Partilhar

Lista de batimentos cardíacos normais por idade

Por Sara Viega. Atualizado: 3 agosto 2018
Lista de batimentos cardíacos normais por idade

A frequência cardíaca se define pela quantidade de vezes que o coração pulsa durante um período de tempo regular. A medida mais usada é o BPM, batimentos cardíacos por minuto. Embora existam valores de referência, eles variam de acordo com fatores como idade e algumas situações temporárias ou condições de saúde. Para que você tenha parâmetros confiáveis na hora de medir a frequência cardíaca, o umCOMO preparou esta lista de batimentos cardíacos normais por idade e os sintomas e desdobramentos que essas condições de saúde podem ocasionar.

Também lhe pode interessar: Qual é o ritmo cardíaco normal

Batimentos cardíacos normais por minuto: valores de referência

Não é possível determinar o mesmo valor de referência considerado normal, bom ou ótimo para todas as pessoas já que isso pode mudar de acordo com a idade e ser homem ou mulher. É por isso que existem diferentes tabelas de batimentos cardíacos para cada situação e você deve sempre consultá-las de acordo com a sua idade.

Como medir batimentos cardíacos normais:

  1. Sente-se;
  2. Coloque o dedo indicador e médio na lateral do pescoço, na parte interna do pulso ou onde você consiga sentir os batimentos;
  3. Durante 10 segundos conte o número de batimentos;
  4. Multiplique este número por 6 e então você terá o valor do BPM (batimentos cardíacos por minuto).

É preciso também levar em conta que existem diferentes tipos de frequências e ritmos cardíacos para então tomar como referência os valores das tabelas:

Frequência cardíaca em repouso

É considerada quando a pessoa que tem os batimentos avaliados não está sob efeito de nenhum esforço físico intenso estresse ou condições adversas.

De uma forma geral, a frequência cardíaca normal de uma pessoa adulta deve estar entre 60 e 100 BPM por minuto, em repouso. O BPM normal detalhado neste caso é de:

Mulheres:

  • Normal: entre 78 e 84 bpm
  • Boa: entre 61 e 64 bpm
  • Ótima: entre 54 e 59 bpm

Homens

  • Normal: entre 72 e 78 bpm
  • Boa: entre 57 e 62 bpm
  • Ótima: entre 54 e 59 bpm

Veja também: Como calcular frequência cardíaca em repouso

Frequência cardíaca em esforço

Quando se realiza atividades físicas é normal que os batimentos cardíacos sejam maiores do que quando em repouso. A explicação para isso é o fato de que os músculos necessitam mais oxigênio (que vem da respiração) para trabalhar, com o aumento da respiração intensifica-se o trabalho cardíaco.

Para avaliar esta alteração é preciso calcular a frequência cardíaca máxima, que também varia de acordo com a idade e a atividade física em questão. O ritmo cardíaco máximo é também a maneira de encontrar o ritmo cardíaco máximo para treinar.

A maneira mais simples de encontrar a frequência cardíaca máxima para adultos é realizar o seguinte cálculo:

  • Mulheres: calcule 226 menos a idade
  • Homens: calcule 220 menos a idade

Lista de batimentos cardíacos normais por idade

  • Batimentos cardíacos normais em adultos: entre 60 e 100 bpm;
  • Batimentos cardíacos normais em gestantes: pode aumentar até 20 bpm;
  • Frequência cardíaca normal em idosos: entre 50 e 60 bpm;
  • Batimentos cardíacos normais de um embrião: entre 75 bpm e 130 bpm;
  • Batimentos cardíacos normais em um feto: entre 80 bpm 160 bpm (aumenta com o tempo);
  • Frequência cardíaca normal em crianças: entre 160 (recém nascido) e 60 bpm.

Frequência cardíaca baixa

Apesar de ainda não serem considerados baixos, são considerados abaixo da média batimentos cardíacos entre 71 e 76 bpm para homens e 74 e 78 bpm para mulheres.

Ter os batimentos cardíacos baixos em comparação aos valores de referência (menos que 60 BPM) já é considerado uma arritmia (bradicardia ou braquicardia) e pode estar relacionado aos seguintes problemas e situações:

  • Problemas metabólicos
  • Disfunções endócrinas (problema na tireoide)
  • Uso de drogas
  • Doenças autoimunes
  • Doença cardíaca-vascular
  • Exaustão
  • Hipotermia
  • Febre amarela

Tontura, cansaço, falta de ar, dor no peito, dificuldade para respirar e palpitações são alguns dos sintomas que podem indicar uma frequência cardíaca baixa. Qualquer percepção de alteração na frequência cardíaca que não seja por fatores externos deve ser diagnosticada por um médico. Caso contrário, existe o risco de parada cardíaca.

