Partilhar

Como prevenir a candidíase oral

Por Sara Viega. Atualizado: 20 janeiro 2017
Como prevenir a candidíase oral

A candidíase oral é uma infecção causada pelo crescimento excessivo do fungo Cândida albicans, que costuma afetar inicialmente a língua por meio do aparecimento de umas placas de cor esbranquiçada que, depois, se propagam para a parte interna das bochechas, as gengivas e as paredes laterais e superiores da boca. Para curar esta infecção, é necessário receber um tratamento antimicótico prescrito pelo médico que combata a ação do fungo Cândida e o paciente possa recuperar-se. No seguinte artigo de umComo mostramos a você em detalhe algumas medidas simples e saudáveis que podem ser adotadas a fim de prevenir a candidíase oral.

Também lhe pode interessar: Como curar a candidíase oral
Passos a seguir:
1

Em primeiro lugar, devemos esclarecer que não há nenhum método que possa prevenir a candidíase oral 100%, mas é possível adotar algumas medidas que podem reduzir o risco de contraí-la. Acontece que as infecções causadas por este tipo de micro-organismos afetam com maior frequência:

  • Bebês e pessoas idosas.
  • Pacientes com um sistema imunológico debilitado, como é o caso de quem tem HIV, diabetes ou câncer.
  • Pessoas que têm uma alimentação ruim.
  • Pacientes que estejam tomando antibióticos.
  • Pacientes que experimentam mudanças hormonais, como, por exemplo, as mulheres grávidas, durante o ciclo menstrual ou a menopausa.
  • Pacientes que sofrem de secura bucal ou que usam dentaduras postiças.
2

Como dissemos, ter um sistema imunológico debilitado torna você mais vulnerável a sofrer de candidíase oral, por isso será fundamental reforçá-lo dia a dia através de uma dieta saudável que inclua sobretudo alimentos ricos em vitaminas A, C, E e minerais como o cálcio o zinco e o ferro, este último essencial para evitar doenças que afetam suas defesas como a anemia. Além destes nutrientes, também é importante não esquecer nenhum grupo alimentar para manter-se em plena forma. E, claro, uma boa alimentação deve-se acrescentar um excelente descanso noturno, a prática de exercícios físicos e de atividades relaxantes que ajudem você a combater o estresse, pois esta é uma das condições emocionais que mais debilitam o sistema imunológico.

Descubra mais detalhes no artigo sobre Como fortalecer o sistema imunológico.

Como prevenir a candidíase oral - Passo 2
3

A ingestão de antibióticos também aumenta o risco de desenvolver candidíase oral, já que este tipo de drogas pode destruir as bactérias saudáveis do organismo que se encarregam de manter à margem o crescimento do fungo Cândida. É por isso que você só deve se submeter a um tratamento antibiótico prescrito por seu médico, e se for propensa a sofrer de candidíase pode informá-lo disso para que ele avalie a possibilidade de prescrever também um medicamento antimicótico.

4

Preste atenção em sua higiene oral diária, já que será essencial para manter o equilíbrio normal de cândida e outras bactérias em sua boca. Para evitar que este seja alterado, recomenda-se não fazer um uso excessivo de lavagens e sprays orais e realizar as seguintes práticas:

  • Escove os dentes com frequência, após cada refeição.
  • Inclua o uso de fio dental na sua higiene oral.
  • Enxágue a boca com um pouco de água salgada.
  • Os pacientes com dentaduras postiças devem tirá-la durante a noite e mantê-la sempre limpa.
Como prevenir a candidíase oral - Passo 4
5

Os altos níveis de açúcar no sangue também aumentam as possibilidades de desenvolver esta infecção micótica. Por este motivo, para prevenir a candidíase bucal, é importante que os pacientes com diabetes se preocupem em manter seus níveis de açúcar controlados, seguindo estritamente as indicações de seu médico, e fazendo as mudanças na dieta e em seus hábitos de vida oportunos. Aconselhamos você a consultar o seguintes artigo, se quiser saber de que forma pode controlar esta doença:

6

No início do artigo, dissemos que os bebês estão entre os grupos mais propensos a desenvolver candidíase oral e, em modo de prevenção, será fundamental adotar medidas como limpar e esterilizar muito bem tanto as chupetas como os bicos de suas mamadeiras logo após cada uso. É imprescindível também que se seu bebê estiver lactando e sofrer de candidíase oral, você informe isto ao médico para que ele indique a você de que forma pode prevenir futuras infecções.

Este artigo é meramente informativo, no umCOMO não temos capacidade de receitar nenhum tratamento médico nem realizar nenhum tipo de diagnóstico. Convidamos você a recorrer a um médico no caso de apresentar qualquer tipo de condição ou mal-estar.

Se pretende ler mais artigos parecidos a Como prevenir a candidíase oral, recomendamos que entre na nossa categoria de Doenças e Efeitos Secundários.

Escrever comentário sobre Como prevenir a candidíase oral

O que lhe pareceu o artigo?

Como prevenir a candidíase oral
1 de 3
Como prevenir a candidíase oral

Voltar ao topo da página