Partilhar

Como evitar o contágio da candidíase vaginal

Como evitar o contágio da candidíase vaginal

A candidíase vaginal é uma infecção comum nas mulheres, que ocorre quando um fungo que vive no corpo humano, conhecido como Cândida albicans, cresce de um modo acelerado provocando irritação, coceira e incômodos.

Em umComo queremos indicar-lhe como evitar o contágio da candidíase vaginal para que possa ter uma saúde sexual sem riscos.

Também lhe pode interessar: Como prevenir a candidíase vaginal

A infecção

A infecção vaginal da candidíase é causada, na maioria das vezes, pelo próprio fungo natural que existe no organismo de uma pessoa; portanto, o primeiro motivo de infecção reside no nosso próprio corpo.

A Cândida é um fungo que vive em zonas úmidas do corpo: na boca, no trato gastrointestinal e na vagina; o crescimento deste fungo de forma desmedida é o que ocasiona o desenvolvimento da infecção, um crescimento que pode ser causado por falta de higiene, pelo uso de antibióticos ou pelas roupas íntimas que usamos.

Leia o seguinte artigo se quiser saber por que ocorre a candidíase vaginal.

Transmissão da candidíase

Para saber como evitar o contágio da candidíase vaginal você deve de ter em conta que este tipo de infecção vaginal raramente é transmitida de uma pessoa para outra. A Cândida não é uma doença de transmissão sexual, portanto, não costuma ser uma infecção que se possa contrair através do ato sexual.

No entanto, é recomendável que não se pratique sexo se alguém no casal estiver infectado com candidíase para evitar que se aconteçam mais infecções por outras bactérias ou que apareçam sangramentos; o ideal é manter a zona limpa e bem cuidada.

O contágio da candidíase costuma ocorrer quando a pessoa que entra em contato com a infecção dispõe de um sistema imunológico debilitado por ter tomado antibióticos, por exemplo, ou porque seja diabético.

Leia o seguinte artigo para saber como prevenir a candidíase vaginal.

Como se trata a candidíase

Como comentamos, saber como evitar o contágio da candidíase vaginal reside em ter uma higiene cuidada e evitar a prática de sexo com uma pessoa infectada; no entanto, se você tiver se contagiado com esta infecção, deverá procurar um médico especialista para que ele indique a você o tratamento a seguir para eliminar o fungo.

Os medicamentos que costumam ser usados para lutar contra as infecções de candidíase costumam ser os antimicóticos, isto é, os antifungos, que podem ser administrados tanto por via oral como por via vaginal.

Se tem candidíase leia o nosso artigo sobre como curar a candidíase vaginal.

Recomendação

Antes de tomar qualquer medicamento contra a Candidíase, é recomendável procurar um especialista que faça um diagnóstico personalizado da sua infecção vaginal e lhe prescreva o tratamento a seguir para conseguir eliminar o fungo de seu corpo.

Leia também: Caroço nos grandes lábios, o que pode ser?

Este artigo é meramente informativo, no umCOMO não temos capacidade de receitar nenhum tratamento médico nem realizar nenhum tipo de diagnóstico. Convidamos você a recorrer a um médico no caso de apresentar qualquer tipo de condição ou mal-estar.

Se pretende ler mais artigos parecidos a Como evitar o contágio da candidíase vaginal, recomendamos que entre na nossa categoria de Doenças e Efeitos Secundários.

Escrever comentário sobre Como evitar o contágio da candidíase vaginal

O que lhe pareceu o artigo?
2 comentários
Larissa
O uso de amoxilina pode causar candidiase?
Redação umCOMO (Editor/a de umCOMO)
Oi Larissa, a amoxicilina tem como efeito colateral candidíase intestinal, embora seja uma reação adversa rara.
nilceia n
Muito. Bom. Bem. Explicado. Aprendi. Muito. Otimo
Redação umCOMO (Editor/a de umCOMO)
Olá Nilceia, muito obrigada valeu :) Continue seguindo as nossas novidades ;)

Como evitar o contágio da candidíase vaginal
Como evitar o contágio da candidíase vaginal

Voltar ao topo da página