Partilhar
Partilhar em:

Como saber se quebrei a costela

Como saber se quebrei a costela

Uma costela fraturada, também chamada de costela fraturada, é uma lesão muito comum que acontece quando um dos ossos que fazem parte da caixa torácica quebra ou racha. O traumatismo no peito é a principal causa desta lesão, podendo se provocado por uma queda, um impacto durante a prática de um esporte de contato ou um acidente rodoviário. Alguns fatores também podem aumentar o risco de quebrar uma costela, como acontece no caso das pessoas que sofrem de osteoporose ou câncer. No caso dos idosos, uma costela quebrada pode ser provocada por quedas ao solo. Na maioria dos casos, uma costela quebrada melhora sozinha em apenas alguns meses, quando não é considerada grave ao danificar orgãos torácicos e abdominais. Se você gostaria de responder à questão "Como saber se quebrei a costela?", continue lendo esse artigo do umCOMO e descubra já todas as dicas!

Também lhe pode interessar: Como tratar de uma costela quebrada

Sintomas de costela quebrada

Como saber se quebrei a costela? O jeito mais simples de responder a essa pergunta é analisar os sintomas que você está apresentando. Os sintomas de fratura de costela incluem:

  • Dor ao respirar (tanto expirando como inspirando)
  • Desconforto muscular na zona afetada
  • Pressão dolorosa no externo
  • Insônia temporária
  • Dor de cabeça
  • Fadiga
  • Dificuldade de movimentos

O sintoma mas evidente é a ocorrência de dor durante a respiração. É essencial consultar o médico nesse caso para que ele possa diagnosticar o problema, uma vez que as fraturas nas costelas podem danificar órgãos internos como os pulmões ou os vasos sanguíneos.

As fraturas nas costelas superiores podem provocar outras lesões nos nervos ou nos grandes vasos, enquanto que as costelas do centro do tórax podem provocar lesões nos pulmões. No caso das costelas inferiores, a fratura das costelas pode provocar lesões no fígado ou no baço. Neste tipo de situações, pode ser necessário corrigir as lesões com cirurgia. Neste caso, os sintomas podem incluir desmaios, falta de ar, palidez e dor severa, sendo mais evidentes.

Dica: Confira esse artigo para saber quais são os ossos do tórax.

Como diagnosticar a costela quebrada

Caso você tenha sofrido algum traumatismo ou pancada na região peitoral e esteja sentindo dor, consulte o médico de imediato. Ele fará uma radiografia (ou raio-X) ao seu tórax para saber se você tem fraturas.

Por vezes, o raio-X não deteta as fraturas das costelas, mas a auscultação vai ajudar o seu médico a fazer o diagnostico e a detetar outras possíveis lesões. Pode ser necessário fazer um ultrassom caso a lesão esteja comprometendo um órgão vital.

Tratamento da fratura nas costelas

Depois de descobrir se quebrou a costela e de consultar o médico, ele vai recomendar um tratamento. O tratamento mais comum da fratura nas costelas inclui repouso durante 6 semanas, aproximadamente, e medicamentos analgésicos e anti-inflamatórios para controlar a dor como paracetamol ou ibuprofeno. A melhoria do bem-estar do paciente com costela quebrada faz com que ele consiga dormir e recuperar mais facilmente.

Dica: se gostaria de saber mais sobre o tratamento, confira esse artigo e descubra como tratar de uma costela quebrada.

Quando retornar à atividade?

Após o período de descanso de 6 semanas, é essencial que o retorno à atividade ou ao esporte seja feito de um jeito seguro. É essencial ter em conta que a reabilitação varia de caso para caso e de pessoa para pessoa, sendo que cada um necessita de um tempo específico para recuperar da costela quebrada.

Assim, não existe um tempo exato para regressar à atividade, embora um novo raio-X após esse período possa permitir que o médico confira se o seu osso está curado.

Tenha especial cuidado com a prática de esportes de contacto. Os outros tipos de esporte podem ser praticados quando o paciente não sente ao respirar durante a sua prática.

Este artigo é meramente informativo, no umCOMO não temos capacidade de receitar nenhum tratamento médico nem realizar nenhum tipo de diagnóstico. Convidamos você a recorrer a um médico no caso de apresentar qualquer tipo de condição ou mal-estar.

Se deseja ler mais artigos parecidos a Como saber se quebrei a costela, recomendamos que entre na nossa categoria de Doenças e Efeitos Secundários.

Comentários (0)

Escrever comentário sobre Como saber se quebrei a costela

O que lhe pareceu o artigo?

Como saber se quebrei a costela
Como saber se quebrei a costela