Partilhar

Como remover um lipoma

Por Paula Cassandra. Atualizado: 10 abril 2018
Como remover um lipoma

O lipoma é bastante comum de ocorrer nas pessoas, porém, não é motivo de preocupação na maioria dos casos, pois trata-se apenas de uma saliência de gordura que aparece entre a pele e o músculo. No entanto, em alguns casos é preciso retirá-lo, dessa forma, o umComo.com.br vai explicar como remover um lipoma, que consiste em um procedimento cirúrgico bem simples.

Também lhe pode interessar: O que é o Lipoma
Passos a seguir:
1

É bem possível que você já tenha ouvido falar que um amigo seu, familiar ou conhecido tenha um lipoma, uma vez que essa protuberância de forma arredondada de gordura localizada é bem comum, inclusive, em pessoas com idade entre os 40 e 60 anos. Pode ainda aparecer em crianças e adolescentes, mas são casos raros. Além disso, a sua incidência é maior em mulheres. Essa saliência, na maioria das vezes, trata-se de um tumor benigno do tecido adiposo e, por isso, não representa nenhum problema grave.

2

Quanto à sua consistência, por se tratar de gordura acumulada é macia e, quando pressionada, pode se mover sob a pele, mas nunca é motivo de dor ou desconforto. Também é revestido por uma cápsula fibrosa, o que pode ser sentido apenas pelo especialista, por isso, antes de achar que possui um lipoma é importante marcar uma consulta para que ele faça um diagnóstico mais preciso. O mais comum é que apareça em lugares como costas, ombros, pescoço, coxas, braços, bumbum, seios e abdômen.

3

Além disso, o lipoma tem um crescimento bastante lento, embora possa se desenvolver bastante, e em raras situações se torna maligno, ou seja, cancerígeno. Por isso, o lipoma não precisa ser removido em muitos dos casos e nem exige tratamento. No entanto, quando cresce pode causar problemas, como restringir movimentos e mesmo causar dor ou desconforto. Se isso acontecer, o mais adequado é remover um lipoma.

4

A remoção também é uma escolha motivada por questões estéticas, que devem partir do próprio paciente, mas só porque não quer permanecer com a saliência inofensiva. Em muitos casos, ele pode aparecer no rosto, prejudicando a autoestima, embora isso possa ser superado com a aceitação de uma pequena saliência na face. Quando surge em outras partes do corpo e se mantém com o tamanho pequeno, o que é bem frequente, as razões estéticas para remover são ainda menos relevantes.

Como remover um lipoma - Passo 4
5

Seja qual for o motivo da remoção, ela é bastante prática e consiste em excisão simples, que costuma exigir apenas anestesia local. Esse método é muito utilizado para remover tumores cutâneos, inclusive, nos casos de câncer de pele, sendo que consiste em um corte da pele ao redor do que se deseja remover. Outro método é a liposucção, ou como é mais popularmente conhecida, lipoaspiração, que se trata da intervenção cirúrgica estética que retira a gordura de diferentes lugares com a ajuda de um tubo e um dispositivo de sucção.

6

Para escolher pela lipoaspiração é preciso que as saliências sejam macias e que haja tecido conectivo pequeno. A sua vantagem é que resulta em uma cicatriz menor, por outro lado, nem sempre é o método preferido porque o risco de não remover o lipoma completamente é maior. Quando isso acontece, a protuberância pode voltar a crescer.

Leia também: Caroço na região pubiana masculina, o que pode ser?

Este artigo é meramente informativo, no umCOMO não temos capacidade de receitar nenhum tratamento médico nem realizar nenhum tipo de diagnóstico. Convidamos você a recorrer a um médico no caso de apresentar qualquer tipo de condição ou mal-estar.

Se pretende ler mais artigos parecidos a Como remover um lipoma, recomendamos que entre na nossa categoria de Doenças e Efeitos Secundários.

Escrever comentário sobre Como remover um lipoma

O que lhe pareceu o artigo?

Como remover um lipoma
1 de 2
Como remover um lipoma

Voltar ao topo da página