Quais são os primeiros sintomas do câncer da língua


Quais são os primeiros sintomas do câncer da língua

O câncer da língua não é o mais frequente de todos, no entanto costuma manifestar-se em fumadores ativos e em pessoas que bebem bastante, o que faz que com o passar dos anos a sua presença dentro das estatísticas vá aumentando. É mais comum nos homens do que em mulheres, esta doença conta com um bom prognóstico de recuperação se for detetada a tempo, por isso torna-se importante saber quais são os primeiros sintomas de câncer da língua, especialmente se se encontrar no grupo de risco. Em umComo.com.br explicamos-lhe com detalhe.

Foto: fibroanestesia.com

Instruções
  1. Os fumadores, especialmente aqueles que consumem uma importante quantidade de tabaco por dia e que ingerem álcool com frequência apresentam um maior risco de sofrer de câncer da língua.

    Quem sofre de frequentes úlceras bucais produzidas pela má higiene ou por problemas de dentes (perdas de dentes, próteses em mau estado) também correm maior risco de sofrer de câncer da língua, pois estas úlceras podem converter-se com o passar do tempo em lesões cancerosas.

  2. O aparecimento de úlceras ou feridas que passado um tempo não se curam é um dos primeiros sintomas de câncer da língua. Estas lesões costumam ser dolorosas, por isso é importante prestar-lhes atenção.

  3. Outro dos primeiros sintomas do câncer da língua é o aparecimento de uma pequena ou mediana mancha vermelha ou branca em qualquer zona da língua. Naqueles pontos em que é possível ver a mancha, é possível que a mesma se possa sentir ao tocar com a língua noutras partes da boca como o paladar ou as bochechas.

  4. A dor e os desconfortos na língua ou na garganta enquanto se fazem atividades cotidianas como mastigar, é outro dos possíveis indicadores de câncer da língua. Lembre-se que este sintoma é um pouco geral, pelo que antes de recorrer a um médico é recomendável explorar a boca com uma pequena lanterna para detetar a presença de manchas ou lesões.

  5. Devida à presença de úlceras e lesões, é normal que outro dos primeiros sintomas do câncer da garganta seja o mau hálito originado por este tipo de feridas. O odor costuma ser intenso, pelo que o paciente costuma perceber um sabor particular na sua boca, similar ao que se sente quando temos por exemplo uma amigdalite.

  6. Qualquer lesão que se converta numa úlcera que apareça na sua língua, e que após duas semanas não sare, deve ser vista por um médico para descartar a presença de qualquer anomalia. Este ponto é especialmente importante se se encontrar no grupo que conta com um maior risco de sofres de câncer da língua.

  7. É importante que se apresentar vários destes sintomas ou se suspeita da presença de um câncer da língua, visitar o quanto antes o seu médico. Se o tumor for detetado a tempo pode ser eliminado com maior facilidade, pelo contrário se o mesmo se detetar numa fase tardia pode gerar complicações graves e estender-se para outras zonas como a garganta ou a laringe.

  8. Se deseja ler mais artigos parecidos a quais são os primeiros sintomas do câncer da língua, recomendamos que entre na nossa categoria de O câncer.

Comente, dê a sua opinião, pergunte sobre quais são os primeiros sintomas do câncer da língua:


                

5 comentários


17-09-2014 Eni disse:
Para mim foi muito importante, fui escovar minha língua fiquei assustada, porque no centro da língua está esbranquiçada, não fumo, não bebo, não tomo refrigerante, me alimento razoavelmente bem, como pouca carne vermelha, como frutas, legumes e verduras. Estou preocupada. me orientem por favor, obrigada
23-08-2014 gueuza souza disse:
Foi muito importante ,pois minha mãe tem uma pequena ferida na língua reclama que doí e queima ,pra mim foi muito preciosa essa matéria ,obrigada ,mesmo ,continue dando informações ,pois e muito útil , e educativo ,abraços........
29-03-2014 Priscila Bittencourt disse:
Patricio Bios, gostaria de saber se você perdeu o paladar após o seu câncer. Favor responder para o meu e-mail:p**********94@yahoo.com.br. Minha mãe terá que fazer sessões de radioterapia e estou com medo de que ela perca o paladar.
01-11-2013 Administrador Umcomo.com.br disse:
Patricia Blois, muito obrigado pelo seu comentário. Devemos realmente pensar nisso e fazer os possíveis para ter uma vida melhor e mais saudável. Mais uma vez obrigado pelo comentário!
01-11-2013 Patricia Blois disse:
Contra as estatísticas de câncer bucal surgirem na terceira idade, eu, por ter sido fumante e predisposta, aos trinta, desenvolvi um câncer bucal. De mansinho, a principio, visto como uma leucoplasia, fui logo após a primeira cirurgia diagnosticada com tumor maligno. Passei pelo trauma de um primeiro mal atendimento médico que, felizmente, foi superado por outros médicos maravilhosos do Hospital das Clínicas de São Paulo. Sofri diversas cirurgias entres pequenas e grandes que resultaram na minha cura. Acho importante dizer que todos deveriam se conscientizar da necessidade de realizarem regularmente um auto exame bucal. Não se leva muito tempo, não dói e se pode assim evitar muitos problemas futuros, isto falando daqueles que podem ter lesões indolores, mas existem ainda aqueles que sabem das lesões, sentem os incômodos, porém por medo, vão deixando a doença progredir cada vez mais. E por mais que se diga que tudo no início é mais fácil de se tratar, o número de pessoas resistentes ainda é muito grande. Eu mesma perdi um familiar cujo câncer se espalhou, mas que a porta de entrada foi a cavidade oral. Sem contar nos tantos outros marcados para sempre devido a delicadeza da localização dos tumores. Vale a pena pensar nisto e já! Saúde a todos!
Vídeos em destaque
Rainbow Loom Magia revelada Desenhos dos Minions Experiências