Batimentos cardíacos baixos e pressão baixa

A pressão arterial mede a 'força' do sangue, enquanto a frequência quantifica as pulsações por minuto. Batimentos cardíacos baixos e pressão baixa nem sempre estão diretamente relacionadas e são casos em que a avaliação de um profissional é essencial.

Batimentos cardíacos baixos em idosos

Batimentos cardíacos normais em idosos são mais baixos (entre 50 e 60 bpm) por natureza, como verificado. Se a frequência cardíaca verificada apresentar valores menores do que 40 bpm recomenda-se acompanhamento médico.

Veja também: Quais são os sintomas do sopro no coração

Batimento cardíaco alto

Também conhecido como taquicardia, o batimento cardíaco rápido pode acontecer em situações temporárias ou indicar condições de saúde mais graves. Além da alteração perceptível na hora de medir a frequência cardíaca palpitações, pontadas na cabeça, dificuldade em respirar, náusea e dor no peito são os sintomas mais comuns dos batimentos cardíacos acelerados:

Causas temporárias de frequência cardíaca alta

  • Exercícios físicos
  • Consumo de cafeína
  • Consumo de chocolate
  • Cigarro
  • Estresse
  • Fortes emoções
  • Febre
  • Relação sexual
  • Medicamentos específicos
  • Uso de drogas

Causa não temporárias de batimentos cardíacos altos

  • Pressão alta
  • Arteriosclerose
  • Insuficiência renal
  • Anemia
  • Distúrbios da tireoide
  • Insuficiência cardíaca
  • Infarto

Para todos os detalhes, confira a lista de causas da taquicardia.

Como ter um coração saudável

É importante cuidar da saúde do coração para ter uma vida saudável e reduzir o risco de sofrer problemas cardiovasculares que podem colocar em risco a nossa saúde e os batimentos cardíacos normais por idade. Optar por práticas de vida saudáveis que incluam uma correta alimentação, a prática de exercício e a tranquilidade ajudarão você a desfrutar de um corpo mais forte e saudável. Confira alguns conselhos que te ajudarão ter um coração saudável modificando apenas alguns hábitos de vida:

Alimentos que fazem bem ao coração

Somos o que comemos, isso é algo mais do que evidente, uma vez que o nosso organismo funciona corretamente graças aos nutrientes que ingerimos em cada refeição. De modo que, para conseguir que todos os seus órgãos funcionem corretamente, assim como um batimento cardíaco normal, é essencial encher o seu corpo de ingredientes nutritivos e, por outro lado, deixar de lado outras propostas mais gordurosas e menos saudáveis.

Para conseguir um excelente funcionamento do seu coração é importante adicionar à sua dieta alimentos saudáveis como os seguintes:

  • Peixes ricos em Ômega 3: este tipo de alimento é um dos melhores para proteger seu coração, já que é rico em ácidos graxos essenciais que só podem ser obtidos através da comida, pois o nosso corpo não os produz de forma natural. Boas opções são peixes como o atum, o salmão, as anchovas ou o bacalhau.
  • Frutas vermelhas: são alternativas muito saudáveis para o nosso coração, pois apresentam grandes benefícios para este órgão vital. A maioria delas costuma ser antioxidante, o que reduz o risco de sofrer doenças cardiovasculares reduzindo, portanto, a possibilidade de sofrer ataques ou infartos. Além disso, apresentam potássio e magnésio, minerais perfeitos para manter a pressão arterial nos níveis recomendados.
  • Azeite de oliva: é um dos alimentos com gorduras saudáveis mais recomendados para ter um coração saudável. O azeite é rico em polifenóis, um componente adequado para reduzir o colesterol no sangue e proteger, assim, os vasos sanguíneos.
  • Aveia: é uma opção repleta de fibra, um componente ideal para melhorar o nosso sistema cardiovascular, pois ajuda a reduzir a absorção de gordura em nosso corpo melhorando o trânsito intestinal.
  • Frutos secos: como os peixes, os frutos secos são ricos em ácidos graxos essenciais, nutrientes ideais para conseguir que o nosso órgão vital funcione corretamente e esteja protegido contra condições.
  • Alimentos ricos em fibra: alternativas como vegetais de folhas verdes, legumes ou fruta são também ideais para conseguir que o nosso corpo reduza a gordura do organismo, regule o colesterol e consiga depurar o organismo de forma natural.
Lista de batimentos cardíacos normais por idade - Como ter um coração saudável

