale a pena estar atento: o barbeiro costuma voar quando está com fome, porque tem leveza suficiente para fazê-lo.

Por serem insetos hematófogos, isto é, por se alimentarem de sangue, depois de picarem eles ficam pesados e o bater de asas se torna dificultoso. Assim, caso você veja um barbeiro voando, atenção! Ele pode estar com fome.

Como identificar o inseto barbeiro - Doença de Chagas - Picada de barbeiro

Todo barbeiro transmite Chagas?

Como dito anteriormente nem é todo barbeiro transmite Chagas. Além de eles precisarem estar infectados, existem apenas cinco de 123 espécies de barbeiro que transmitem a doença Trypanosoma cruzi, a doença de chagas.

A incidência do barbeiro contaminado no Brasil é raríssima graças a diversos esforços do Ministério da Saúde para buscar a erradicação do mal de chagas no país. O artigo Como prevenir a doença de chagas tem várias dicas para ajudar quem deseja conhecer melhor as medidas de profilaxia deste mal.

Como identificar o inseto barbeiro

É comum acontecer a confusão de qualquer percevejo com o barbeiro, pois existem alguns insetos parecidos com o barbeiro. Em alguns casos eles até são apelidados de inseto barbeiro falso. Não se desespere ao ver um inseto parecido com o barbeiro.

Para identificar o barbeiro deve verificar se o inseto é achatado, preto ou marrom, de hábitos noturnos e se possui seis pernas. Geralmente o barbeiro é um pouco menor do que uma barata adulta.

Aplicativo permite identificar o inseto barbeiro

Se você tem dificuldade para fazer a identificação, pode acessar um aplicativo da Fiocruz (Fundação Osvaldo Cruz), chamado Triatokey. Ele funciona como app diretamente no celular, e pode ser usado até mesmo offline, ou diretamente acessando o Google e colocando o nome do app.

O aplicativo serve para ajudar a identificar as espécies de barbeiros e diferenciar as espécies que são vetores da doença de Chagas. Os outros barbeiros e percevejos não transmitem a doença e não trazem qualquer tipo de risco para a vida humana.

Abaixo, na imagem, você pode verificar as perguntas feitas pelo app. Observe o inseto com atenção e responda as perguntas para saber se deve se preocupar ou se apenas se trata de um inseto parecido com o barbeiro.

Como identificar o inseto barbeiro - Doença de Chagas - Como identificar o inseto barbeiro

Este artigo é meramente informativo, no umCOMO não temos capacidade de receitar nenhum tratamento médico nem realizar nenhum tipo de diagnóstico. Convidamos você a recorrer a um médico no caso de apresentar qualquer tipo de condição ou mal-estar.

Se pretende ler mais artigos parecidos a Como identificar o inseto barbeiro - Doença de Chagas, recomendamos que entre na nossa categoria de Doenças e Efeitos Secundários.

Escrever comentário

O que lhe pareceu o artigo?
6 comentários
A sua avaliação:
Prof Cleriaton
Que informativo péssimo..... vc não descreve as diferenças entre um inseto e outro como vc promete no título. Releia ele é veja se o título está de acordo...
A sua avaliação:
ROSANA APARECIDA MARTON
ACHEI DOIS INSETO PARECIDO COM BARBEIRO COMO FAÇO PARA IDENTIFICA-LO SE REALMENTE É... UM EU COM MEDO ESMAGUEI MAS O OUTRO CONSEGUI PEGAR E GUARDEI EM UM VIDRO COM MUITO CUIDADO... E AGORA? O QUE FAÇO? AGUARDO RETORNO. ROSANA MARTON. CARAGUATATUBA/SP
Suely
peguei um barbeiro dentro do meu quarto,estou em panico;coloquei ele dentro de um vidro com Álcool em gel. Não sei o que fazer e qual providência tomar, nem onde devo levar esse insento. Por favor me ajudem URGENTE.
fran
suely, vc tinha que levar na vigilancia sanitaria da sua cidade, mais eu de voce ja matava isso
A sua avaliação:
Winston Mazucato Pimentel
Boa tarde peguei um inseto aqui em casa bem parecido com barbeiro tirei fotos e vídeo.
Fernanda
Eu vi um inseto q é parecido com o barbeiro, agora eu não sei si é to em dúvidas
Marcela
Muito bom e esclarecedor. Mais hoje apareceu um inseto na minha janela da cozinha muito parecido com o Barbeiro. Estou apavorada.

Como identificar o inseto barbeiro - Doença de Chagas
1 de 3
Como identificar o inseto barbeiro - Doença de Chagas

Voltar ao topo da página