Partilhar

Antialérgico corta o efeito do anticoncepcional?

Antialérgico corta o efeito do anticoncepcional?

O anticoncepcional é um método contraceptivo com quase 100% de eficácia quando tomado corretamente, entretanto, o que muitas pessoas não sabem é que a mistura desse método contraceptivo com outros remédios pode cortar seu efeito e acabar gerando uma gravidez indesejada e inesperada. Um dos remédios que causa dúvida quando misturado com o anticoncepcional é o antialérgico, se você quer saber se antialérgico corta o efeito do anticoncepcional e quais remédios podem causar essa falha, esse artigo do umCOMO foi feito para você!

Remédios que cortam o efeito do anticoncepcional

Antialérgicos como o Histamin não cortam o efeito do anticoncepcional, Polaramine também não corta o efeito do anticoncepcional, entretanto, outros medicamentos podem sim cortar o efeito e eles são:

  • Antibióticos: esses remédios de forma geram cortam o efeito do anticoncepcional porque impedem a absorção completa do medicamento, fazendo com que a taxa de eficácia caia, o problema é que a maior parte das mulheres não é informada disso e acabam misturando ambos sem saber as consequências. Antialérgicos também não cortam o efeito do antibiótico.
  • Anabolizantes: os anabolizantes nada mais são do que hormônios masculinos e quando misturados com os hormônios femininos do anticoncepcional é certo que cortarão os efeitos do medicamento, além disso, ingerir tanto hormônio ao mesmo tempo pode gerar outros problemas como câncer no fígado, agressividade e ansiedade, aumento do risco de infarto, osteoporose e falhas nos rins e fígado.
  • Anticonvulsivantes: remédios do tipo são usados para tratar de epilepsia e, além de cortar o efeito do anticoncepcional, o contrário também ocorre, ou seja, o anticoncepcional também corta o efeito dos remédios anticonvulsivantes.
  • Remédios para tratamento da HIV: não são todos, mas os medicamentos Efavirenz, Nevirapina, Nelfinavir e Ritonavir cortam o efeito do anticoncepcional.
  • Diuréticos: tanto medicamentos diuréticos quanto chás naturais diuréticos podem cortar o efeito do anticoncepcional, o ideal é que eles sejam tomados com no mínimo 4 horas de distância do anticoncepcional.

Entenda: Emendar a cartela de anticoncepcional atrasa a menstruação?

Outros fatores que cortam o efeito do anticoncepcional

O anticoncepcional de via oral é extremamente eficaz, mas ele precisa ser tomado corretamente, os fatores que podem atrapalhar a eficácia são:

  • Tomar anticoncepcional fora da hora: o anticoncepcional é feito para ser tomado a cada 24 horas, caso você tenha problemas em se lembrar do horário experimente colocar um despertador em seu celular ou tomá-lo em um horário em que você faz a mesma coisa todo dia, por exemplo, na hora de acordar. Alguns anticoncepcionais estipulam que é possível tomá-lo com até 12 horas de atraso, entretanto, esse é um caso de exceção e não deve ser feito sempre, se você realmente tem grandes dificuldades de se lembrar do horário mesmo com despertador, experimente trocar o anticoncepcional por um injetável, que é colocado num espaço de tempo maior.
  • Vômitos e diarreia: a pílula anticoncepcional precisa entrar na corrente sanguínea para fazer efeito e isso demora algumas horas para acontecer, sendo assim, se você tomar o remédio e vomitar, ela também irá embora e você ficará vulnerável para engravidar, a pílula demora até 4 horas para ser completamente absorvida. Caso você tenha vômitos ou diarreia nesse período, siga tomando a pílula normalmente nos próximos dias mas evite sexo sem camisinha durante 1 semana.
  • Consumo excessivo de álcool: tudo bem beber e tomar anticoncepcional, entretanto, quando isso é feito de forma exagerada o álcool sobrecarrega o fígado, órgão que também metaboliza o anticoncepcional, por isso é possível que a taxa de eficácia do medicamento caia.

Veja também: Posso voltar a tomar anticoncepcional antes dos 7 dias?

O que fazer ao tomar medicamentos que cortam o efeito do anticoncepcional?

Quando se toma um remédio que corta o efeito do anticoncepcional primeiramente deve-se pensar na duração do tratamento, caso você vá tomar um antibiótico para tratamento de uma infecção o ideal é que a mulher siga tomando o anticoncepcional para evitar desequilíbrios hormonais mas que, caso tenha relações sexuais nesse período, use também algum outro método contraceptivo não-hormonal para evitar gravidez, o ideal é utilizar camisinha.

Entretanto, em alguns casos o medicamento extra tomado é para tratar de problemas crônicos como a epilepsia, nesses casos o ideal é procurar outro método contraceptivo preferencialmente não hormonal, uma das opções é o DIU de cobre, para saber mais sobre outros métodos veja nesse artigo quais os métodos contraceptivos. Ainda que nesses casos seja necessário que a mulher pare de tomar o anticoncepcional, não é recomendado que faça isso sozinha sem auxílio médico, tanto para começar quanto para parar de tomar um método contraceptivo hormonal o ideal é que antes seja feita uma avaliação por um profissional ginecologista.

Este artigo é meramente informativo, no umCOMO não temos capacidade de receitar nenhum tratamento médico nem realizar nenhum tipo de diagnóstico. Convidamos você a recorrer a um médico no caso de apresentar qualquer tipo de condição ou mal-estar.

Se pretende ler mais artigos parecidos a Antialérgico corta o efeito do anticoncepcional?, recomendamos que entre na nossa categoria de Saúde Familiar.

Escrever comentário sobre Antialérgico corta o efeito do anticoncepcional?

O que lhe pareceu o artigo?

Antialérgico corta o efeito do anticoncepcional?
Antialérgico corta o efeito do anticoncepcional?

Voltar ao topo da página