Alimentos 'inimigos' do coração

Da mesma forma que há alguns alimentos recomendados para o coração, há outros que é melhor evitar ao máximo, pois podem prejudicar a irrigação sanguínea, bloquear as artérias e fazer com que aumente o risco de sofrer alguma cardiopatia. Listamos estes alimentos para que você os elimine dos seus hábitos alimentares:

  • Sal: este ingrediente é um dos causadores da hipertensão, além disso, pode chegar a tapar as veias e, portanto, impedir que o sangue circule pelo organismo, ou seja, impedir que os órgãos oxigenem.
  • Gorduras: tanto as frituras como os doces são alimentos gordurosos que costumam conter tanto gorduras trans como saturadas, dois inimigos do coração. De modo que, reduzindo a ingestão destes ingredientes você conseguirá trabalhar para uma vida mais saudável.
  • Carne processada: um estudo publicado pela OMS alertou que as carnes processadas podem produzir câncer, sobretudo, de cólon. Isto ocorre porque contêm ingredientes e substâncias químicas que são introduzidos para garantir a sua conservação e/ou aumentar o sabor e que, pelo contrário, são tóxicos para o nosso corpo. Além disso, este tipo de preparação é muito rico em gorduras saturadas, de modo que pode também chegar a bloquear as artérias com acúmulos de gordura.
  • Carne vermelha: o mesmo estudo da OMS que acabamos de mencionar também advertia sobre o consumo de carne vermelha, um tipo de alimento que contém um alto nível de gorduras saturadas que são prejudiciais para o organismo.

Exercícios para melhorar o funcionamento do coração

Além de ter em consideração aspectos relacionados com a alimentação, para poder ter um coração saudável é essencial começar a praticar atividade física para ativar a circulação do sangue, bombear o coração e exercitar todo o seu corpo, favorecendo uma regularização dos batimentos cardíacos. Considere que, graças ao esporte, o coração bombeia mais rápido e isto permite que o sangue circule melhor e chegue a todas as partes do nosso corpo.

Caminhadas

Se você nunca praticou exercício pode começar caminhando. Não se trata de dar um passeio, mas sim de andar num ritmo rápido meia hora por dia e, assim, poderá aumentar todas as semanas 10 minutos. O ideal é caminhar 45 minutos todos os dias para conseguir que o nosso corpo funcione corretamente e o nosso coração também.

Natação

Outro exercício cardiovascular perfeito é a natação, já que é um tipo de exercício que pode ser suave, que trabalha todos os músculos e que melhora a respiração. Do mesmo modo, a hidroginástica é também uma prática muito recomendada, pois os exercícios na água são mais difíceis de fazer e consegue-se aumentar a resistência e o condicionamento físico.

Ioga ou pilates

O ioga ou o pilates também são boas opções que ajudarão você a exercitar o seu coração, melhorar a sua respiração e fortalecer os seus músculos. Para se aprofundar, sugerimos a leitura do artigo sobre exercícios para o coração.

Lista de batimentos cardíacos normais por idade - Exercícios para melhorar o funcionamento do coração

Hábitos para manter a saúde do coração

É importante que você também opte por uma vida relaxada e tranquila, já que o estresse e a ansiedade podem ser fatores desencadeantes de uma crise do coração. Considere que o excesso de pressão pode fazer com que uma artéria se rompa e, portanto, ocorra um acidente cardiovascular, por isso, opte por uma vida tranquila, longe do estresse e, se não souber como fazer isto, uma boa forma é realizar práticas como a meditação que ajudarão você a deixar a mente limpa, a desligar-se e a conectar-se com seu interior.

Dormir faz bem ao coração

Do mesmo modo, é essencial descansar corretamente e dormir pelo menos 7 horas por dia. Se o seu corpo não estiver descansado, aumenta o risco de sofrer taquicardias ou síndrome metabólica.

Cigarro prejudica o coração

Deixar o cigarro também é uma das práticas fundamentais para poder ter um coração forte e saudável. Tenha em consideração que a fumaça dos cigarros contém substâncias tóxicas que colapsam as artérias e, portanto, o nosso coração deve aumentar o trabalho para bombear o sangue. Além disso, o monóxido de carbono substitui o oxigênio no sangue.

