Partilhar

Como identificar estrabismo no bebê

Por Vanessa Lopes. Atualizado: 20 janeiro 2017
Como identificar estrabismo no bebê
Imagem: pompom.com.br

Está procurando saber como identificar estrabismo no bebê? Neste artigo de umComo vamos explicar para você tudo o que precisa saber! O estrabismo é uma condição ocular em que ambos os olhos não estão paralelos, existindo um desalinhamento. Esta condição faz com que os dois olhos não estejam olhando na mesma direção, enquanto um está olhando em frente o outro pode ficar olhando para cima, baixo, dentro ou fora. O estrabismo é bastante comum em crianças e pode fazer com que a criança deixe de utilizar o olho com o problema para enxergar, o que pode causar perda visual.

Também lhe pode interessar: Como tratar o estrabismo
Passos a seguir:
1

A causa do estrabismo não é clara, o bebê pode nascer já com estrabismo, ao qual se dá o nome de estrabismo congênito. Ou, pelo contrário, desenvolver esta condição mais tarde, à qual se dá o nome de estrabismo adquirido. Muitas vezes o estrabismo adquirido se desenvolve porque a criança tenta superar um problema de visão, como a hipermetropia ou miopia.

2

Para além disso, algumas doenças como Síndrome de Down, paralisia cerebral, trauma, tumores cranianos ou outras doenças que afetam o cérebro vêm muitas vezes acompanhadas de estrabismo. Para que consigamos focalizar um objeto, os seis músculos de cada olho devem estar a trabalhar de forma equilibrada. E, estes músculos são controlados pelo cérebro através de impulsos nervosos. Se existir alguma doença que afeta o cérebro, a capacidade de focarmos um objeto também é afetada.

3

Até aos 6 meses de idade, é normal que o bebê apresente estrabismo pois ainda não tem os músculos dos olhos completamente desenvolvidos. No entanto, se após os 6 meses esta situação continuar, isso pode significar um caso de estrabismo permanente e deve se consultar um pediatra. Existem diversos tipos de estrabismo:

  • Estrabismo convergente - quando o olho afetado é desviado em direção ao nariz.
  • Estrabismo divergente - quando o olho afetado é desviado para um dos lados.
  • Estrabismo vertical - quando o olho afetado é desviado para baixo ou para cima.
Como identificar estrabismo no bebê - Passo 3
Imagem: farmaojos.com
4

Os sintomas do estrabismo dependem do tipo de estrabismo e da idade da criança. O sintoma mais evidente é o desalinhamento ocular. Quando ocorre este desalinhamento pode ocorrer diplopia, uma duplicação de imagens. Para evitar esta segunda imagem, a criança tende a fechar o olho afetado e, este é outro dos sinais de estrabismo.

Como identificar estrabismo no bebê - Passo 4
Imagem: clinicadeolhosmodelo.blogspot.pt
5

Para além do desalinhamento ocular e do encerramento de um olho, também pode ocorrer uma alteração na posição da cabeça. Este torcicolo serve para o bebê compensar o tipo de estrabismo e deve ser avaliado por um oftalmologista.

6

Também é frequente ocorrer no bebê um falso estrabismo ou pseudo-estrabismo. O pseudo-estrabismo é quando o bebê parece ter estrabismo convergente, mas de fato os seus olhos estão bem alinhados. Isto acontece devido a uma menor visualização de esclera (parte branca do olho) na metade nasal.

Como identificar estrabismo no bebê - Passo 6
Imagem: journals.lww.com
7

Caso identifique algum destes sintomas no seu bebê, deve levá-lo de imediato ao médico para que lhe possa ser diagnosticado estrabismo. Normalmente o estrabismo em bebês tem cura, quando o tratamento é iniciado até aos 5 anos de idade. O tratamento do estrabismo consiste em colocar um tapa-olho no olho afetado durante algumas horas por dia ou meses, até que os olhos fiquem alinhados.

8

Em crianças com mais de 3 anos de idade, pode ser recomendado o uso de óculos para tratar o estrabismo. Caso o tapa-olho o uso de óculos não resulte, pode ser necessário recorrer a uma cirurgia que corrija os músculos do olho da criança.

Como identificar estrabismo no bebê - Passo 8
Imagem: thenorthface.com

Este artigo é meramente informativo, no umCOMO não temos capacidade de receitar nenhum tratamento médico nem realizar nenhum tipo de diagnóstico. Convidamos você a recorrer a um médico no caso de apresentar qualquer tipo de condição ou mal-estar.

Se pretende ler mais artigos parecidos a Como identificar estrabismo no bebê, recomendamos que entre na nossa categoria de Doenças e Efeitos Secundários.

Conselhos
  • Crianças que desenvolveram estrabismo na infância e conseguiram corrigi-lo, podem voltar a ter estrabismo na vida adulta. Estes casos são raros, mas caso ocorra deve consultar de imediato o seu médico.

Escrever comentário sobre Como identificar estrabismo no bebê

O que lhe pareceu o artigo?

Como identificar estrabismo no bebê
Imagem: pompom.com.br
Imagem: farmaojos.com
Imagem: clinicadeolhosmodelo.blogspot.pt
Imagem: journals.lww.com
Imagem: thenorthface.com
1 de 5
Como identificar estrabismo no bebê

Voltar ao topo da página