Partilhar

Quais são as consequências da hepatite B

Por Sara Viega. Atualizado: 20 janeiro 2017
Quais são as consequências da hepatite B

O fígado é um dos órgãos mais importantes do nosso corpo. É responsável por manter o nosso organismo limpo e saudável por meio de funções básicas como transformar o açúcar e a gordura em energia, combater infecções, filtrar e eliminar as substâncias tóxicas do sangue ou produzir a bile para digerir a comida. Uma das doenças mais conhecidas que pode afetar o fígado é a hepatite B, trata-se de uma doença infecciosa provocada pelo vírus de mesmo nome. Caracteriza-se pela necrose hepatocelular e pela inflamação do fígado, este bloqueia a passagem da bílis e altera-se a função do órgão. A hepatite B é contagiosa, transmitindo-se através de fluídos corporais como o sangue ou o sêmen. Neste artigo de umComo contamos a você quais são as consequências da hepatite B.

Também lhe pode interessar: Quais são os sintomas da hepatite B

Consequências da doença

Quando uma pessoa contrai hepatite B pode desenvolver uma infecção aguda ou crônica. No caso de ser aguda, trata-se de uma doença leve, que pode ser combatida com um tratamento durante um período de entre quatro e seis meses.

Os sintomas que aparecem podem ser: febre, cansaço, náuseas, dor abdominal, perda de apetite, icterícia ou mudança de cor em urina e fezes.

Se, pelo contrário, desenvolve-se uma infecção crônica, a doença mantém-se no organismo do indivíduo por toda a vida e pode acarretar graves problemas de saúde como fibrose (as células saudáveis do fígado são danificadas pelo vírus da hepatite e são substituídas por tecido cicatrizado ou fibroso), cirrose (inflamação crônica), câncer ou inclusive a morte.

Prevenção

A hepatite B pode ser prevenida através da vacinação. A OMS - Organização Mundial da Saúde recomenda administrá-la aos recém-nascidos nas primeiras 24 horas e depois aplicar duas doses posteriores. Esta vacina protege durante pelo menos 20 anos e inclusive a vida toda.

A OMS também recomenda a vacinação a grupos de risco como reclusos, consumidores de droga por via parenteral ou com o uso de seringas, pacientes que precisam de transfusões frequentes de sangue ou pessoas que não tenham completado a série da vacina e viajem para um país com risco.

Quais são as consequências da hepatite B - Prevenção

Este artigo é meramente informativo, no umCOMO não temos capacidade de receitar nenhum tratamento médico nem realizar nenhum tipo de diagnóstico. Convidamos você a recorrer a um médico no caso de apresentar qualquer tipo de condição ou mal-estar.

Se pretende ler mais artigos parecidos a Quais são as consequências da hepatite B, recomendamos que entre na nossa categoria de Doenças e Efeitos Secundários.

Escrever comentário sobre Quais são as consequências da hepatite B

O que lhe pareceu o artigo?

Quais são as consequências da hepatite B
1 de 2
Quais são as consequências da hepatite B

Voltar ao topo da página