Álcool e coração, uma questão de moderação

Muitos estudos médicos demonstram que tomar uma quantidade moderada de álcool diariamente pode proteger o coração (1 ou 2 taças de vinho por dia no máximo). Mas, se nos excedermos no consumo desta substância, não aproveitaremos os benefícios e colocaremos em nosso corpo uma grande quantidade de toxinas que podem alterar a nossa pressão, os nossos batimentos e estimular o aparecimento de doenças coronarianas.

Além disso, não devemos esquecer que o álcool contém muitas calorias e, portanto, aumenta a quantidade de gordura saturada que há em nosso organismo, o que, como já vimos, afeta de forma nociva o corpo humano

Este artigo é meramente informativo, no umCOMO não temos capacidade de receitar nenhum tratamento médico nem realizar nenhum tipo de diagnóstico. Convidamos você a recorrer a um médico no caso de apresentar qualquer tipo de condição ou mal-estar.

Se pretende ler mais artigos parecidos a Lista de batimentos cardíacos normais por idade, recomendamos que entre na nossa categoria de Doenças e Efeitos Secundários.

Escrever comentário sobre Lista de batimentos cardíacos normais por idade

O que lhe pareceu o artigo?
9 comentários
A sua avaliação:
cesar
qual é o batimento cardiaco normal
Luana
Boa tarde!Meu filho teve uma dor de cabeça muito forte fui medir os batimentos cardicos dele estava a 55 bpm ele tem 12 anos e normal?
Sara Viega (Editor/a de umCOMO)
Oi, Luana. A frequência cardíaca considerada normal em crianças é entre 160 (recém nascidos) e 60 bpm. O ideal é que ele consulte um médico.
ELMANO SYNESIO FERREIRA DA SILVA FILHO
Bom dia . Eu tenho 68 anos , uso aprasalon 2 mg, ruvostatina causica 10mg. Somalgim cardio 100mg. Pergunta: Qual melhor medicamento para EREÇÃO , meu medico receitou cialici más nao8 resolveu. grato .
Sara Viega (Editor/a de umCOMO)
Oi, Elmano. O ideal é que você converse com o seu médico para que ele te indique o remédio mais indicado. Como um complemento, sugerimos as alternativas naturais ao Viagra: https://tecnologia.umcomo.com.br/artigo/como-recuperar-a-minha-senha-do-instagram-19608.html
Francis novaes
Bom dia,estou com 72anos e meu batimento está sempre abaixo de 55 batimentos, o que fazer para aumentar a frequência do batimento? Obrigada.
Deusa Braga
Tenho 61 anos fiz eletro e os BPM foram 53, esta muito baixo?
Sara Viega (Editor/a de umCOMO)
Oi, Deusa. De acordo com a tabela está normal, mas é sempre bom se consultar e confirmar com um médico.
A sua avaliação:
Vagner
Bom dia! Estou em dúvida no texto que fala sobre FREQUÊNCIA CARDÍACA BAIXA: A palavra MULHERES está repetida para os dois intervalos de batimentos cardíacos. Qual eu devo considerar? Desde já, agradeço pelo espaço e parabenizo pela excelente matéria e pela iniciativa.
Editor umComo.com.br
Olá Vagner! Apesar de ainda não serem considerados baixos, são considerados abaixo da média batimentos cardíacos entre 71 e 76 bpm para homens e 74 e 78 bpm para mulheres.
edezio
Excelente muito boa alista com informações importantes para quem pratica esporte e para pessoas no dia a dia.
jose ribamar miranda
estou tomando os seguintes medicamentos. carverdilol 12,5--2x por dia, amiodorona 200--1x por dia, antes ou depos do almoço somalgin 100--1x por dia é noite ciprofibrato 100 é rosuvastatina cálcica 10. é tomando chás de erva doce e/ou alecrim 2x por dia. RELATO...... estou com o lado esquerdo ligeramente inchado é de vez em quando sentindo umas pontadas forte do lado esquerdo é estou também com um pouco de má circulação nas pernas. obgdo
Editor umComo.com.br
Oi, Jose. O ideal é que você procure um médico o quanto antes. Este artigo também pode ser útil: https://saude.umcomo.com.br/artigo/dormencia-e-formigamento-no-braco-esquerdo-o-que-pode-ser-32.html
Elizabeth
Uma pessoa que está com o CPK um pouco elevado, com 60 anos de idade, hipertensa . qual deverá ser seus batimentos cardíacos durante a utilização na BIKE Magnética

Lista de batimentos cardíacos normais por idade
1 de 3
Lista de batimentos cardíacos normais por idade

Voltar ao topo da página