Partilhar
Partilhar em:

Como tratar a arritmia cardíaca

Passo a passo
Dificuldade: Alta
Avaliação: 4,9 (278 votos)
3 comentários
69 vezes partilhado
 
Como tratar a arritmia cardíaca

Se sofre de arritmia cardíaca é importante que tenha em conta os diferentes modos que existem para tratar esta doença do coração. Quando as batidas deste órgão vital ficam alteradas é quando falamos de arritmias e existem diferentes tipos, segundo os quais o médico optará por seguir um tratamento ou outro. Neste artigo de umComo vamos explicar para você como tratar a arritmia cardíaca informando-lhe tanto dos tratamentos de medicina natural como os remédios caseiros.

1

Quando o sistema do funcionamento do coração fica alterado, as batidas modificam e, por conseguinte, o ritmo cardíaco. Esta falha faz com que o bombeamento do coração fique diminuído e não tenha a mesma eficácia. Quando falamos de bradiarritmias é quando a alteração provoca um ritmo mais lento e quando falamos de taquiarritmia é precisamente o contrário, quando a batida do coração acelera.

O local no qual se originam as arritmias também determinará o tipo das mesmas, pois não é a mesma coisa uma arritmia na zona ventricular ou nas aurículas que se conhece como "supraventricular". Dependendo do tipo de arritmia que sofrer, o tratamento será diferente assim como o seu estado de saúde. Por isso, é fundamental que se tem esta doença cardíaca consulte um médico para que o examine e o trate de forma individualizada.

2

Para tratar a arritmia existem diferentes tratamentos médicos que podem ajudar a regular as batidas do seu coração. A escolha de um ou de outro dependerá sempre do tipo de arritmia que lhe tenham diagnosticada e das suas próprias necessidades, por isso, deverá consultar um especialista para que lhe indique qual é o melhor para si.

Um tratamento muito leve e indicado para as arritmias menos importantes são as manobras vagais que consistem em aplicar a você mesmo manobras como conter a respiração, colocar o rosto em água gelada, etc. Isto consegue que o seu sistema nervoso se altere e consiga amenizar a arritmia.

3

O médico também lhe poderá receitar medicamentos antiarrítmicos que regulam os sais iônicos que existem nas células cardíacas, desta forma pode-se controlar o sistema elétrico do nosso coração e tratar a arritmia. Há diferentes medicamentos que trabalham para esta finalidade, deverá ser sempre um médico a receitar o mais adequado para o seu caso.

4

Outra forma de tratar a arritmia é através da cardioversão elétrica que é uma descarga elétrica de corrente para o seu coração que ajuda a eliminar as arritmias e a conseguir que as batidas do seu coração normalizem. Este tratamento é feito de forma urgente e serve para momentos pontuais quando um paciente está tendo uma crise ou ataque de coração.

5

A radiofrequência também serve para tratar as arritmias. Para isso, começa-se por se fazer um estudo do seu coração para poder detetar qual é a rede elétrica que está falhando. Uma vez localizada, aplicam-se descargas de radiofrequência que tentam destruir e modificar a alteração que produz a modificação das batidas.

6

Antes de colocar o pacemaker tradicional, pode-se optar pelo DAI que é um tipo de pacemaker que deteta as arritmias e, apenas no momento em que o coração falha, o dispositivo provoca uma descarga elétrica que modifica o erro.

Se o DAI não for suficiente, poderá ser usado o pacemaker tradicional, uma bateria que acumula energia elétrica e que emite impulsos elétricos para o coração para regular o seu funcionamento. São muito úteis sobretudo para pacientes com arritmias muito severas.

7

Além destes tratamentos médicos, pode tratar a arritmia com medicina natural que contribui para que o sistema nervoso do coração trabalhe de uma forma mais rítmica. Por exemplo, a valeriana é uma erva medicinal que diminui a pressão arterial e aumenta a circulação sanguínea do coração.

A falta de magnésio pode provocar arritmias no coração, por isso, se estiver faltando este mineral é importante que o incorpore à sua dieta para poder reequilibrar as suas constantes vitais. Em umComo contamos-lhe quais são os alimentos ricos em magnésio mas se com a alimentação não for suficiente, pode falar com um médico para que lhe receite suplementos de magnésio.

8

O aipo e o alho também são alimentos que se consideram como antiarrítmicos naturais, o motivo é que estes alimentos têm elementos bloqueadores de cálcio pelo que funcionam na perfeição para eliminar a arritmia. Para os ingerir, pode fazê-lo através de sucos elaborados com estes ingredientes e misturá-los com cenoura, maçã ou laranja.

9

Este artigo é meramente informativo, no umComo.com.br não temos capacidade para receitar nenhum tratamento médico nem realizar nenhum tipo de diagnóstico. Convidamo-lo a recorrer a um médico no caso de apresentar qualquer tipo de condição ou mal-estar.

Se deseja ler mais artigo parecidos a Como tratar a arritmia cardíaca, recomendamos que entre na nossa categoria de Doenças e Efeitos Secundários.

Relacionados
Comentários (3)

Escrever comentário sobre Como tratar a arritmia cardíaca

Muito útil
3 comentários
marcilene Borges das neves
eu me sinto muito batimento cardicos sera q e ? mas eu tou bem assima peso quero uma explicação obg
adriana
eu tenho prolapso mitral mínimo e extrassistolia ventricular e supraventricular de baixa frequência, no ultimo holter deu 430 num dia. Mas de vez em quando, do nada, mesmo eu estando em repouso, me dá umas taquicardias muito fortes e difíceis de controlar, fico com muito medo de morrer. quais as dicascaseiras para acalmar a taquicardia???
francisco
ola meu filho te 22 anos e tem arritimia cardiaca ele trabalha e estuda a noite ele fica esgotado qual o tipo de vitamina eu devo comprar para ele

Descubra vídeos interessantes
DIY
Aulas de Zumba
Top 10
Tratamentos de Pele
Como tratar a arritmia cardíaca
1 de 5
Como tratar a arritmia cardíaca