Partilhar

Chiado na garganta, o que pode ser? - Principais causas

Chiado na garganta, o que pode ser? - Principais causas

Asma, bronquite e algo mais sério como a estenose da traqueia são algumas das possibilidades que causam o chiado na garganta. Quando sentimos que algo não vai bem em nosso corpo, é normal ficarmos preocupados. Muitas vezes, podemos sentir incômodos pontuais, pequenos e fáceis de serem resolvidos. Outras vezes, podemos lidar com doenças um pouco mais complicadas de serem resolvidas, e que exigem exames e o uso de medicações prescritas pelo médico.

Incômodos na garganta, tais como dores ou chiados, são muito comuns - principalmente nas épocas mais frias do ano. Sem tratamento adequado, esses incômodos podem dificultar bastante o paciente de comer e até mesmo de respirar. Mas não precisa ser assim. No artigo de hoje do umCOMO, falaremos a respeito das diversas causas possíveis para o chiado na garganta, e o que pode ser feito para tratá-lo. Continue lendo para saber "Chiado na garganta, o que pode ser?" e outras informações.

Também lhe pode interessar: Quais são as principais causas da otite

Chiado na garganta ao respirar pela boca

A verdade é que o simples chiado na garganta pode ser indicativo de várias doenças diferentes que englobam o pulmão e a região da traqueia. Doenças mais comuns que possuem esse e mais sintomas são a asma e a bronquite, por exemplo.

Mas o chiado na garganta também pode ser indicativo de algo mais grave e que precisa de uma atenção maior - por isso, o acompanhamento médico se faz mais do que necessário. Um exemplo disso é a estenose da traqueia.

Estenose da traqueia

A estenose da traqueia se caracteriza pela obstrução da região interna da traqueia. A região da traqueia que está obstruída e o nível da obstrução (total ou parcial) são variáveis que influenciarão nos sintomas e no tratamento. A estenose pode ser adquirida ou congênita, isto é, desde o nascimento.

As causas da estenose, quando não congênita, geralmente estão relacionadas a algum processo cicatricial na região da traqueia, provavelmente causada por intubação ou traqueostomia. Mas, além disso, traumas na região cervical ou torácica e tumores benignos ou malignos em regiões vizinhas, como pulmão e esôfago, por exemplo.

Sintomas da estenose da traqueia são:

  • dificuldade para respirar
  • chiado na garganta
  • tosse com ou sem secreção
  • alterações na voz

O diagnóstico é feito com a realização de uma endoscopia respiratória e os tratamentos variam de acordo com a região da traqueia que está obstruída. O não tratamento da estenose pode conduzir à sequelas pulmonares e, em casos mais graves, à morte por asfixia.

Chiado na garganta do bebê

As causas do aparecimento do chiado na garganta do bebê podem ser congênitas, infecciosas, tumorais ou causadas pela aspiração de algum corpo estranho. É de extrema importância fazer o acompanhamento e o tratamento adequado, pois, quando se trata de crianças - que estão em fase de formação -, o risco de sequelas aumenta. Em casos graves e agudos, corre-se o risco de obstruções respiratórias, problemas cardíacos e deformidade do tórax, além de terem o peso e a altura comprometidos.

Laringomalácia

Entre as causas congênitas, a laringomalácia é a mais comum. Caracteriza-se pelo ruído ao inspirar, e aparece logo na primeira semana de vida. Na maior parte dos casos, se não houver obstrução respiratória, a condição desaparece espontaneamente após meses sem necessidade de intervenção cirúrgica.

Laringotraqueítes

As laringotraqueítes, de causa viral, representam os casos infecciosos. Sintomas incluem tosse rouca e falta de ar. Costuma ser necessário o uso de medicações intravenosas e nebulização para controlar a doença, que costuma aparecer em torno dos seis meses de idade.

Papiloma de laringe

Em casos tumorais, a doença mais comum é o papiloma de laringe. Caracteriza-se pelo aparecimento de verrugas na laringe que crescem e entopem o tubo respiratório. A contaminação acontece pelo contato com as secreções vaginais da mãe na hora do parto, que estejam infectadas com o vírus do papiloma humano. O primeiro sintoma é a rouquidão, mas, sem tratamento, pode evoluir rapidamente para falta de ar extrema.

Se não há um fator desencadeador, é necessário cogitar a aspiração de corpos estranhos. Situações como essa são comuns em crianças pequenas que, principalmente, tenham contato com brinquedos e outros objetos pequenos.

Veja também: A partir de quantos graus é febre em bebê?

Chiado na garganta e no nariz

Chiado na garganta e no nariz costumam ser indicativos de bronquiolite ou rinite asmática.

A bronquiolite é uma infecção viral sazonal, sendo muito comum em épocas mais frias. É mais comum em bebês e crianças, mas também pode afetar adultos. É fácil de ser tratada e costuma desaparecer dentro de poucos dias, no entanto, pode estar relacionada ao aparecimento de complicações respiratórias posteriores. Um fator que dificulta o diagnóstico da doença é que ela possui sintomas muito parecidos com um simples resfriado: coriza, congestionamento nasal, espirros, tosse, febre. Com o passar dos dias, apresentam-se irritabilidade, respiração curta e superficial, diminuição do apetite e dificuldade para dormir.

O tratamento geralmente é simples e feito em casa. Em casos raros, pode ser necessário o uso de broncodilatadores.

Chiado na garganta e tosse

A causa mais comum para o aparecimento de tosse com chiado na garganta é a asma.

A asma é uma doença crônica que ocorre pela inflamação das vias respiratórias. Sintomas da asma incluem chiado na garganta, falta de ar, tosse (principalmente à noite) e a sensação de que não está entrando ar o suficiente nos pulmões, resultando numa respiração curta e superficial. Alguns pacientes descrevem a sensação de ter a garganta se fechando.

A doença não tem cura, mas o tratamento, geralmente feito com o uso de nebulizadores e bombinhas de asma (broncodilatadores), consegue controlar a doença o suficiente para que o paciente viva uma vida normal. Ficar longe de gatilhos como fumaças, ácaros e pólen, por exemplo, podem ajudar a reduzir as crises.

Veja também: Incômodo na garganta, o que pode ser? - 6 possíveis causas

Este artigo é meramente informativo, no umCOMO não temos capacidade de receitar nenhum tratamento médico nem realizar nenhum tipo de diagnóstico. Convidamos você a recorrer a um médico no caso de apresentar qualquer tipo de condição ou mal-estar.

Se pretende ler mais artigos parecidos a Chiado na garganta, o que pode ser? - Principais causas, recomendamos que entre na nossa categoria de Doenças e Efeitos Secundários.

Escrever comentário sobre Chiado na garganta, o que pode ser? - Principais causas

O que lhe pareceu o artigo?
1 comentário
A sua avaliação:
Cristiano
Sinto chiado na garganta ao deitar e ao respirar pela boca, o que devo fazer?

Chiado na garganta, o que pode ser? - Principais causas
Chiado na garganta, o que pode ser? - Principais causas

Voltar ao topo da página